AUTISMO
DISCUSSÕES E COMENTÁRIOS
Inicio | Temas

Alimentacao, Dificuldades


Data: 4/3/2002 comentário 1/69

Meu filho tem 3 anos , e estou tendo muita dificuldade em alimenta'-lo. Quando ele quer, come de tudo, verduras, peixes, frutas, mas quando poe na cabeca que so quer comer carne, nao poe nada que nao seja carne na boca. Se fosse por um dia, tudo bem, mas o problema e' que fica 1 semana ou mais. Quando cisma que e arroz, ja' nao quer mais nem ver a carne, como se odiasse carne. Imaginei que se ficasse com fome, comeria , e nao dei a ele ,por ex, o arroz. Estava morrendo de fome, mas ficou sem comer 2 dias nadinha. Estou preocupada muito com a saude dele, e nao sei mais o que fazer. Se alguem tiver uma ajuda, estarei grata. TINA


Data: 6/3/2002 comentário 2/69

Tina

mEU FILHO rODRIGO TEM 11 ANOS e passou dos 4 anos aos 9 anos, comendo somente : café com leite , pão e manteiga, bolacha recheada e chocolate.Teve anemia com 6 anos .
Até hoje com muito custo de vez em quando come maça, arroz com caldo feijão escondido por baixo, salsicha e claro cafe com leite e pãp com manteiga.

Estopu dizendo isso pelo seguinte, já falei com médico na época e eles só me pediram pra não ficar angustiada e acompanhar só pra ele não pegar outra anemia. E acompanhar o desenvolvimento físico dele. Como ele crescia e se desenvolvia dentro do esperado pra idade, me disseram pra não preocupar-me.
Aliás tenho um sobrinho que só come miojo. Minha cunhada está tão alucinada que estão todos na terapia.
Mas resumindo peça ajuda do pediatra e não entre em pânico é muito pior pra ele inclusive.
Espero ter aliviado suas atenções.
Telma Argolo
mãe do Rodrigo - 11anos -


Data: 6/3/2002 comentário 3/69

Minha filha Evelyn, hoje com 17 anos é uma adolescente normal e típica, quando menina, era terrível dar-lhe de comer, Mesmo depois de crescida um pouco, era um problema.A irmã comia de tudo e bem, ela chegou a ter problema de crecimento aos 4 anos.Um dia enchi o saco de terapias, psicólogos etc e simplesmente não lhe dei nada.Era noite de sexta feira, ela só foi comer no domingo a noite, inclusive só comeu cenouras ( motivo da briga).Nunca mais deu problema.O Erick, autista não verbal, 9 anos, come de tudo, até papel.Uma época teve crises de não querer nada, minha empregada é muito durona e fez que não se incomodava, não oferecia nada e comia na frente dele.No dia seguinte ele voltou a comer de tudo, isto foi há cinco anos.Toda a criança autista ou não, usa a comida como poderosa arma, percebem rapidamente que com isto nos manipulam, tem atenção etc.Toda mãe fica desesperada com o filho que não come.Passam anos e a história sempre se repete.
Lucy Santos


Data: 7/3/2002 comentário 4/69

TELMA e LUCY
Obrigada pelos comentarios. Acho que eu estou mesmo um pouco em panico, sem saber o que fazer. Acho que devo pensar que e' apenas uma fase dificil, assim como toda crianca da' trabalho, seja ela autista ou nao. Moro no Japao e fiquei sabendo que meu filho e' autista a pouco tempo. O medico que estou levando ele me disse que ele tem que aprender a comer na marra, e como demonstracao, seguraram ele e colocaram um pedaco de cenoura na boca dele e nao o largaram ate que ele engolisse. Fiquei meio traumatizada. Tentei fazer em casa tambem , como foi me dito, mas ele comecou a ficar muito estressado ( eu tambem ). Foi ai que encontrei essa pagina na internet. Acho que vou procurar um outro medico, pois esse me disse que todo mundo faz dessa maneira.
Mais uma vez obrigada pela forca. Tirou um peso enorme da minha cabeca.
TINA


