AUTISMO
DISCUSSÕES E COMENTÁRIOS
Inicio | Temas

Espiritismo e Autismo


Data: 7/3/2002 comentário 1/123

Creio que a doutrina espírita de Allan Kardec possa auxiliar (e muito) no tratamento da pessoa autista. Passes, reuniões mediúnicas, estudos, tudo - SENDO REALIZADO COM PESSOAS PREPARADAS - demonstra bonS resultados. Esses tipos de tratamento já vendo sendo realizados em sanatórios, creches e outros lares fraternos. Além de tudo isso acredito que aos pais, familiares, amigos e profissionais da área é preciso muita paciência, compreensão, carinho e AMOR.


Data: 7/3/2002 comentário 2/123

Já existem médicos que são espíritas e seus esforços não têm sido em vão... Os ótimos resultados obtidos demostram mais uma estatística de que o tratamento espírita funciona... Porém ainda não ouvi falar de psicólogos e psiquiatras espíritas... Seria muito interessante a conciliação entre essa área da medicina e essa consoladora religião


Data: 21/3/2002 comentário 3/123

Minha experiência com o espiritismo vem de longa data, meu filho apresentava hipotonia profunda e demais características de autismo "encapsulado".Era como um corpo sem ninguém dentro.Além das estimulações feitas em casa, as orações sempre foram feitas em sua presença.Conseguimos que ele evoluisse, ainda que lentamente e aos 4 anos, após cirurgia espiritual ele começou a andar.Tem tido muitos progressos, ainda que falte muito, mas já tem " alguém dentro"!Já entende e tem opinião.Não julgo, mas nada acontece por acaso.Contrariando todas as previsões dos especialistas, ele evolui dia a dia e vai evoluir mais com certeza.Quando houver uma maior integração da medicina, entendendo o ser humano de forma mais completa, com corpo, cérebro e espírito, creio que compreenderemos mais a cerca das muitas patologias.Lucy Santos


Data: 30/8/2003 comentário 4/123

Há vários anos trato minha filha autista em centros espíritas, além do tratamento médico.Um não exclui o outro!
Sou mãe adotiva, e somente no kardecismo encontrei explicações para nossa situação. Acredito que somente a fé em algo superior nos dá força para continuar seguindo em frente. Minha filha está com treze anos e tem o diagnóstico de psicose desintegrativa. Sei da gravidade, mas continuo acreditando que Deus a colocou em meu caminho por algum motivo especial. Não desisto de lutar por ela!


Data: 25/7/2004 comentário 5/123

Sou Mãe do Giovani 5 anos,Comprei um livro "UMA CRIANÇA ESPECIAL",fala sobre uma criança autista, para meu espanto também fala sobre espiristimo,O livro explica as dificuldades que temos em lidar com o autista.Ao contrario do que muitos pensam, o autista tem consciência de tudo o que se passa ao redor.
Laurenice R Pagot


Data: 10/11/2004 comentário 6/123

Sem comentarios! apenas fico felis em perceber que aos poucos as amarras, o veu da para nao ver a realidade esta aos poucos se dessipando.
A um Deus que nao vemos mais sabemos que estar presente, e uma dessas formas é o espiritismo que nao tem fronteiras religiosa,filosoficas ou cientificas.
Ivan


Data: 11/11/2004 comentário 7/123

Conheço uma criança de 4 anos muito inteligente e autista.A mãe sofre muito, mas não acredita emDeus ou em qualquer coisa, que possa salvar o seu filho, a não ser com muitos estudos que faz através da Internet e não na prática.
A criança estudo no instituto Ann Sullivan duas vezes por semana, durante 4 horas e teve muito progresso, mas constantemente quebra muitas oisas em casa, durante a madrugada.
Me dê uma plavara, para que eu passe para essa mãe, tão incrédula.
Grata, Luciana


Data: 30/1/2005 comentário 8/123

Luciana,

Diga a ela que através do apoio espiritual, freqüência à casa espírita, muita oração e trabalho de cura, curamos meu pai do alcoolismo em alguns anos. Ele hj está muito bem obrigada. Ele era uma pessoa que bebia muito e ficava extremamente revoltada e violenta com todos e impossível de se conviver no dia-a-dia.

Tudo é possível neste nosso universo qdo a gente tem fé e amigos espirituais que zelam por nós.

Abraços,
Jaqueline


Data: 10/2/2005 comentário 9/123

Conhecem algum centro espírita ou instituição afim em Vitória ou Vila Velha/ES, que seja sério e possa tratar uma menina autista de 3 anos?
Por favor, me respondam.
Meu e-mail é: mariogaio@hotmail.com
Obrigado
Mário


Data: 17/3/2005 comentário 10/123

Olá, sou professora de Educação Infantil, meu nome é Rosângela. Este ano fui agraciada com um aluno com autismo "leve" . Sou espirita e acrdito que só com muito amor e estudo podemos lidar com as pessoas. Se alguem souber de informações coerentes : médicas, cientificas, pedagógicas, etc. por favor enviem para mim. Obrigada.
e mail proro@ig.com.br


Data: 11/5/2005 comentário 11/123

oi, sou mãe do doce João e faço tratamento espiritual com ele a muito tempo,tem sido muito bom e eficaz, opois meu doce João tem estado nitidamente mais alegre e sociavel, palavras usadas pelos seus terapeutas, sua evoluaçõa tem sido visivel a cada novo tratamento espiritual qu eele faz.
Vou ao centro perseverança em são paulo e recomendo.(betojvjv@terra.com.br)


Data: 9/6/2005 comentário 12/123

Data 09/05/2005

Sou pai de ALESSANDRO GABRIEL,adolecente,AUTISTA com
18 anos. Há quinze anos,pesquiso o 'AUTISMO SOB A ÓTICA ES
PIRITUAL'e gostaria de trocar experiências com pais ou pes
soas que lidam com autistas e acreditam no lado espiritual.


IVAN GABRIEL
Rua Adauto Carneiro Leal 145 Boa Viagem
RECIFE PE
CEP 51030-700


Data: 18/6/2005 comentário 13/123

Trabalho com cromoterapia e estou pesquisando sobre o autismo. Acredito na ajuda da medicina mas sei que também poderei ajudar a muitas pessoas se associar a cromoterapia aos estudos do espiritismo ligados ao autismo. Meu e-mail é gerusateixeira@hotmail.com. Gostaria de poder trocar idéias e conhecimentos sobre este assunto que tanto me facinou e sei que a doutrina espírita tem muito a me ensinar. Um abraço fraterno a todos


Data: 19/6/2005 comentário 14/123

Aos interessados que desejarem pesquisar o mínimo sobre AUTISMO,naveguem:
WWW.GOOGLE.COM.BR ou WWW.ESPIRITO.ORG.BR Abrir Home Page:"AUTISMO SOB ÓTICA ESPIRITA" ou "AUTISMO DE ORIGEM ESPIRITUAL".
Obs:se desejarem saber mais,escrevam para mim,nao tenho computador,terei enorme prazer em responder. IVAN GABRIEL


Data: 22/7/2005 comentário 15/123

otimo


Data: 28/7/2005 comentário 16/123

BOA NOITE IVAN GABRIEL,
ADOREI TE ENCONTRAR TAMBÉM TENHO UM FILHO AUTISTA DE 18 ANOS, O FELIPE E ACREDITO MUITO N LADO ESPIRITUAL, ANOTEI SUAS DICAS NA INTERNET, MUITO BOM!
SE TIVER ALGUMA COISA PARA ME ENVIAR, FICAREI MUITO GRATA.
marialuizamartinez@bol.com.br ou
MARIA LUIZA NEGREIROS MARTINEZ
RUA OBY LOYOLA 108 CAMPO ALEGRE
CEP 27580-000- ITATIAIA - RJ
TELEFONE: (24)3352-4982
SAUDAÇÕES E MUITA SAÚDE


Data: 1/8/2005 comentário 17/123

Não tinha muita noção deste problema,e lendo todos esses comentários fiquei bastante comovida.Vocês realmente são pessoas abençoadas,por terem a oportunidade de aprender tão de perto com esses "anjos" que estão em busca de pessoas que entendam sua linguagem até então silenciosa.Que "Deus" continue guiando todos os passos de vocês,para que esta luz de aprendizado possa se espalhar a todos nós,cegos á luz deste amor verdadeiro que dedicam aos seus "anjos".
Obrigado pelos depoimentos de tão puro amor.

Kelly Camilo.
Franca,SP.


Data: 23/8/2005 comentário 18/123

Sou mãe do Yago, que ira completar em Setembro 4 anos, depois que seu irmão mais novo nasceu, comecei a perceber a diferença entre eles.
Ainda não está diagnosticado o autismo, mas como o Neurologista e a Psicóloga afirmam, ele possui quadros da síndrome. Sou espírita há muito tempo e sei que não há nada por que passamos que é acaso. Tenho ido ao centro espírita com ele e realmente sinto que tem melhoras. A todos vocês pais ou não, a certeza de que existe uma força maior que nos conduz. Se chama Deus que é puro amor. Esteja com Ele sempre.
wanyaleite@hotmail.com


Data: 23/8/2005 comentário 19/123

Prezada Wanya.
Estou escrevendo apenas para te contar uma casualidade que me chamou a atenção. Há alguns anos atrás eu tive um paciente autista chamado YAGO (é um nome pouco comum), sua mãe era espírita e me fez ler um livro sobre a explicação espírita do autismo. Eu li e continuo não muito convencido. Mas o interessante é que duas mães espíritas, que escolheram o nome dos seus filhos quando não sabiam nada sobre eles tiveram a mesma opção.
"Existem mais coisas entre céu e terra do que possa imaginar nossa vã filosofia" !!!!!!!
Desculpa tomar teu tempo com essas divagações.
Um grande abraço para você e para o Yago.
Gilberto Garcias - Médico geneticista


Data: 29/8/2005 comentário 20/123

WWW.GOOGLE.COM.BR OU WWW.ESPIRITO.ORG.BR ABRIR HOME PAGE REENCARNAÇAO COMPULSORIA OU FIXAÇAO MENTAL


Data: 30/8/2005 comentário 21/123

Prezado Gilberto...
Legal seu comentário... conscidência???!!!
Acredito piamente na Doutrina, não me resta dúvidas, as que vão surgindo vou procurando nos livros as respostas...não me baseio pelo que dizem, ouço, mas filtro e tento através da razão, verificar a veracidade do que foi dito, dentro da minha análise.
Junto com a razão está a ciência, que segundo o próprio Kardec afirma que ambas estão lado a lado.
Vc. como médico tem a sua parte na evolução da humanidade.. fazendo a sua parte, com responsabilidade e vocação.
Se o tal livro não o conveceu, não gostaria de procurar em outros algumas respostas? Não há dentro de vc algumas perguntas que não encontrou a resposta ideal? Existem muitos livros que falam sobre medicinaXespiritualidade...
Acredito que os filhos trazem realmente algumas coisas dos genes dos pais, mas tudo? E as crianças que falam outras línguas, sem nunca terem estudado, conheço inclusive um fato verídico, acompanhado de perto...
Boa Sorte...