Data: 13/10/2003 comentário 5/69

Meu filho se chama Caio e tem hoje 7 anos, é um lindo menino. Quando bebê e ainda pequeno entre um e dois anos e meio, comia muito bem, nunca gostou de frutas. Depois desta fase tive que trocar de empregada e aí foi o caus, ele não aceitava comer comida (arroz, feijão, carne, verduras e etc) comigo de jeito nenhum, comia biscoitos, queijo e suco e ainda duas mamadeiras, uma de manhã e uma de noite, pois eu achava que assim pelo menos ele estaria alimentado. Passamos alguns meses assim, até que um dia ele passou a se alimentar sozinho e come de tudo. Um dia eu fui à escola para vê-lo almoçar, porque eu não acreditava que ele estava comendo sozinho e de tudo, e aí fui surpreendida com a cena dele "almoçando sozinho e comendo tudo". Portanto, não se preocupe Tina, é só uma fase que a gente infelizmente acha que não vai passar, mas passa, siga em frente. Cláudia


Data: 25/7/2004 comentário 6/69

DATA 25/07/2004
GIOVANI
Meu filho hoje, com 5 anos só come papinha de verduras e as compradas, come panetone,biscoito,suco de laranja e pão de forma, não consigo com que ele como mais nada.


Data: 14/2/2005 comentário 7/69

Tenho um filho que tambem e autista e gosta miuto de chocolate,cafe,pao.


Data: 14/2/2005 comentário 8/69

Tenho um filho que tambem e autista e gosta miuto de chocolate,cafe,pao.


Data: 23/2/2005 comentário 9/69

Meu filho de cinco anos, autista, sempre que gostava de um tipo de comida, só queria comer aquilo e eu deixava. Perdendo a oportunidade de conhecer outros alimentos.
Hoje em dia quando ele gosta de alguma limito ele comer uma vez por semana as preferência e deixo com fome até comer o que está sendo oferecido, as vezes dá certo, às vezes não.
Mas, um pouco de tudo ele come.
Espero ter ajudado, e gritos ñ matam, eu aprendi que é preciso ser dura, choro longe dele, explico qdo ele está mais calmo.
Sheila


Data: 3/4/2005 comentário 10/69

OI,MEU FILHO TEM 8 ANOS DE IDADE,ANTES ESTAVA SE ALIMENTANDO MUITO BEM E AGORA ELE NÃO ESTA COMENDO,TENHO QUE AS VEZES FORÇA-LO.SEM CONTAR QUE ESTA FAZENDO SUAS NECESSIDADES NA CALÇA,E NUMA NOITE NÃO DURMIU ESTOU ASSUSTADA POIS ELE ERA MUITO APEGADO COM SEU PAI E HOJE NÃO DA ATENÇAO,ELE VEM TBEM TENDO ATITUDES DO TIPO:
ANDAR EM CIRCULOS,
FICAR QUIETO SEM DIZER UMA SÓ PALAVRA,E ANTES ELE ERA AGITADO E BRINCAVA,CORRIA,FALAVA COMIGO.
PEÇO POR FAVOR AJUDA!
OBRIGADA
ASS:ELIS REGINA


Data: 5/4/2005 comentário 11/69

Elis Regina

Em primeiro lugar, procure ter certeza de que ele não está com nenhum outro problema, além do autismo, já que ele não lhe dirá.

Problemas de alimentação e preferências extremas são muito comuns. Tem algo haver com problemas sensoriais. Se possível procure um centro de terapia ocupacional, geralmente UNIVERSIDADES têm um serviço assim ( a UFMG tem), para avaliar os problemas sensoriais do seu filho. Se voce conseguir detectar as áreas mais comprometidas sensorialmente certamente a abordagem fica mais fácil.
Por último, entre para uma lista de discussão para estar trocando ideias com outro pais, profissionais e autistas.

Eduardo HCS - Pais Alexandre, 10 anos - Sete Lagos/MG
E-mail: eduardohcs@ig.com.br
www.autismo-br.com.br


Data: 19/5/2005 comentário 12/69

Um bom dia para todos,

Vivo aqui nos Estados Unidos e estamos vivendo um problema com nosso filho de 2 anos e 10 meses, que embora nao formalmente diagnosticado tem sintomas de autismo.
Existe uma corrente aqui nos EUA que pratica o que eles chamam de Dieta GFCF(gluten free, casein free) que significa tirar da dieta da criança os derivados do leite e os produtos de farinha de trigo, que contem gluten.
A explicaçao para isso é que esses proteinas quando metabolizadas nos intestinos se assemelham a proteinas derivadas do Opio(heroina, morfina....), e se acumulam no sistema nervoso, provocando algum dos sintomas observados em crianças com autismo. As crianças passam a preferir alimentos que contem essas substancias pois é como se elas estivessem viciadas, muitas crianças nos depoimentos acima vivem de pao, macarrao, leite, biscoitos....
Essa dieta sem derivados do leite e gluten tem dado resultados excepcionais em muitas crianças. Muitas delas até desenvolvem linguagem dentro de algumas semanas.
Vale a pena tentar é muito simples e talvez salve sua criança.
Nosso filho está a 4 semanas sem consumir derivados do leite, pode-se começar simplesmente retirando o leite nas primeiras semanas, e notamos uma melhora incrivel em sua atençao, coisas como sentar na cadeirinha do carro(ele tinha que ser posto na marra e amarrado)ele nas ultimas semanas entra no carro e se senta sozinho, ataques de malcriaçao diminuiram, deita e dorme sozinho.
se alguem quiser saber mais detalhes, westmia@bellsouth.net
Um grande abraço,

Alberto.


Data: 2/6/2005 comentário 13/69

Olá,

Sou mãe de uma menina linda chamada Ana Beatriz, até um ano de idade ela comia de tudo, depois disso , já não queria comer feijão , nem nenhum tipo de carne, frutas então nem pensar .... Hoje ela está com 3 anos e 3 meses, e continua do mesmo jeito , só come arroz com ovo e pure de batata com cenoura, as vezes aceita um macarrao com molho ao sugo ou branco, quando tento dar carne para ela ela tem ansias de vomito e para de comer qualquer coisa, ou seja a hora das refeições é realmente uma luta a cada dia, será mesmo que vai passar?
Alguem já passou por isso ?
façam algum comentario, quem sabe passa essa minha neura!
Grata
Ana Carolina


Data: 4/6/2005 comentário 14/69

o Alexandre sempre foi grande e forte, sempre teve uma aversão a coisas à base de ovo, não come pudim,acho que por causa da consistência, adora brigadeiro, mas morria de nojo de pegar nele, que teve que vencer para comer. No primeiro semestre de 1997, sua alimentação era bem difícil. Não comia quase nada no almoço, além de usar as mãos diretamente na comida, para come-la, limpava as mãos no cabelo .... Aceitávamos porque ainda achávamos normal para a idade. Acho que ele logo percebeu esse desconto e se aproveitou bastante. Um belo dia, quando estava entrando na cozinha para o almoço me deparei com uma cena que me chocou e que foi a gota final. O Alexandre estava comendo no prato, levando a boca, nem a mão estava usando. A partir desse dia, nas duas semanas que se seguiram, me encarreguei de eu mesmo cuidar do almoço dele. Cheguei a ficar olhando para a cara dele coisa de 1 hora , até ele ceder. Não deixava ele pegar nada com a mão, até a batata frita tinha que ser com a colher. O trabalho valeu , hoje ele come sozinho, praticamente de tudo, com suas preferências, usando garfo e faca. Hoje percebo que algumas coisas que ele não come são questões sensoriais, e que realmente não descem mesmo, e se descer acabam se transformando em vômito, voluntário ou não.
Ana Carolina, se voce vai tomar alguma providência, a idade é esta em que ele está. Sugiro, antes de qualquer providência, voce faça uma avaliação sensorial da sua filha, para saber em que áreas voce deve fazer a integração sensorial. Faze-la comer, expô-la ao estímulo é um tipo de integração sensorial, mas deve ser medida para não produzir um efeito contrário.