Data: 8/10/2005 comentário 22/123

olá...Tenho 2 irmãos gêmeos autistas...um deles desencarnou há 2 anos...lindos.
sou espírita também, a doutrina foi uma luz divina que infiltrou em minha vida. Só o amor a compreensão e principlamente Deus são capazes de nos fortalecer.Acreditem sim...
Leio vários livros espíritas, mas ainda naão conhecço algum que fale sobre o autismo..poderiam me indicar algum...
se alguém souber por favor me enviem um e-mail...
fabiana.net@uol.com.br
Agradeço
Muita luz
Fabiana


Data: 11/10/2005 comentário 23/123

Oi, tenho um filho de 3 anos, tivemos a noticia por uma neuro que ele era autista, quadro confirmado por um psicologo e um psiquiatra, estamos um pouco perdidos no momento, frequentamos um centro espirita, minha esposa começou a ter palestras explicativas numa escola especial que temos aqui em maua, gostariamos de auxilio...

Obrigado..

Fabio
tonelli.fabio@gmail.com


Data: 16/10/2005 comentário 24/123

LIVROS ESPIRITAS: 1-AUTISMO-UMA LEITURA ESPIRITUAL. 2-NOSSOS FILHOS SÃO ESPIRITOS. 3-ALQUIMIA DA MENTE. 4-LOUCURA E OBSESSÃO.5-AUTISTAS DO ALÉM. 6-DEFICIENTE MENTAL-POR QUE FUI UM? 7- ASPECTOS PSIQUIÁTRICOS E ESPIRITUAIS NOS TRANSTORNOS EMOCIONAIS.8-A LOUCURA SOB NOVO PRISMA.9-AS AVES FERIDAS NA TERRA VOAM. 10-O CASTELO DAS AVES FERIDAS. 11- NO MUNDO MAIOR. 12-OBSESSÃO / DESOBSESSÃO.13-TRANSTORNOS MENTAIS. 14-O PROBLEMA DO SER,DO DESTINO E DA DOR.15-PSIQUIATRIA E MEDIUNISMO.16-SAÚDE E ESPIRITISMO.17- O CÉU E O INFERNO. /


Data: 16/11/2005 comentário 25/123

WWW.GOOGLE. COM.BR 'ASSOCIAÇAO MÉDICO-ESPIRITA BRASIL'


Data: 19/11/2005 comentário 26/123

Bom dia ...Gostaria de agradecer pelas indicações de livros...serão muito úteis em minha vida e a quem puder passá-los. A todos que estão em contato com pessoas tão especiais como os autista: muito amor, muita força e Deus iluminou vcs porque são capazes e a eles nossos queridos que são caminhos de luz em nossas vidas.

gde beijo

msg: fabiana.stiburcio@hotmail.com
www.fabiana.net.blog.uol.com.br
e-mail:fabiana.net@uol.com.br


Data: 20/11/2005 comentário 27/123

Sou Psicopedagoga e já trabalho com cças especiais a algum tempo e já estive com algumas pessoas que apresentavam quadro de autismo, realmente são pessoas intrigantes que nos exige um grande esforço para compreende-las. Sou espirita e por isso mesmo não acredito em tudo que ouço, vou sempre em busca de resposta que me levem a acreditar ou não.
gnd Beijo.
Denise.


Data: 20/11/2005 comentário 28/123

Tenho um aluno autista, muito carinhoso e sorridente, mas até o momento não consegui descobrir nada que desperte o seu interesse e fico intrigada. Como poderia fazer para interagir com ele, alguém poderia me indicar alguma literatura pedagógica? Agradeço desde já.
Rosângela
rociffani@ig.com.br


Data: 20/11/2005 comentário 29/123

Rosângela
Entre no site http://www.carlagikovate.com.br/index_arquivos/Page352.htm
em especial na segunda página tem algumas dicas importantes.
Não se esqueça: o tempo do autista é diferente, tem que ter paciência que a conquista acontece.É necessário entnder que a forma deles expressarem interesse, emoção... é muito diferentes dos nossos "padrões".
Um abraço.
Cristina


Data: 4/12/2005 comentário 30/123

WWW.GOOGLE.COM.BR Abrir Home Page 'ENFERMIDADE ESTRANHA'. (EMMANUEL prefaciando o livro MISSIONÁRIOS DA LUZ...)


Data: 11/12/2005 comentário 31/123


WWW.GOOGLE.COM.BR Abrir Home Page 'AUTISMO ARREPENDIMENTO EXPIAÇÃO REPARAÇÃO.'


Data: 11/1/2006 comentário 32/123

WWW.GOOGLE.COM.BR Abrir Home Page " NEPER "


Data: 12/1/2006 comentário 33/123

WWW.GOOGLE.COM.BR Abrir Home Page "MEDNESP 2005"


Data: 15/1/2006 comentário 34/123

Toda família que tem por missão cuidar de um autista está sim é especial. Foi escolhida a dedo pela espiritualidade para desempenhar tão nobre missão.
Cláudio Veiga - São Luís/MA


Data: 22/1/2006 comentário 35/123

Tenho certeza que o meu filho autista(Síndrome de Asperger) é uma benção de Deus e nòs nos escolhemos. Tenho a finalidade de transportá-lo para um mundo muito especial ligado talvez à biologia, talvez à pesquisas científicas, tento encaminhá-lo para isso pois, noto que ele é fascinado pelo tema. Maura -Niterói-RJ


Data: 27/1/2006 comentário 36/123

sou mae de um filho com 21 anos autista hoje estou no japao e ele no brasil eu nao tinha coragem para deixa lo mas a situacao foi ficando diifcil e tive ajuda de deus eleesta bem com minha mae.antes de vir sonhei com a batian dizendo que ajudaria, minha cuidar alguns meses apos ela ter desencarnado deste mundo.acordei assustada e falei pra minha mae.fikei pensando e deu certo. sou grata adeus por ter sido escolhida sei tambem ke nada acontece por acaso.falo com ele pela internet,telefone apesar das dificuldades ele esta bem .sabe lavar loucas ler escrever,mastenho um sonho dedicar minha vida a ajudar autistas estou indo ao encontro do ke kero fazer uma casa para autistas um dia iremos partir.eles precisam de um lugar paraeles.meu filho e unico por isso me preocupo mas deus me dara solucao
.sou confiante nele.quem kizer falar entre no email msn lulupirua@hotmail.com
desculpem pelo email e uma brincadeira pra descontrair
sou uma seria trabalho e vivo para o bem do meu filhomeu nome e luziae meu filho thiago henrique mamae izaura harue obrigado por todos.

nao fiken triste agradeca a chance do resgate.saionara.

.lulu


Data: 27/1/2006 comentário 37/123

WWW.GOOGLE.COM.BR Abrir Home Page: "AUTISMO MERGULHO PASSADO". Ivan Gabriel


Data: 29/1/2006 comentário 38/123

O AUTISMO é um estado da alma, é uma posição mental em que se coloca o espírito da criança que rejeita a reencarnação, retraindo-se para dentro de si mesmo. Com o conhecimento esclarecedor da doutrina espírita, pelas pessoas que convivem com o autista, a medicina tradicional alcançará exelentes resultados.Acredite em DEUS e JESUS. Pesquise incansavelmente e encontrarás a verdade.


Data: 30/1/2006 comentário 39/123

WWW.GOOGLE.COM.BR Abrir Home Page: "AUTISMO JUSTIÇA DIVINA".Ivan Gabriel.


Data: 31/1/2006 comentário 40/123

WWW.GOOGLE.COM.BR Abrir Home Page: "AUTISMO AUTISTA AUTO OBSESSÃO".


Data: 4/2/2006 comentário 41/123

Meu filho é autista, tem 12 anos, acredito que atrás do autista possa existir algum tipo de obsessão, uma vez, que seu espírito está sempre fora do corpo físico, deixando assim "arestas" para obsessores. Digo isso, porque recentemente fiz uma apometria com ele, através de uma amiga, que conheci na Internet e que trabalha numa Casa Espírita, foi fantástico o que viram... Na primeira consulta, foi manifestado 3 espíritos obsessores de vidas passadas, interferindo na sua vida atual, o que justifica sua agressividade repentina, do nada... e suas risadas incontroláveis. Depois disso, notei alguma melhora, as risadas cessaram e as crises diminuiram... Mas, pelo que ela me falou( a amiga que conduziu a apometria) precisa mais consultas, pois dependendo da obsessão, eles com o tempo persistem... Acredito muito que a doutrina espírita ajude muito a doutrinar esse espírito que reluta em acoplar no corpo físico e também os obsessores que o acompanham.
Se quiserem saber mais sobre essa consulta que fiz pra ele, é só me contatar pelo e-mail lu.lenag@gmail.com


Data: 6/2/2006 comentário 42/123

WWW. GOOGLE. COM. BR Abrir Home Page: " AUTISMO ARREPENDIMENTO TARDIO".


Data: 10/2/2006 comentário 43/123

Ivan Gabriel,gostaria de obter seu endereço para nos comunicar-mos,trabalho com autistas voluntariamente,não tenho ninguém na família com esse problema;sou espírita e sinto nessecidade de estar sempre próxima desses anjos.Se possível entre em contato.Desde já agradeço. lisasbatista@bol.com.br


Data: 31/3/2006 comentário 44/123

Meu filho de 3 anos não tem diagnóstico fechado, mas tem comportamentos de criança autista. O que percebo nele, é uma negação para com a vida. Quem quiser me escrever:
s_ miletti@hotmail.com
Silmara - Mogi das Cruzes - SP
Obs: Ele ainda não fala e não anda, é bem dependente.
Obrigada


Data: 20/4/2006 comentário 45/123

Gilberto,

O que me fez vir a está pagina foi um pedido de esclarecimento no fórum www.espiritismogi.com.br de um internauta sobre o autismo. Não convencido suficientemente da resposta que postei procurei um Médico, que é espirita, que me deu uma visão, sob a ótica espirita, da doença. Aqui, pelos relatos, pude comprovar a sua experiência, como médico e espirita, no tratamento da doença. O centro onde freqüento existem tratamentos específicos para as doenças do corpo, invariavelmente os médiuns são médicos e possuem Guias médicos. A união da medicina com as terapias alternativas, nelas incluo o passe e a água fluidificada, podem ajudar, e é esse o maior objetivo, a aliviar as dores, que é intensa. Portanto, gostei muito da sua colocação, foi simples e objetiva, Kardec diz na Codificação, que precisamos encarar sempre a razão de frente, pois como seres pensantes, precisamos construir a nossa fé sob o seu crivo. Espero, sinceramente, que você se dê a oportunidade de estudar a doutrina e , assim , que sabe abrir o leque de alternativas na bela profissão que escolheu.

Freed Fontes

Muita Luz


Data: 27/4/2006 comentário 46/123

A Apometria é a linha de frente no tratamento espiritual e pode ajudar muito no caso de autismo...

Conheça a Apometria :

A Apometria é técnica espiritual de desobsessão externa (entidades desencarnadas) e de tratamento da auto-obsessão (ressonância vibratória decorrente de reminiscências de vidas passadas).
Trata-se da parte científica da doutrina espírita, que evolui a cada dia em face dos novos conhecimentos que os mentores nos tem trazido.

Os principais links são os seguintes, para se aprender sobre apometria:

http://www.apometria.org/faq.htm

http://www.casadojardim.com.br/apometria1.htm

As principais casas de Apometria em São Paulo são as seguintes:

Fraternidade Dr. Lourenço

R João Ramalho 1494 e o atendimento é agendado apenas na quarta de manhã pelo telefone (11) 5062-4232 para atendimento de corpo presente, todos os dias às 19:00 h. A espera chega até a um mês...
Pode ser feito também à distância conforme instruções abaixo:

Fraternidade Espiritual Dr. Lourenço
Envie e-mail com os dados (nome completo, endereço e questão a ser verificada / problema que está ocorrendo) para atendimentoadistancia@uol.com.br. Será realizado durante 3 semanas, às quintas-feiras à noite, porem não será dado retorno do caso.