Eduardo HCS


Data: 12/7/2005 comentário 15/69

Sou mâe de Ângelo e Augusto, gêmeos, de 24 anos. Desde os 6 (seis) anos almoçam peito de frango com arroz, lancham biscoitos sempre da mesma marca, com água, e jantam mingau de farinha láctea, mucilon e neston. Nada mais que isso. E tem mais: O peito de frango tem que ser feito em casa, com o mesmo tempêro e arrumado no prato do mesmo jeito todos os dias. Se nâo for assim, não comem.
Luci Natal RN.


Data: 27/7/2005 comentário 16/69

Sou Maria Luiza, mãe de um autista de 18 anos, Felipe, que apresenta problemas intestinais, pois não controla o intestino. Ele tem boa saúde, pois não toma remédio nenhum.
A alimentação dele é sempre a mesma, com poucas variações:
macarrão, arroz, caldo de feijão, biscoito creme cracker, biscoito passatempo, mingau de fubá, adora um azeite (mas evito),adora uma batata frita, suco de laranja, coca-cola e toma muita água, adora também um bolinho de arroz que faço especialmente para ele, que ele chama de coxinha, adora pipoca mas acho que faz mal a ele. Como ele não gosta de carne, ovos e leite, faço o bolinho de arroz com leite, ovo,
2 colheres de farinha de mandioca(para prender um pouco o intestino), farinha de trigo, alho espremido e sem sal, porque ele adora sal e como sei que ele vai usar o saleiro evito o sal na massa. Como ele não toma vitaminas, coloco-as no caldo de feijão (complexo B, ácido fólico, ferro). De vez em quando cozinho no feijão pedaços de músculo e bato no liquidificador, é a forma que encontrei para ele ingerir a proteína da carne. Quando não, cozinho a carne e coloco todo o caldo no feijão ou no molho do macarrão. Felipe gosta muito de café na xícara, mas dá somente uma bicadinha enquanto o café está quente. Gostaria de receber outras dietas porque a dele eu desenvolve com a convivência diária.
Maria Luiza. Boa noite.


Data: 17/10/2005 comentário 17/69

Meu nome é Jacimar e meu filho que completa três anos em novembro apresenta quadro com algumas características autistas. Ele come razoavelmente bem. O problema é que ele não bebe água e não gosta muito de suco,bebe apenas água tônica e adora coca-cola que eu evito.MOro no Rio de Janeiro e queria lelá-vo a uma médico que conhecesse a dieta de restrição de glúten e caseína para autistas, pois queremos fazer a dieta sob a orientação de um especialista no assunto.Quem tiver conhecimento sobre esse tratamento no Rio, ou no Brasil, por favor entre em contato.


Data: 18/2/2006 comentário 18/69

Jacimar, meu filho completa 3 anos em maio/2006. Gostaria de trocar informações com crianças da mesma idade ou próxima, e, que apresentam quadro e carecteristica de autismo. Moro no Rio e gostaria muito de conversar com pessoas que como eu tenham dúvidas sobre o assunto.


Data: 18/2/2006 comentário 19/69

Sobre o comentário 19/19.
Já estou fazendo a dieta sem glúten e sem lactose desde novembro de 2005, e meu filho toma as medicações homeopáticas prescritas pela doutora Geórgia (pediatra homeopata que tem uma filha autista de seis anos). Os resultados no comportamento ainda são muito pequenos, mas percebemos que meu filho presta um pouco mais de atenção e repete umas cinco palavras que antes não repetia.Quanto à parte intestinal, a melhora foi muito grande (fezes normais).As infecções de ouvido e garganta não se repetiram, parece-nos que sua imunidade está melhor, além de ter engordado. Também foi matriculado em uma escola especializada em autista e problemas de comportamento chamada Ann Sullivan, no Engehno Novo, estuda lá duas vezes por semana e na escola regular três vezes.Para contato deixo o meu email:jacimarsouza@terra.com.br


Data: 6/5/2006 comentário 20/69

Temos duas filhas, uma com 2 anos de idade e outra com 5. sempre fizemos mamadeiras sem açúcar e nunca compramos doces, balas e outras guloseimas. Não deixamos sem fome. Almoçam e jantam naturalmente, principalmente folhagens (couve, brócolis, espinafre, etc.). Quando como doces, balas, etc. é quando vão a um aniversário. Lembrete: sempre que possível, já vão às festas após ao jantar, mesmo que não seja no horário da refeição. Concluíndo: não fazemos muito a vontade delas.
Jorge e Inez