Centro Kardecista Apométrico Teresa Dávila
R Olímpio Mourão Filho 64 (casa azul)- Vila São Francisco próximo do Extra-Jaguaré

Atendimento as segundas e quintas a partir das 19:00 h. Chegar até as 20 h para preencher a ficha pois o atendimento começa às 20:15 h impreterivelmente.
Sábado as 10:00 da manhã. Preencher a ficha até as 11:00 h.

Um abraço a todos...

E visitem à comunidade do orkut "Quero saber quem eu sou"... onde é informado o nome de vários psico-terapêutas que podem ajudar muito no caso de Autismo.


Data: 27/4/2006 comentário 47/123

O endereço da comunidade do orkut "Quero saber quem sou" é http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=11181420


Data: 14/5/2006 comentário 48/123


Bom dia,espiritualista em geral ...
QUERO EXPLICITAR QUE TODA INFORMAÇAO APOMETRICA,
seja a TRADICIONAL ou a QUANTICA ...é factual,é
real,é vital... DEFENDER A APOMETRIA É DEFENDER
A RECICLAGEM HOLOPENSENICA DE TODO ESSE LIXO ES-
PIRITUAL QUE está incrustado no PLANETA TERRA...
ESTE LIXO ESPIRITUAL OU EXTRAFISICO deve ser in-
cinerado na LUMINOTERAPIA APOMETRICA para que
a POSTERIDADE fique isenta deste lixo antropico.
E torçamos que O PLANETA X(BARNARD I)venha auxi-
liar-nos nesta RECICLAGEM PLANETARIA...para que
o REINO DE CRISTO MIKAEL DE NEBADON ancore aqui.
OSVANIL LUIZ DE OLIVEIRA (OSVAN)
osvanil.luiz@itelefonica.com.br


Data: 15/9/2006 comentário 49/123

Para que possamos atender melhor os necessitados, informamos que:

O Nome correto é: Fraternidade Espiritual Dr. Lourenço

O Endereço é: Rua Cotoxó, 281 - Perdizes

O atendimento inicial para orientação é pelo telefone 36759159, as quartas-feiras das 9h00 às 12h00. Os atendimentos apométricos agendados são realizados todos os dias de segunda a sexta-feiras das 17h30 às 22h30.

O atendimento à distância pode ser agendado pelo site: www.apometria.com.br.


A Secretaria
Fraternidade Espiritual Dr. Lourenço


Data: 4/10/2006 comentário 50/123

Apenas retificando.

O atendimento à distância pode ser agendado pelo site: www.apometria.com

A Secretaria
Fraternidade Espiritual Dr. Lourenço
Rua Cotoxó, 281


Data: 14/12/2006 comentário 51/123

Gostaria de divulgar o grupo da yahoo sobre a discussão do autismo a luz do espiritismo

Abraços
Margarida

esauluz - pesquisar no yahoo.
es - espiritismo
au-autismo
luz de conhecimento


Data: 24/1/2007 comentário 52/123

tenho uma filha autista de 20 anos. durante aproximadamente seis anos fiz tratamento espiritual com ela em um centro onde atuam medicos terrenos juntamente com medicos do plano espiritual. hoje em dia considero a laila num estagio excelente comparado ao seu estado inicial do autismo. e agradeço a este tratamento.tenho fé e sei que ela ainda vai melhorar muito mais.abraços raquel


Data: 2/2/2007 comentário 53/123

Boa tarde!

Á todos. Que a paz do nosso mestre JESUS possa envolver a todos nós neste momento.Desculpe a minha indelicadeza mas gostaria de saber o que é APOMETRIA e se pode ser feita em pessoas que tem sindrome do pânico, minha mãe tem e precisa passar por uma cirurgia delicada já faz 5 anos que ela vem adiando essa cirurgia toda vez que ela marca a cirurgia a crise ataca e a presão sobe a diabete sobe também e os médicos com medo adiam. Sou espírita ela também mas sinto que preciso fazer algo por ela tive uma vião que me deixou triste se ela não fazer está cirurgia logo irá também retornar logo ao plano espiritual sem conseguir sanar as suas deficiências pois o medo toma conta dela que acha que irá morrer na mesa de cirurgia. Se possível alguém me mande uma resposta meu e-mail é lilian.santiagoa@gmail.com


Data: 1/4/2007 comentário 54/123

Bom Dia!
Sou espírita, graças à Deus, tenho uma filha autista com 21 anos. E também gostaria de saber se apometria é o mesmo que fluidoterapia (passe e orações à distância). Somente esta Doutrina maravilhosa para nos consolar, orientar e entender. Abraço fraterno a todos!
Cris


Data: 2/4/2007 comentário 55/123

Eu só queria que me informassem onde há um casa kardecista mais proximo do meu bairro(butantã). Estou interessado em
participar, mas não sei de nenhum endereço. o meu e-mail é:
claudiodelemos@uol.com.br


Data: 3/4/2007 comentário 56/123

BOA TARDE!


Queridos irmãos, tenho uma sobrinha de 7anos que é autista, que esta necessitando de ajuda, tanto no plano espiritual como em tratamentos com equipe multidisciplinar, por favor quem poder me orientar, informando lugares que possam trata-la, por favor mande e-mail para:hudjane@hotmail.com
importante salientar que a minha amada sobrinha mora em recife-pernambuco, pertinho de olinda-pernambuco.Espero ajuda de todos, um grande abraco e fiquem na paz sempre!!


Data: 12/4/2007 comentário 57/123

Para que possamos continuar atendendo melhor as pessoas que necessitam de atendimentos espirituais, informamos que:

O Nome é: Fraternidade Espiritual Dr. Lourenço

O Endereço é: Rua Cotoxó, 281 - Perdizes

O atendimento inicial para orientação é pelo telefone 36759159, as quartas-feiras das 9h00 às 11h00.

As orientações são realizadas às segundas-feiras das 14h00 às 18h00.

Os atendimentos apométricos agendados são realizados todos os dias de segunda a sexta-feiras das 17h30 às 22h30.

O atendimento à distância pode ser agendado pelo site: www.apometria.com


A Secretaria
Fraternidade Espiritual Dr. Lourenço


Data: 13/4/2007 comentário 58/123

gostaria de saber sobre a sindrome do panico ,se tem cura ,se é espiritual.etc...


Data: 24/4/2007 comentário 59/123

Oi, meu nome é simone e tenho um filhinho de 5 anos que foi diagnosticado com expetro autista. Por favor, preciso de orientação no que tem disponível em Goiania, cidade onde moramos. Eu amo meu filho e só quero que ele seja feliz. Por favor, qualquer orientação é bem vinda. Obrigado a todos. Simone. meu e-mail é simonefcg@hotmail.com


Data: 18/5/2007 comentário 60/123

Sou mãe de um menino de 3 anos que tem caracteristicas do autismo, o dignóstico ainda nao foi fechado pelo neurologista, mas não há como negar tantas evidências...
Esta sendo muito difícil aceitar tal fato, nosso espírito entende, mas nossa mente material/emocional não aceita.
Como este é um site cujas pessoas acreditam no espiritismo, posso lhes contar que evidentemente o ocorrido foi a vontade de Deus, pois tive indícios antes do nascimento de meu filho de que ele seria uma pessoa especial.
Antes de engravidar dele, uns três meses antes, recebi em sonho a visita de duas irmâs e um irmão com o evangelho nas mãos, e conversamos os quatro sobre algo que nunca pude me lembrar quando acordei.Minha irmã disse que me ouviu conversar de madrugada enquanto eu dormia, mas não ouviu sobre o que conversávamos.
Depois quando eu já estava grávida de sete meses, sonhei que já havia ocorrido o parto cesarea, e que meus pontos estavam secos, no entanto quando fui visitar o bebê no berçario, notei que ele estava só e que seu bercinho nao se encaixava no alinhamento normal dos outros, ficava meio de fora.
Na época não entendi esses avisos, mas hoje vendo a situação do meu filho, compreendo do que se tratava, eu ja estava sendo preparada de certa forma para esta realidade.
Sinceramente, nao creio que o fato de uma pesso ter nascido assim seja um karma como retribuição de algo ruim, pois acredito quando reencarnamos mantemos o mesmo nível de evolução de outras vidas,já que só evoluímos quando possuímos um corpo físico, eu sempre fui uma pessoa caridosa e compreensiva desde muito pequena, mais de renunciar do que exigir para si, acho que pensar assim é se culpar duas vezes, por esta vida e pelas outras das quais não nos lembramos, não ajuda.
Antes, talvez, seja necessário compreender o motivo pelo qual um espirito escolheu ter esta experiencia, porque ele nao quer estar nesta dimensão. Eu converso muito com meu filho quando ele pega no sono, no ouvido dele assim que ele dorme, falo pra ele que nao precisa ter medo deste mundo, que eu estou do lado e vou ajudá-lo a enfrentar a vida. Ele tem melhorado bastante com esse tipo de intervenção.
Bom, mas ainda estou apenas começando a caminhar, tem muita jornada pela frente,ingressei meu filho numa terapia de Shantalla para ajuda´-lo a ter consciência corporal, os resultados contarei a voces mais a frente.
Muita força para mim e para todos vocês, vamos precisar...
Fiquem com Deus, e é o que meus amigos espirituais vem me dizendo intuitivamente, cuidem também de vocês, pois se vocês mães e vocês pai estiverem bem e felizes, com certeza os seus filhos também estarão.
A vida continua para todos. E todos nós, autistas ou não, somos perfeitos dentro do propósito para o qual estamos aqui.
Obrigada pelo desabafo.
E se vocês tiverem algumas dicas pra me mandar ou quiserem conversar comigo meu e-mail deixo logo abaixo.


Shalom.


Maria Aparecida, 34 anos, mãe de uma criança autista de 3 anos.

cidabarber@ig.com.br


Data: 16/8/2007 comentário 61/123

Minha filha de 12 anos tem síndrome de Àsperger. Um grau leve de autismo. Desde os 4 anos procuro ajuda psicopedagocia e espírita. Ela frequenta curso de evangelização, faz tramamentos espirituais e converso com ela após adormecer sobre o valor da vida. Digo a ela o quanto é importante ela estar aqui. O quanto é gostoso ela estar encarnada em meio a tanto amor que sentimos por ela.
Ela começou a descortinar o véu do isolamento a partir dos 7 anos. Penso que aos 7 anos ela resolveu "ficar" e viver esta encarnanação mesmo que seja do "seu jeito".
A partir desta idade ela começou a aprender as coisas da vida, raciocinar, dialogar, fazer questionamentos sobre tudo. Não dá prá expressar a sensação de amor e alegria ao ver seu crescimento e a sua trasnformação.
Aos poucos ela está crescendo, aceitando algumas regras que o nosso mundo nos impoe, aprendendo a se relacionar.

Tem uma situação de crise dela que acho importante relatar aqui como experiencia e aprendizado. Ela àz vezes entra em estado sonambúlico e entra em pânico. Outro dia acordei com seus gritos de pavor. Encontrei-a sentada no canto da sala, no escuro, gritando de medo. Levantei, tentei acalma-la. Ela entaõ desmaiou nos meus braços, acordou, teve ansia de vomito, diarreia e taquicardia. Levei-a pra cama, abracei e orei muito. Em poucos minutos acalmou, tomou agua e foi ao banheiro e voltou a dormir. No dia seguinte ela não se lembrava de nada. Apenas que sentiu medo e foi dormir comigo. Aí cheguei a conclusão que durante toda a crise de pânico ela estva no estado sonambúlico. Eu não estou procurando saber se ela foi amedrontada por algum espirito cobrador ou não. O importante é que sempre vamos tratar essas situaçoes com muita calma e amor no coração, pois só o amor cura as dores dos espiritos feridos.
Ivanilde, mãe da Ana Beatriz - Brasília
nilca.mileski@hotmail.com


Data: 17/8/2007 comentário 62/123

Para a simone e seu filhinho de 5 anos...

Entre no site da " Vó da Paloma", ela adaptou a casa dela para tratamento da neta, e implantou um projeto autista no lar ...

Confira...

Um abraço

Cida


Data: 20/9/2007 comentário 63/123


BOM DIA!

ADOREI ESSE SITE DE BATE-PAPOS, SOU PSICÓLOGA E ATUALMENTE ATENDO UMA CRIANÇA AUTISTA DE 4 ANOS EM UMA INSTITUIÇÃO, . ACREDITO NO ESPIRITISMO, MAS NÃO POSSO TRABALHAR COM A CRIANÇA NESSE CAMPO. MAS UMA COISA EU LHES GARANTO, A CRIANÇA AUTISTA QUANDO SENTE QUE É AMADA, QUE ALGUÉM SE INTERESSA POR ELA, DANDO-LHE CARINHO E ATENÇÃO,APESAR DE NÃO DEMONSTRAR NENHUMA REAÇÃO, ELA MELHORA SEU COMPORTAMENTO.
QUANDO W. CHEGOU PARA O MEU ATENDIMENTO,HÁ UM ANO, NAO FAZIA NENHUM CONTATO COMIGO. ERA UMA CRIANÇA AGITADA E HIPERATIVA, AOS POUCOS EU FUI TRABALHANDO COM ELA INDIVIDUALMENTE E HOJE ELA INTERAGE COMIGO E ATÉ MONTA BRINQUEDOS COM PEÇAS DE JOGOS.ELA SABE QUE EU ESTOU ALI, ESCUTA A MINHA VOZ E SENTE MEU CONTATO FÍFICO COM ELE, MAS AINDA EU NÃO CONSEGUI AQUELA TROCA DE OLHARES COM ELE.

ROSÂNGELA ( rosangelahemcydandrea@yahoo.com.br)

ABRAÇOS


Data: 22/12/2007 comentário 64/123

Bom dia,

Bom, de início e chamo Sandra e estou pesquisando para fazer minha monografia sobre autismo e a visão espírita, se alguém puder me ajudar com experiências, relatos e ou bibliografias agradeceria.

Meus contatos são:

sandraeixeira@hotmail.com, sandraeixeira@gmail.com.br, sandraeixeira@yahoo.com.br.


Data: 27/12/2007 comentário 65/123

Fico muito feliz em saber que existem site que possam ajudar as pessoas tirarem suas duvidas em relação a vida espiritual.
Não participo de nenhum grupo espirita, mas gosto de ler muito sobre o assunto.

Cláudia


Data: 26/1/2008 comentário 66/123

Oi gente!meu nome é Thais tenho um filho amado que se chama João´que tem 3 anos.A neuro ainda não fechou o diagnóstico dele,mas tem várias caracteristicas do autismo.Frequentamos o Centro e estou estudando para ajuda-lo tb espiritualmente.João é muito feliz,carinhoso e satis feito de estar entre nós.Vi os depoimentos percebi que muitos relataram q geralmenteos autista não gostariam de terem reencarnado.Essa não é a impressão que joão me passa.Alguem poderia me ajudar com essa dúvida? um grande abraço!FIQUEM EM PAZ.


Data: 14/2/2008 comentário 67/123

Oi queridos amigos! fiquei muito feliz por ter encotrado este site.Sou professora de educação infantil meu nome é sueli e esse ano eu não fui agraciada com um aluno com autismo.ele tem 4 anos estou precisando de ajuda para trabalhar com muito carinho e dedicação gostaria de poder planejar atividades prazerosas e se vocês tiverem algumas dicas pra me mandar eu agradeço do fundo do meu coração.
OBRIGADO!

suelisagas@hortmail.com


Data: 19/2/2008 comentário 68/123

meu nome é roberta e sou mae de gabriel, com tres anos. ele recebeu um diagnostico de transtorno invasivo de desenvolvimento, tratado como um autismo leve. tenho tido muitas duvidas sobre a forma de lidar com o meu filho em relaçao aos ataques de nervosismo, a ausencia da fala, etc. se puderem ajudar, enviem respostas para robertas@mg.trt.gov.br OBRIGADA.


Data: 12/3/2008 comentário 69/123

Data: 12/03/08 Poderia me responder o que significa Apometria na parte da pessoa ser negativa achar que nada para ela da certo.Envie resposta para silveras.@.oi.com.br Agradeço pela sua resposta Mercedes OBRIGADO


Data: 22/3/2008 comentário 70/123

OI PESSOAL O MEU NOME E ADENILCE .TENHO UMA FILHA AUTISTA DE 6 ANOS,ATE ACREDITO QUE O ESPIRITISMO TRAGA MELHORA PARA O AUTISMO.MAS EU CREIO QUE A CURA VEM DO SENHOR JESUS.ELE SIM TEM A CURA POIS TODO AQUELE QUE CRER VERAS A GLORIA DE DEUS.JESUS ABENÇOE A TODOS.


Data: 22/3/2008 comentário 71/123

jesus SIM E O CAMINHO A VERDADE E A VIDA NINGUEM VEM AO PAI SE NAO POR ELE.BEIIIJOOOSS ADENILCE


Data: 13/4/2008 comentário 72/123

ACREDITO SIM EM JESUS.TENHO UMA FILHA AUTISTA DE 6
ANOS MUITO CARINHOSA EMBORA NAO VERBAL.TODOS OS DIAS DOBRO OS MEUS JOELHOS E CLAMO O NOME DE JESUS,POIS NADA PODE PREVALECER AO NOME DE JESUS.E CREIO NA CURA POIS ACURA VEM DE JESUS.A PALAVRA DE DEUS DIZ QUE TODO AQUELE QUE CRER VERAS A GLORIA DE DEUS.EU CREIO E DETERMINO ESSA VITORIA NA VIDA DA ANA CLARA.BEIJOS JESUS ABENÇOE ESSE ESPAÇO E ILUMINE A MENTE DE CADA MAMAE.ADENILCE


Data: 13/5/2008 comentário 73/123

Sou prof em ed especial,faço atendimento pedagógico com crianças autistas e tb espírita.Indico o livro autismo de Herminio c. de miranda,esse livro nos dá maior explicação sobre a visão espírita do autismo,não é um livro que explique as características nem estratégias para se tratar ou trabalhar com autistas,propondo dessa forma ,uma qualidade de vida melhor pra todos esses amores que vieram pra nos ensinar o que é o verdadeiro amor....tania correa teixeira...


Data: 13/5/2008 comentário 74/123

Oimportante é não desistir nunca,pois eles crescem,precisam de atendimento médico,psicomotristas,psicopedagogos,fono etc....tudo isso enriquecido com a biologia do amor.....o comentário 73-73 é meu,e esqueci de deixar email para qualquer ajuda....bauyla@hotmail.com


Data: 6/11/2008 comentário 75/123

Tenho um filho de 5 anos,não foi ainda diagnosticado como autista,mas é quase certo.Têm movimentos repetitivos com as mãos e não fala,apenas solta sons.Gostaria muito de encontrar alguém que passa pela mesma situação ou já passou para entrar em contato comigo e trazer uma luz,pois tenho muita esperança e fé em Jesus e na Providência Divina.andresa_aga@yahoo.com.br


Data: 16/1/2009 comentário 76/123

Irmãos,

Pelos relatos, todos nós estamos tendo contato com crianças/adolescentes que possuem características especiais. Sou espírita, mãe de uma linda menina igualmente muito especial, como toda criança é, e que, segundo diagnóstico médico, tem transtorno evasivo do conhecimento - TID (espectro autista). A dica que dou para os irmãos é nunca perder a fé nas potencialidades dos nossos filhos. Se são diferentes, faz parte da missão deles e, principalmente, da nossa! Acredito que vieram ao mundo para nos ajudar a crescer, embora, a primeira vista, pareça o contrário... Além da fé no nosso Pai, e perseverança no caminho conforme as liçoes do nosso irmão Jesus, acredito que se procurarmos tratamentos outros além dos tradicionais só temos a ganhar. Após pesquisas, estou convencida que o autismo, fora a questão espiritual, está, relacionado à desordem orgânica, e podemos procurar um equilíbrio e melhora do funcionamento do cérebro, das suas sinapses, através da alimentação adequada, sem gluten e caseína. Sugiro a vocês visitem os links abaixo, e estudem sobre o tema. Confiem que vocês obterão êxito, basta não perder a esperança, perserverar, e ter muita disciplina na dieta. Seguem, pois, os referidos endereços eletrônicos:

http://autismoemfoco.googlepages.com/materialparadowloadgratuito2
http://autismoemfoco.googlepages.com/dietasgsc(semglútemesemcaseína)
www.autimismo.com.br
www.autismoinfantil.com.br (neste site, é possível obter informações sobre como realizar, no Brasil, testes de laboratório que os guiarão na dieta e tratamento biométrico).

Dica de médica no RJ- DRA. GEÓRGIA REGINA FONSECA
Av. das Américas, 1155 - Barra
Rio de Janeiro-RJ
Tel.: 2491-3785
Ou
Av. Santa Cruz, 2016 - Realengo
Rio de Janeiro-RJ
Tel.: 3332-4165


Paz para todos,

Shirley (shirley_mmonroy@yahoo.com.br


Data: 1/2/2009 comentário 77/123

Olá , me chamo Andrea, sou fonoaudióloga e espirita. Quando ainda estava terminando a faculdade fiz um estagio em uma escola para excepcionais, onde tratava muitos autistas.
Mas um deles a obsessão era bastante visivel, a quem conhece um pouco da doutrina. Além dos movimentos rotatórios muito exacerbados, ele levava verdadeiros "empurrões", caia e chorava muito, dava para perceber o quanto sofria. Na época , em 89, ele tinha 7 anos. Eu ajudava na alimentação dele que com apenas essa idade precisava de 3 pessoas para alimentá-lo: duas pessoas para segurá-lo, uma na cabeça e outra no corpo e a terceira para dar o alimento.
Resolvi levar o nome dele a um centro espirita através de uma amiga. Foi confirmada a obsessão e começou o meu problema para ajudá-lo pois precisava de algo dele para que pudesse ser desfeito e eu não podia pegar nada, pois como disse era estagiária.
Como eu poderia falar para a familia, a qual nem tinha contato, que procurasse ajuda num centro?
Rezei muito para o anjo de guarda dele e o meu para que o melhor acontecesse. Tive informações , por essa amiga, que o plano espiritual superior o colocaria em contato com um neurologista espirita e que eu saberia sobre ele um dia.
Acabei saindo desse estágio, por não concordar com a forma de trata-los, acabei me desentendendo com a dona dessa escola. Tudo isso se du em menos de 30 dias.
Passado muito tempo, talvez dois anos ou mais, eu estava um dia me preparando para sair de casa para o consultorio quando vi uma reportagem sobre a AMA e parei para assistir. Vi o depoimento de uma mãe dizendo o quanto seu filho tinha melhorado quando passou a estudar lá. Me chamou atenção o nome... A camera de TV mostrou a criança: era meu querido paciente, brincando no escorregador, uma benção!!! Chorei MUITO ao vê-o feliz e ótimo, perto do que um dia vi.
Agradeço DEMAIs ao plano espiritual superior pelo resgate desse anjo.
Que DEus abençoe a todos!
Andrea


Data: 29/3/2009 comentário 78/123

SENHORES, PROCUREM CENTROS DE APOMETRIA, ELES SÃO OS MELHORES PARA TRATAR OS AUTISTAS. PROCUREM LIVROS SOBRE APOMETRIA E NA INTERNET EXISTEM PELOS MENOS 4 GRUPOS QUE OPERAM A DISTÂNCIA. PARA AUTISMO, A MELHOR COISA É A APOMETRIA, SIMPLES PASSES E REZAS PODEM SER BONITAS MAS NÃO VÃO CONSERTAR O PROBLEMA. EU SEI DISSO, POIS UM NÍVEL ESPIRITUAL MEU ( DIGA-SE, UM PEDAÇO DE MEU ESPIRITO, DE UMA VIDA PASSADA) PERMANECIA AUTISTA DESDE A HÁ MUITO TEMPO...
PROCUREM A APOMETRIA...


Data: 2/6/2009 comentário 79/123

Oi!!!!!!!!!
Sou tia do Iago Yazir Cardoso Pessoa,moramos na cidade de Natal-RGN.O Iago é um lindo menino que tem autismo estou estudando muito sobre o assunto,ele tem apenas 6 anos,ele fala muito pouco fica agitado facilmente e morde-se sempre as vezes achamos que é quando ele está feliz,porém não temos certeza.Com relação ao espiritismo acredito que pode existir sim uma força maior,mas não tenho como passar essa minha intuição a mãe do Iago,pois ela pensa diferente,então a mim só me resta fazer minhas orar.Sou Inês Cristina Cardoso Dantas tia do Iago Yazir.Estou aberta a maiores informações sobre o assunto.Um grande abraço a todos.(inescris.santos@hotmail.com)


Data: 8/6/2009 comentário 80/123


Num centro espírita que frequentei há muitos anos, em S.Paulo havia um pequeno abrigo para crianças abandonadas. Num "cercadinho" crescia um menino de uns dez anos, que balançava a cabeça incessantemente, alheio a nós todos. O autismo mal diagnosticado - isso já tem décadas - se confundia com mais debilidades mentais.

O responsável pelo centro, Sr. Avelino, penalizado, como todos pelo sofrimento do menino ali abandonado, teve uma iniciativa curiosa: Dirigiu-se a um outro centro espírita (veja depois o porquê) e corajosamente evocou o espírito do menino que dormia, na Freguesia do Ó, um bairro próximo.

Questionado sobre se queria pedir alguma coisa, se podíamos fazer algo em seu favor, o espírito do menino, ainda conservando alguma dureza na resposta disse: - "Não se preocupem, eu mesmo aceitei vir assim. Não preciso de nada. Logo logo eu deixo vocês em paz ".

De fato, quinze ou vinte dias depois, eis que veio a falecer. O caso só foi contado meio que "por tabela" por terceiros, já que poderia demonstrar alguma desconfiança do Sr. Avelino como os trabalhadores da própria casa. Não era exatamente desconfiança, mas ele queria ter a absoluta confiança de que o relato não seria influenciado pelos que o conheciam.

Do ocorrido que nunca esqueci, pois convivi com os envolvidos, restou-me a certeza que carrego, de que todos estamos envolvidos na vida que temos, assim como com as daqueles que com quem nos relacionamos. A lei da causa e efeito parece ser um evento natural quer a aceitemos ou não. É indiferente às crenças.

As aves feridas na Terra voam como ensina a educadora Nancy Puhlmann
e a nós resta conhecermo-nos a nós mesmos e acolhermo-las em afetuoso ninho !

Luiz Carlos


Data: 10/6/2009 comentário 81/123

DIA 10 06 09
SOU MÃE DE UM AUTISTA DE 21 ANOS E TENHO SOFRIDO MUITO PORQUE ME SINTO IMPOTENTE DIANTE DO SOFRIMENTO DO MEU FIHO.
ELE SENTE DOR FICA MUITO AGITADO GRITA MAS NÃO ENTRA EM NENHUM MEDICO.
JA PASSEI EM VARIOS PSIQUIATRAS DOS REMEDIOS SÓ CONHECI OS EFEITOS COLATERAIS AGORA ESTOU AGUARDANDOA MARCAÇÃO DE UMA TUMOGRAFIA COM SEDAÇÃO .
ELE JA FEZ OUTRAS TUMOGRAFIAS ANTERIORMENTE E NÃO DEU NADA
ELE SENTE MUITA DOR DE CABEÇA.
CADA DIA TEM FICADO MAIS DIFICIL SAIR DE CASA
ELE NÃO ENTRA EM LUGAR NENHUM
GOSTARIA DE SABER SE COM TODOS OS ALTISTAS É ASSIM
PORQUE A MAIOR DOR DO MUNDO É A DOR DA IMPOTENCIA E ME SINTO MUITO SÓ NA MINHA DOR
MEU NOME É SUELY DO MEU FILHO ROGÉRIO


Data: 22/9/2009 comentário 82/123

Sou mãe de uma adolescente diagnosticada com a Sindrome de Asperger (tipo de autista leve). Ela é um doce, fixada em datas, calendários, possui uma audição invejável, contudo, quando era criança, eu e meu marido achavamos que era surda, não tínhamos noção do que ela tinha, não falava, não demonstrava sentimento, não dormia e chorava sem parar, insistia em ficar isolada no quarto ou canto da casa. Após ler muito, chorar muito, porque ela era a primeira filha e diferente de todas, comecçou a falar aos 5 anos e com frases curtas e sem nexo algum, tudo que dizia era na 3ª pessoa, parecia não existia(a mãe dela, o sapato dela, era assim que pedia as coisas). Sozinhos, descobrimos os motivos dos constante choros, ela sofria quando algo era modificado na casa ou em sua rotina, a simples troca dos lençois da cama era motivo para o sofrimento. Aos poucos fomos lidando com isso, modificando o caminho da escola, trocando várias vezes os objetos no quarto, falando baixo e devagar, abraçando mais, falando que a amávamos várias vezes. Aquela criança arredia foi dando lugar a uma flor que aos poucos foi desabrochando. Hoje, se não contarmos ninguém nota a diferença. Procuramos nunca deixá-la de fora de qualquer programa familiar, seja vendo um filme, um bate papo na mesa. Procurei modificar os habitos familiares. Hoje, fazemos tudo junto, almoçamos, vemos televisão, etc. Conselho de quem sofreu e aprendeu, não finja que o problema não existe, encare de frente. O meu docinho, como costumo chamá-la é uma adolescente carismática, carinhosa, adora abraços, já desenvolve diálogos, alguns lógicos outros não, sei que estou no caminho certo, tanto que outras mães já me procuraram procurando ajuda. Ainda não consigo lidar com os amigos da escola, que as vezes são crueis e não a querem perto. Confesso que me sinto impotente por não estar por perto o tempo todo, sei que ela não sabe se defender das piadas, das brincadeiras de mal gosto. Sei também que isso passará, como todas as fases difíceis. Tenho fé, porque aprendi que Deus me deu uma pedra preciosa, que deverá ser cuidadosamente lapidada com o amor familiar.
Essa é um pouco da minha estória. Mei nome é Joelma, resido em Uberaba. Caso queiram contactar para troca de experiências, meu email é joe.fonseca@ig.com.br


Data: 27/9/2009 comentário 83/123


Olá, sou Clotildes, evangelizadora em Porto Alegre/RS - e recebemos uma criança autista, na casa espírita que participo.
Gostaria de receber sugestões de materiais, e informações sobre este trabalho de amor que irei iniciar.
Amor e Paz!


Data: 3/10/2009 comentário 84/123

Sou mãe de um menino de 4 anos diagnosticado autista de auto funcionamento. Estou atualmente muito envolvida na questão da "inclusão social" e por isso tenho um questionário que trata justamente sobre o assunto autismo. Gostaria muito da participação das famílias com filhos autistas. Ficaria muito grata em poder enviar o questionário para aqueles que puderem respondê-lo. Meu e-mail é yukie_br2004@yahoo.com.br Aguardo seu contato para envio do questionário. Um abraço fraterno.


Data: 6/1/2010 comentário 85/123

solicito vosso apoio em disponibilizar atendimento apometrico à distancia para mim.


carlos amaral da costa
endereço: rua augusto ruschi , 11, bairro parque residencial laranjeiras , serra , ES

idade , 50 anos ( 24 de abril de 1959)
nascido em santana do livramento , RS

problemas visuais , de pele , cansaço fisico , problemas musculares , dores de cabeça.
sinto que existem forças que lutam contra minha felicidade sentimental e tentam me levar ao insucesso profiissional e finaceiro,
isso tudo gera muita dificuldade de relacionamento com a esposa e muitos atritos e discussões.

solicito vossa ajuda

não sou , logicamente , autista , mas posto nesse endereço meu pedido por não ter o endereço eletronico do centro espirita apometrico teresa dávila .
peço o obsequio de encaminhar meu pedido , por caridade.


Data: 15/1/2010 comentário 86/123

Sou mãe de uma menina de 3 anos e meio, que há aprox. seis meses foi diagnosticada com sinais sugestivos de transtorno invasivo de desenvolvimento (provável síndrome de asperger). Atualmente ela só está fazendo sessões com a fonoaudiológa, tem melhorado um pouco, mas percebo que ela não quer falar, não quer se comunicar, gostaria de saber o que faço (ou que tipo de terapias devo procurar) para despertar esse interesse nela.
Outro ponto importante: ela não quer se alimentar, só toma leite, iogurte e come bolachas, maçã e pipoca. O que faço?
Simone (smurad@bol.com.br)


Data: 20/2/2010 comentário 87/123

Olá, tenho um filho de 3 anos e 9 meses. Acho que ele tem autismo, pois, só fala algumas palavras, se joga no chão e bate a cabeça,não entende tudo o que agente fala. Ele brinca com outras crianças, é muito inteligente e organizado com brincadeiras, mas, não cuida dos briquedos e sim, os quebra. Não saimos para os lugares, pois, ele dá trabalho. Meu e-mail é (paula_oliveira2009@hotmail.com)


Data: 20/2/2010 comentário 88/123

Resposta Comentário 88

Falar poucas palavras pode ser autismo, mas também pode não ser.
Se jogar no chão também pode não ser autismo, e pode ser só birra mesmo.
Voces não saem para os lugares.... voces estão justamente fazendo o que não deveriam fazer.
Voces tem sim de sair, irem a todos os lugares, claro, com alguma restrição e escolha.
Voces vão, se é um lugar que ele gosta, quando ele der birra, voce o pegam e voltam p/ casa, sem muita discussão ou argumentação, porque nesses momentos de birra não adianta tentar conversar.
Com o tempo a birra vai parando, ele vai percebendo que toda vez que ele dá birra, voces voltam p/ casa, ele perde aquele momento de laser que gosta.
Trabalhar esse comportamento impróprio, vai ficando difícil ma mendida em que ele vai crescendo.

Não é fácil, já passei por isso, mas não é impossível de resolver. Essas birras não são coisa de autistas, são de criança mesmo.

Eduardo HCS


Data: 28/4/2010 comentário 89/123

Boa noite a todos,
Sou espírita há mais de 10 anos e, hoje, vejo como as coisas que acontecem conosco não são em vão. Tudo tem uma relação intríseca por mais que achemos que não.
Minha irmã adquiriu uma enfermidade espiritual e, eu e minha mãe, procuramos um centro espírita para ajudá-la. Tempos depois, ela teve grande melhora e com o sucesso continuamos a frequentar o centro espírita até hoje. Há quase três anos, fui pai de um menininho lindo. Há alguns meses, recebi o diagnóstico de autismo para ele. Não posso relatar aqui o tamanho da dor que eu e a mãe dele sentimos. Graças ao espiritismo, pude entender o que aconteceu mas a mãe dele não. Ela não aceita, não se conforma. Ela chora e se culpa pois eu tenho outras duas filhas de outros casamentos que não são autistas. E o pior é que tenho que ser forte, não posso demonstrar o meu sentimento na frente dele pois alguém tem que ser forte nessa hora para poder confortá-la nessa dor.


Data: 12/6/2010 comentário 90/123

Caros irmàos e amigos. Como fiquei feliz ao ler todos os seus comrentários! As informacões dos familiares de criancas autistas? Estas enriqueceram o assunto.
Somos de um grupo espírita que optou por aplicar em seus trabalhos mediúnicos a modalidade do desdobramento induzido, tanto para os médiuns, quanto para os pacientes, estejam eles presentes ou ausentes, se é que, salvo impedimentos, prefere-se que o paciente esteja presente.
Certa vez tivemos uma paciente autista (diagnosticada), com sete anos de idade; era filha de uma família evangélica; a mãe, apreensiva com a situação da filha, permitiu (depois da sugestão de um médico espírita) a abertura da frequência vibratótória da criança, no grupo espírita.
A criança foi tratada a distância, nunca a vimos pessoalmente, já que a mãe tinha receios de que a igreja dela soubesse, Ela foi vista, em corpo astral, á beira de um penhasco, olhando o a imensidão do planeta, silenciosa, olhar fixo, se balançando ritimadamente. O médium, desdobrado, procurou manter contato verbal com ela; ela ouvia mas não esboçava nenhuma reação; na segunda abordagem se levantou daquele lugar e nos acompanhou de vota pra casa, sem nada dizer mas se noutou que ela assimilou a doutrinação ä sua alma em rebeldia. Ato contínuo, a mãe, depois de dizer que notou melhora no comportamento da filha, pediu que não mais queria o tratamento.
Hoje, acabamos de atender uma moça, terapeuta ocupacional, que apresenta sinais de lapsos de memória, desligamento da realidade nos momentos mais importantes dos seus relacionamentos (profissionais e outros) e pediu tratamento para um "sentimento de insignificância" passou a sentir, justamente pelo fato de não conseguir participar dos assuntos, em igualdade com os demais participantes. Ela tem 24 anos de idade.
Sem ao menos sonhar o que poderia ser, tivemos a informaáção espiritual que ela ainda tem resquicios de situação autista vivida na vida próxima e que é possível o seu desaparecimento total nesta encarnação. Foram, no entanto, sugeridos exercícios para minimizar os efeitos. E, (pasmem) um desses exercícios foi a prática na bricadeira do "CAÇA PALAVRAS".
Esperamos ter contribuído com o assunto.

Milton


Data: 12/6/2010 comentário 91/123

Caros irmàos e amigos. Como fiquei feliz ao ler todos os seus comrentários! As informacões dos familiares de criancas autistas? Estas enriqueceram o assunto.
Somos de um grupo espírita que optou por aplicar em seus trabalhos mediúnicos a modalidade do desdobramento induzido, tanto para os médiuns, quanto para os pacientes, estejam eles presentes ou ausentes, se é que, salvo impedimentos, prefere-se que o paciente esteja presente.
Certa vez tivemos uma paciente autista (diagnosticada), com sete anos de idade; era filha de uma família evangélica; a mãe, apreensiva com a situação da filha, permitiu (depois da sugestão de um médico espírita) a abertura da frequência vibratótória da criança, no grupo espírita.
A criança foi tratada a distância, nunca a vimos pessoalmente, já que a mãe tinha receios de que a igreja dela soubesse, Ela foi vista, em corpo astral, á beira de um penhasco, olhando o a imensidão do planeta, silenciosa, olhar fixo, se balançando ritimadamente. O médium, desdobrado, procurou manter contato verbal com ela; ela ouvia mas não esboçava nenhuma reação; na segunda abordagem se levantou daquele lugar e nos acompanhou de vota pra casa, sem nada dizer mas se noutou que ela assimilou a doutrinação ä sua alma em rebeldia. Ato contínuo, a mãe, depois de dizer que notou melhora no comportamento da filha, pediu que não mais queria o tratamento.
Hoje, acabamos de atender uma moça, terapeuta ocupacional, que apresenta sinais de lapsos de memória, desligamento da realidade nos momentos mais importantes dos seus relacionamentos (profissionais e outros) e pediu tratamento para um "sentimento de insignificância" passou a sentir, justamente pelo fato de não conseguir participar dos assuntos, em igualdade com os demais participantes. Ela tem 24 anos de idade.
Sem ao menos sonhar o que poderia ser, tivemos a informaáção espiritual que ela ainda tem resquicios de situação autista vivida na vida próxima e que é possível o seu desaparecimento total nesta encarnação. Foram, no entanto, sugeridos exercícios para minimizar os efeitos. E, (pasmem) um desses exercícios foi a prática na bricadeira do "CAÇA PALAVRAS".
Esperamos ter contribuído com o assunto.

Milton


Data: 14/9/2010 comentário 92/123

tem um filho autista ele tem 19 ano e e chamado de felype cavalcante bilio

A coisa que eu mais queria nesta vida e cura do meu filho a qual eu não acredido na cura deste
porisso pesso ajuda.

Eu acredido que ele veio assim para mudar e não para ser mudado

por isso pesso a sua ajunda

o meu Email e evandobilio@hotmail.com


Data: 14/9/2010 comentário 93/123

conferencia de data

Felype cavalcante bilio meu filho tem e 10 anos


Data: 20/9/2010 comentário 94/123

Gostaria de saber como fazer p/ uma cirurgia a distância,fico no aguardo.


Data: 9/12/2010 comentário 95/123

Bilio, umas aulinhas de português caem bem.


Data: 12/12/2010 comentário 96/123

OLÁ,TENHO UM FILHO DE 4 ANOS EALGUMAS CARACTERISTICAS DELE NOS LEVA AS VEZES PENSAR QUE ELE POSSA TER AUTISMO ELE NÃO FALA NADA MAS ENTENDE TUDO QUE FALAMOS, É MUITO ESPERTO E ALEGRE INTERAGE MUITO BEM COM OUTRAS CRIANÇAS.MAS AS VEZES SE AFASTA E PREFERE BRINCAR SOZINHO AS VEZES TEM CRISES DE RAIVA E QUEBRA OS BRINQUEDOS,DA COM A CABEÇA NAS PAREDES E GRITA ELE NÃO TEM DIAGNÓSTICO DE AUTISMO AINDA MAS TENHO PROCURADO SABER MAIS SOBRE O ASUNTO.
CREIO EM DEUS E SEI QUE TUDO ESTA NAS SUAS MÃOS.AMO MUITO O MEU FILHO E FAREI TUDO QUE ESTIVER AO MEU ALCANSE PARA QUE ELE SEJA FELIZ COM OU SEM AUTISMO.


Data: 19/12/2010 comentário 97/123

Vivemos num planeta considerado HOSPITAL ESCOLA, então tudo o que nos acontece faz parte do nosso processo de crescimento intelectual e moral. Precisamos colocar em prática o principal ensinamento de Jesus: AMAI-VOS UNS AOS OUTROS COMO EU VOS AMEI!
Às vezes somos submetidos a experiências que nos parecem insuportáveis, mas a ninguém é dado
um fardo maior que sua capacidade de carregar. É necessário acreditar que fazemos parte de um Grande Plano Superior, e seguir em frente com coragem e confiança, sabendo que não estamos sós, que Deus está nos protegendo.
Um abraço fraterno.
Iracema


Data: 5/1/2011 comentário 98/123

ola, me chamo Vanessa e faz um tempinho que reparei nas atitudes estranhas do meu filho FELIPE, levei meu filho para a neuropediatra que o encaminhou para exames específicos, e , apesar de ainda nao-diagnosticado, ele apresenta todo o comportamento de um autista, assim como gritar, chorar sem motivo ou ri sem motivo, nao se comunica e nem interage com outras pessoas, nao apresenta interesse em brincadeiras ou brinquedos e gosta de ficar sozinho. Nao me resta duvida quanto à sua condiçao de autista, mas pra quem leu esse meu comentario, e tem um filho ou familiar autista, deixo o nome de um livro feito por uma pscologa que nos faz entender um pouco sobre esse mundo desconhecido: DIB´S EM BUSCA DE SI MESMO. OBRIGADA, fiquem todos com Deus. "Eu espero pelo dia em que voce sorrira para mim, porque tenho notado como as pessoas me olham, apesar de eu nao ter feito nada de errado"...


Data: 7/1/2011 comentário 99/123

OLA,me chamo tatiana e tenho um filho de 4 anos que e autista o nome dele é PAULO EDUARDO,ele adora NOSSA SENHORA DE NAZÁRE não sei como explicar isso desde piqueno ele identifica ela em qualquer lugar que ele ver,ele adora santos EA IMAGEM DE DEUS,tem camisas escritas com de DEUS não sei como mas ele pedi e botas as dus mãozinhas e faz que ta rezando como explicar isso.acredito muito no espiritismo e gostaria de uma ajuda sobre esse assunto como devo agir com meu filho desde já agradeço.


Data: 20/1/2011 comentário 100/123

Olá, tenho um lindo menino que é AUTISTA. Sou evangélica e pesquiso tudo sobre AUTISMO. Um grande beijo no coração de todos vocês, e que Deus continue abençoando a todos nós.
Edna Coimbra (Vovó do Nathan Naum, oito anos, AUTISTA).


Data: 11/3/2011 comentário 101/123

Ola meu nome e Elaine mãe de um adolescente autista de 16 anos.Para mim foi muito dificil o diagnostico,pois eu cuido dele sozinha e uma barra!O humor dele tem muitas alteraçoes as vezes muito agressivo as vezes muito carinhoso mas sempre grudado em mim.Acredito muito no espiritismo e gostaria de me comunicar com quem entendesse desse assunto.Preciso de ajuda!As vezes me da vontade de sumir,mas,quando paro e penso ja viu.Por favor algum medium entre em contato comigo preciso entender mais sobre o assunto.O nome dele e VINICIUS RODRIGUES TOME.Nasceu dia 16 12 1994 em Eunapolis na Bahia.Desde ja agradeço.


Data: 11/3/2011 comentário 102/123

Sou do VINICIUS RODRIGUES TOME e esqueci de colocar meu contato. elainerocha68@yahoo.com.tel2799366245


Data: 19/3/2011 comentário 103/123

Ola pessoal,

ja se passaram 4 anos desde quando postei meu comentário neste espaço

Meu filho na época tinha tres anos e seu diagnostico girava em torno da sindrome de asperger,que foi confirmado.

Hoje ele tem sete anos, está na turma da segunda série, já lê, escreve em letra de forma, realiza continhas de soma e subtração, está ainda atrasado em relação à sua turma, mas ele ainda chega lá. Hoje ele fala pelos cotovelos, pergunta tudo, é uma criança alegre, embora muitas vezes prefira ficar isolado jogando o seu video game. Há um ano atrás eu o coloquei para fazer aulas de musicalização e de piano, ele também dificuldades motoras para tocar, mas ele gosta muito e não quer desistir. Posso dizer que hoje, após 4 anos, ela está praticamente normal, o que ainda não consegui muita melhora foi quanto a falta da noção de perigo. Devo toda essa melhora ao trabalho conjunto da escola,psicóloga e da fonoaudiologa, e claro todo o apoio da minha família, pois crio ele sem o pai.


Dei este testemunho para dizer a vocês que acreditem na melhora de seus filhos, pois no início quando meu filho tinha 3 anos já para quatro, os olhos dele ainda estavam distantes, parecia que ele vivia em outro mundo, não tinha a comunicação verbal,somente a ecolalia, usava fraldas, gritava muito, minha mãe me falava que parecia que ele tinha um sofrimento muito grande dentro dele. A fono me diz que a recuperação é caso de se levar para congresso e a psicóloga me disse que ele saiu do quadro do isolamento do autismo, mas ainda precisam ser trabalhadas com ele ainda questões relativas à linguagem, a linguaguem abstrata das figuras,
e dos códigos sociais de comportamento porque ele ainda é muito inconveniente.

Deus realmente me abençoou e as minhas terapeutas me dizem eu ajudei muito nesse processo...
Eu me lembro de quando ele ainda vivia na escuridão do autismo, eu levava ele para o parquinho e fazia tudo por ele, escorregava ele, balançava ele, passava a mãozinha dele nas plantas, na água, na areia para ele fazer contato com a vida. Eu me lembro também que quando ele pegava algum objeto eu o tomava da mão dele e o fazia repetir o nome daquele objeto, do contrário eu não o devolvia, minha mãe falava que eu estava judiando do menino e eu falava que não, que estava forçando a comunicação dele. Hoje nem parece que já passei por tudo, é claro que tenho mais caminhos a percorrer, mas a fase mais difícil eu já enfrentei.

Segue da história da vida dele, segundo relato dele mesmo, construída em terapia com a fonoaudiologa:

" ARTHUR O FILME - A HISTÓRIA DO ARTHUR."

O ARTHUR NASCEU EM 11 DE MARÇO DE 2004 NO HOSPITAL CARLOS CHAGAS.
ELE ERA MUITO PEQUENO E AINDA NÃO CONHECIA A MARI.(A FONO)
ERA UM BEBEZINHO PEQUENININHO. ELE GOSTAVA DE DORMIR NO BERÇO E TOMAR MAMADEIRA.ELE CHORAVA UM POUQUINHO PORQUE ESTAVA COM FOME E SÓ PODIA TOMAR LEITE BRANCO.OS BEBES NÃO PODIAM TOMAR LEITE COM CHOCOLATE.
A MÃE DELE ERA UMA LUZ,ELA ERA MÁGICA, MAS AGORA ELA É APENAS A MÃE DO ARTHUR. ELA ERA UM ANJO E SER TORNOU A MÃE DO ARTHUR.DEUS FEZ A MÁGICA DE TORNAR O ANJO EM MAMÃE CIDA.
O ARTHUR NÃO SABIA ENGATINHAR, MAS DEPOIS APRENDEU. A MAMÃE CIDA ERA UMA CRIANÇA, MAS ELA CRESCEU QUANDO O ARTHUR COMEÇOU A ANDAR.
O ARTHUR APRENDEU A ANDAR.ELA ANDAVA OLHANDO PARA O CHÃO E FALAVA " iiiiiiiiiiiii", DEPOIS FALAVA SÓ " iibatom - iibatom" . O ARTHUR SABIA FALAR UM POUQUINHO E DEPOIS ELE CRESCEU UM POUCO E CONHECEU A MARI E APRENDEU A FALAR UM MONTÃO. A MARIA É A FONO E FEZ A MÁGICA DE ENSINAR O ARTHUR A LER E A ESCREVER.

.......

A MAMÃE É MUITO LEGAL. ELA FAZ MUITAS COISAS E VAI AO SHOPPING COM O ARTHUR. JESUS FEZ A MÁGICA DA VIDA E FEZ A VIDA DA CIDA. JESUS COLOCOU O ARTHUR NA VIDA DA CIDA. ANTES O ARTHUR SÓ MORAVA NO CÉU, ELE MORAVA NO MUNDO ESPIRITUAL.


.....

O ARTHUR É UM MENINO LEGAL E RADICAL. ELE É MUITO FELIZ. INTELIGENTE, ANIMADO E NÃO FICA DOENTE. ELE É MUITO CONTAGIANTE
E BONITO.

O ARTHUR GOSTA MUITO DE PASTÉIS DE VENTO.
NA CASA DO ARTHUR TEM UMA REGRA ESPECIAL: DIVIDIR AS COISAS, COMER TODA A COMIDA, DORMIR SEMPRE DE NOITE, ACORDAR SEMPRE DE DIA, OBEDECER A MAMÃE E PASSEAR SÓ QUANDO PUDER."

A terapeuta ficou muito emocionada com a produção do Arthur nós em casa também, principalmente quando ele fala que é "feliz."


Agradeço as profissionais que cuidaram e ainda continuam com o tratamento do meu filho, a minha familia, e principalmente a Deus.

Meu muito obrigado.

Maria Aparecida.


Data: 11/4/2011 comentário 104/123

Olá Maria Aparecida que testemunho maravilhoso,meu nome é Marcele tenho um sobrinho lindo de 3 aninhos que tem sindrome de west e autismo imagino o que passou pois e muito triste ver uma criança querer falar querer brincar como as outras e não conseguir.

Hoje pela manhã recebi uma ligação da minha irmã me perguntando o que eu achava dela procurar tratamentos espirituais para o Ryan,achei ótimo e logo fui para o computador ver o que eu encontrava sobre o assunto e encontrei o seu depoimento!!!!!!!!!!!!!!QUE COISA MARAVILHOSA.


Data: 22/4/2011 comentário 105/123

OI MEU NOME E ADRIANA SOU MAE DA MYRELLA ELA TEM 19 ANOS E AUTISTA E COMO SEMPRE FALO E UM ANJO DE VERDADE QUE DEUS ME DEU .DESDE QUE ELA NASCEU FOI SEMPRE MUITO AMADA POR MIM CONVERSO COM ELA O TEMPO TODO ELA ME ENTENDE POREM AS VEZES FINGE NAO ENTENDER NADA ELA E LINDA A LUZ DA MINHA VIDA .FREQUENTO UM CENTRO ESPIRITA(kadec)ELA PARTICIPA DOS ESTUDOS TOMA OS PASSES E MELHOROU MUITO DEPOIS DISSO AGRADEÇO A DEUS E A ESPIRITUALIDADE QUE SEMPRE ME INTUIRAM PARA O CAMINHO CERTO AGRADEÇO TAMBEM A CLAUDIA (POFESSORA DO CURSO)QUE MESMO MINHA FILHA NAO FALANDO NEM SENDO ALFABETIZADA A ACEITOU COM MUITO AMOR AMO MINHA ANJINHA E SEI QUE VEIO PARA ME ENSINAR MUITAS COISAS PRINCIPALMENTE O AMOR .QUE DEUS ABENÇOE A TODOS.


Data: 14/9/2011 comentário 106/123

Filhos especiais são para pais,muito especiais.E uma doação de amor.

elisete weber

Se quiser se comunicar:marceloweberferreira@hotmail.com


Data: 1/10/2011 comentário 107/123

Meu nome é Anelice, achei lindo,porém um pouco tristonho os demais depoimentos que li sobre o AUTISMO.Tenho uma amiga por nome Geise que tem 2 filhos autistas já de 4 e 6 aninhos e um bebê de um ano esperando o diagnótisco para saber se o mais novinho também vai ser autista.Desde o conhecimento com Geise, de vez em quando acompanho os assuntos sobre AUTISMO.E para melhor entender os que têm à sua frente pessoas com esse diagnóstico,procuro sempre presquisar para se um dia precisar ajudar alguém que eu esteja à altura.Abraços para todos os pais e familiares e que continuem sempre atrás de novidades e que os estudiosos descubram coisas boas para ajudar as pessoas AUTISTAS.


Data: 1/10/2011 comentário 108/123

Olá a todos!
Meu nome é Carlos. Atualmente, moro no Rio, mas, daqui a alguns meses, voltarei a morar em São Paulo.
Fiquei bastante emocionado com os depoimentos que li neste espaço. Interesso-me por autismo há um bom tempo. Não sei exatamente a causa do meu interesse, mas desconfio que fui autista em vidas passadas. Pretendo voltar a trabalhar com Apometria em São Paulo, integrando-me a uma casa e, futuramente, formar um grupo para atendimento e estudo. Quero fazer pesquisas envolvendo Autismo e Apometria. Acredito que a Apometria é uma ferramenta valiosíssima no tratamento de inúmeras enfermidades da alma e certamente tem muito a oferecer aos portadores dessa síndrome enigmática e ainda tão pouco estudada.
Parabenizo a todos os pais, educadores e profissionais que lidam com espíritos nessa condição. O amor ainda é o principal requisito a ser utilizado em todos os tratamentos.
Sei que ainda vou ser pai de uma criança autista, pois assim decidi. Estou me preparando para esse dia, com muita fé e alegria no coração.
Gostaria de conhecer e manter contato com pais de autistas e portadores da Síndrome de Asperger. Meu e-mail é carlos7vnzl@gmail.com
Que Deus e os nossos queridos Guias iluminem a nossa jornada hoje e sempre!

Abraços
CARLOS.


Data: 5/10/2011 comentário 109/123

Chamo-me Ivone, adotei um filho autista com três anos e meio, hoje está com 23anos. Por querer deixá-lo numa vida melhor quando eu partir para o infinito, ajudei à montar uma Associação de Pais de Autistas e logo a seguir, uma Escola Especial que viesse realmente fazer a diferença na vida deles. Já corri mundo como e onde pude, para procurar apoio e esclarecimentos, já chorei muito e me desesperei muitas vêzes. Sofri tudo o que as mães sofrem na mesma situação. Dirijo a Unidade Escolar que ajudei a fundar, há 07 anos. Começamos com sete alunos e estamos hoje, com 67 educandos. Todos Autistas e alguns com mais algumas síndromes correlatas. É uma barra mas, também é muito gratificante verificar as mudanças que correm neles.A luta por autistas é profunda, sómente se obtem resultados quando aceitamos eles como são e tentamos ajudá-los com muito amor, acreditando sempre na potencialidade de cada um, pois todos a tem.Sempre haverá altos e baixos, momentos crueis e momentos felizes como tudo na vida. Aluta e o empenho são maiores mas, os resultados por mais simples que sejam, têm uma dimensão maior que o normal pois nos fazem crer que com limites, amor e persistência nada é impossível.Um abraço em Cristo para todos. Ivone M. Borges, Içara, SC. E-mail: ivonedaama@hotmail.com.


Data: 5/10/2011 comentário 110/123

Olá, meu nome é Rose, tenho um filho de 2 anos e 5 meses, faz um ano que percebemos nele alguns sintomas de autismo, ontem a neuro confirmou. To perdida, mas quero e vou em busca de muita orientação para ajudá-lo,
Gostaria que me indicassem livros que falem sobre o autismo. Sou espirita e quero começar a levar ele tbm comigo acredito que só vai fazer bem!
Abraços e muita Luz!! Meu email é: nanny.fpr@hotmail.com, quem puder entrar em contato para trocar experiencia agradeço.


Data: 16/10/2011 comentário 111/123

Olá, pessoal. Sou Idavania, mãe de Luiz Eduardo, de 5 anos, que foi diagnosticado com TID e tb tem Paralisia cerebral. Estou feliz em encontrar as mensagens de vocês e me sinto confortada pelos depoimentos e experiências de tantos pais.
Dudu, como o chamamos, não fala, anda com ajuda e aos poucos foi aceitando ficar nesse nosso mundo conosco. Antes ele não queria, preferia não estar vivo a ter uma vida que o privaria de coisas importantes, como falar e andas, pro exemplo. Sabemos disso por meio de trabalhos mediúnicos nos quais pudemos tomar contato com os motivos dessa encarnação ser dessa maneira.
Dudu hoje é um menininho feliz, já mantém contato visual por tempos cada vez maiores, gosta de brincar com seus objetos preferidos, de passear, de andar de carro, de assistir o Cocoricó, entre muitas outras coisas. E está aprendendo a usar comunicação alternativa e estamos entusiarmado com seus progressos.
Não temos certeza de nada quanto ao seu futuro, mas sabemos que ele veio para ser muito amado, pois não há quem o encontre que não lhe sorria, que não o olhe com carinho e muitas vezes lhe abençoam e dizem palavras de amor e incentivo.
Por isso somos gratos, pois sabemos que ele tem muita necessidade de amor, de aprender a aceitar o amor das pessoas e ver que o mundo e a vida podem ser muito gratificantes e positivos, que não é preciso deixar de viver, de sorrir, de estar em contato som outras pessoas e que vale a pena estarmos juntos.
Que Deus abençoe você todos, pais como nós, que têm a possibilidade de receber em seus corações espíritos tão queridos e tão corajosos.
Abraços
Idavania Basso, de Florianópolis/SC


Data: 19/10/2011 comentário 112/123

Somos seres criados para sermos perfeitos e felizes, mas por causa dos nossos erros e imperfeições,voltamos a este planeta escola para aprendermos a amar, perdoar e conviver com aqueles que um dia ofendemos e magoamos, aprendendo e colocando em prática o apelo de Nosso Senhor Jesus:Amai-vos uns aos outros, como eu vos amei.Então seremos felizes, pois nos comportaremos como verdadeiros irmãos.



Data: 25/10/2011 comentário 113/123

Ola, Meu nome é Rodrigo, sou de Porto Alegre Rs, tenho uma filha de 4 anos. Desde o nascimento ela vem passando por inumeras dificuldades, nasceu com hipoglicemia, hipoxia, cnvulsionou e ficou na UTI 42 dias. Com o passar do tempo notamos o atraso no seu desenvolvimento físico e mental/conginitivo. Ja fizemos dezenas de exames geneticos e nunca achamos diagnóstico. Ela nao fala, nao caminha, tem muito pouco interesse por objetos, usa as mãos muito pouco, mas quando nao quer alguma coisa sabe afastar, para pegar algo do seu interesse é muito dificil. Tem otima comunicação visual, adora os familiares proximos. Ha uma ano foi diagnosticado espectro autista. Portanto ela tem caracteristicas autistas e de paralisia cerebral. Ha alguns meses começamos a frequentar um centro espirita, ja fizemos um atendimento a distancia para ela mas tenho muito interesse em aprofundar, lendo um livro com uma historia parecdia com a dela de uma criança autista que melhorou muito com atendimentos espirituais uma luz se abriu no meu caminho, passei a entender o estado dela sob outro enfoque, me acalmei, mas ainda temos uma longa caminhada. Se alguem souber indicar um neuro espirita aqui em Porto Alegre agradeço, se quisere trocar informações meu email é:
rodrigo@rodidec.com.br
Abraço a todos...


Data: 29/11/2011 comentário 114/123

Boa Tarde

meu filho não tem diagnostico fechado de autismo,mas e diferente
o amo muito, mas esta ficando muito dificil a procura de tratamento
de resposta me ajudem
por favor.
mail,irenehalvez@hotmail.com


Data: 1/12/2011 comentário 115/123

Oi Irene!!! Vc mora onde?


Data: 1/12/2011 comentário 116/123

Boa Tarde!!
Alguém sabe dizer de algum caso de criança que foi diagnosticada com TID e que saiu do espectro??? Uma criança que inicia o tratamento com fono e psicologa perto de completar 2 anos, tem chances de reverter este quadro - TID-SOE??

Muito obrigada!


Data: 3/12/2011 comentário 117/123

Queridos irmãos,
Em 2006 quando coloquei meu filho Gustavo na escola é que começamos a perceber algo de diferente nele, fui aconselhada a levar a fono, e após algumas seções me pediu que levasse a um psiquiatra que não conseguia fechar o quadro dele como sendo Autismo, pois ele tinha comportamento hora de uma criança normal, hora de um autista, fiz ressonância magnética e o BERA, tudo normal. A psiquiatra passou Tegretol, me recusei a dar, segui meu coração, tinha que averiguar a parte espiritual, quem diagnosticou meu filho foi o espirito do Dr. André Luiz, realmente meu filho tinha a doença instalada no perispírito, ainda não tinha fecundado na carne. Conforme orientação do Dr. André continuei com a fono, psicomotricista e psicopedagoga e paralelamente comecei um tratamento espiritual, florais, em 2 meses ele teve uma evolução tremenda, em 3 anos fez também 3 cirurgias espiritual, com muita paciência, amor e fé consegui resgatar meu filho, ele não tem mais a doença. Hoje ele está indo para o 4º ano do ensino fundamental, e certo que sua concentração é pequena, mais estamos trabalhando para ele chegar a maturidade, foi como se ele tivesse parado no tempo. Em 2009 descobri o que desencadeou esta doença nele. A 7 vidas passadas ele perdeu uma tia muito querida, e dai então tudo aconteceu, sei também que fomos escolhidos porque a espiritualidade sabia que teríamos perseverança, paciência, amor e fé para cuidar dele. Nunca usou remédio controlado, só homeopatia e florais. Estou escrevendo um livro sobre a história dele, a fim de poder ajudar outras pessoas, pois até os 7 anos muitos casos pode ser resgatados.
Espero que possa dar luz aqueles que procuram.
Meu e-mail é roriz45@gmail.com


Data: 24/7/2012 comentário 118/123

OI MEU NOME É VIVIAN, SOU MÃE DE UM ANJO SEM ASAS CHAMADO LUCAS, DE 3 ANOS. ELE FOI DIAGNOSTICADO COM AUTISO A POUCO TEMPO. É UMA CRIANÇA MUITO ALEGRE MAS NÃO FALA E NÃO INTERAGEM COM OUTRAS CRIANÇAS. ESTOU A PROCURA DE TRATAMENTO ESPIRITUAL. POR FAVOR QUEM PUDER ME AJUDAR MORO NO RS. REGIÃO DA GRANDE PORTO ALEGRE. MEU E MAIL , magremista@yahoo.com.br


Data: 30/7/2012 comentário 119/123

Oi Vivian, procure um centro espírito perto de vc ou em sua cidade e eles irão lhe orientar melhor. O que vc pode começar a fazer é toda vez que ele dormir, vc aproveitar para falar o quanto vc o ama e o quanto vc é feliz por tê-lo presente em sua vida. Tudo dará certo. Boa sorte!


Data: 28/10/2012 comentário 120/123

sou Beatriz mae de Tiago com 18 anos AUTISTA tenho muita treisteza mais acredito que JESUS tem uma razao para isso, tenho paciençia e FE tudo passa.DEUS sabe a hora


Data: 30/10/2012 comentário 121/123

Mães anjos especiais indicadas pelo nosso Pai Celestial para esta ajuda a estes irmãos necessitados de ajuda para a evolução não só dele como de nosso planeta. Sou espirita e estudo a doutrina participo dos trabalhos dom Centro Espirita André Luiz em Olinda Pe. e estou pesquisando a respeito de Autismo depois que meu neto Cauã de 4 anos me disse que tem um coleguinha ESPECIAL, de quem ele gosta muito. Procuro livros a respeito do Autismo, ja tendo anotado alguns, e pretendo chegar a mãe deste amjinho.
Não sei sua religião, mas sei da sua dor e de seu amor,
Que Deus me ajude nesta missão que ela me ouça e que seus guias espirituais lhes orientem
maurao1937@gmail.com Paz e LUz


Data: 20/2/2013 comentário 122/123

Eu engravidei e tinha abor, será que ele não queria encarnarehoje ao ler esses comentários pude entender um pouco sou espirita faço tramento em nós dois , mas estou um pouco sem ir agora eu vou porquew o meu gde amorDANIELvai fazer 5 anos agora em março e o que mais dificulta é que n~zo fala e tem crises de nervosismo e eu me preocupo qdo ele crescer o pai dele nos abandonou quando sob era complicado demais ´p, ele´aí entrei em depressão pois não conhecia até então essa sindrome ´meu sonho sempre foi ser mãe e como sou espirita e amq a doutrina eu sempre" pedia para algum amiguinho especial me aceitasse como mãe e assim aconteceu pois esse é o amor verdadeiro da minha vida,ela não teria sentido sem o meu amor minha luz que me dá forças para continuarm.....andréa e daniel amor eterno que assim seja assim será eu sou muito feliz com meu filhotinho. Não tenho endereço eletronico .mas se qizerem conversar sob os nossos amores desta vida me enviem cartas rod.Baldicero filomeno,6716 ribeirão da ilha florianópolis santa catarina cep 88064-002


Data: 28/4/2013 comentário 123/123

bom dia acho muito bonito o que voceis fazem só naõ consigo maecar uma entrevista voceis só tem um telefone e só um dia só um horario a gente liga e naõ consegue só ´dá oculpado equando naõ esta oculpado toca e ninguem atende toca até ~cair a ligaçaõ e depois dá oculpado de novo tenho uma filha esquizofrenia e minha amiga com filho depedente quimico e estamos tentado marcar duas estrevista a um mês e naõ estamos conseguindo por favor mme ajudem pq só agora que eu fiquei sabendo de voceis que fazem tratamento de opometria me daõ uma luz para eu consequira marcar uma entrevista um abraço Léia. me manda uma resposta meu sa_leamaria@hotmail.com


Faça o seu comentário

Para validação, copie a palavra AUTISMO, exatamente como está escrita, no campo a seguir:









Esta página foi construída em 19/09/99, última atualização 20/03/2009.
Créditos: Eduardo Henrique Corrêa da Silva