Data: 16/7/2006 comentário 21/69

Minha filha, Amanda, de 7 anos, foi diagnosticada como Síndrome de Asperger. Ela tem o hábito de se alimentar bem, porém como em demasia, sem controlar a quantidade que está colocando na boca, chegando a engasgar muitas vezes. Tenho que ficar controlando, quando ela está se alimentando, ou então, quando ela está numa festinha, pois ela não consegue se controlar sozinha. Não sabemos mais como fazer para que ela entenda que comer assim, rápido demais, e engolindo sem mastigar, pode acabar trazendo enormes prejuízos à saúde. A ansiedade dela é tão grande, que ela não consegue se controlar. Quando toma ansiolíticos, o efeito é contrário (ou seja, fica ainda mais ansiosa). O que realmente ajuda ? Nossa experiência pessoal nos mostrou que quanto mais calmo a gente for com a criança que tem autismo, ou sindr. asperger, mais a gente poderá ter de retorno positivo. Variar cardápios, enfeitá-los, e até fazer pique-niques ao ar livre.... vale de tudo para que ela interaja e se solte para a vida. Use a criatividade também. Cristina e Hari


Data: 16/7/2006 comentário 22/69

Minha filha, Amanda, de 7 anos, foi diagnosticada como Síndrome de Asperger. Ela tem o hábito de se alimentar bem, porém come em demasia, sem controlar a quantidade que está colocando na boca, chegando a engasgar muitas vezes. Tenho que ficar controlando, quando ela está se alimentando, ou então, quando ela está numa festinha, pois ela não consegue se controlar sozinha. Não sabemos mais como fazer para que ela entenda que comer assim, rápido demais, e engolindo sem mastigar, pode acabar trazendo enormes prejuízos à saúde. A ansiedade dela é tão grande, que ela não consegue se controlar. Quando toma ansiolíticos, o efeito é contrário (ou seja, fica ainda mais ansiosa). O que realmente ajuda ? Nossa experiência pessoal nos mostrou que quanto mais calmo a gente for com a criança que tem autismo, ou sindr. asperger, mais a gente poderá ter de retorno positivo. Variar cardápios, enfeitá-los, e até fazer pique-niques ao ar livre.... vale de tudo para que ela interaja e se solte para a vida. Use a criatividade também. Cristina e Hari


Data: 24/2/2007 comentário 23/69

Olá !
Me chamo Maria, estou com muita angústia pois meu filho de dois anos est´s práticamente vivendo do leite, não consigo fazer ele comer legumes, feijão, refeições normais, para crianças dessa idade. Tem dois anos, pesa 11kg,já temtei mudar os cardápios mas não adiantou, tenho que estar sempre em alerta com anemia, por ele ter nascido prematuro.

Maria


Data: 31/7/2007 comentário 24/69

ola maria

meu filho tem 2 anos e 4 meses e está passando por essa fase de nao querer comor nada!alias na hora do almoço ou janta, só quer comer miojo com feijão, então para nao deixa-lo sem comor nada acabo cedendo.coloco sempre beterraba e couve no feijao, e carne tambem.faça uma tentativa, ás vezes quem sabe ele goste. abç


Data: 8/8/2007 comentário 25/69

Boa noite,

meu nome é Rosane. Tenho um filho, que é a coisa mais amada do mundo, é um verdadeiro anjo, mas ele e eu sofremos muito porque em setembro ele fará 7 anos e não consegue comer nada de comida de sal. Sua alimentação resume-se a frutas (maça/banana/morango/laranja/bergamota/abacaxi) a iogurtes, pão integral ou branco mas somente com goiabada, leite com nescau, alguns salgados, alguns biscoitos doces.
(salsinha/ovo, arroz/feijão/massa nunca esperimentou).
O pediatra diz ser normal, mas seguidamente ele sente dores estomacais e vomita.
Se alguém souber de algum especialista que trata este problema preciso de ajuda. Sou de Poa/RS
meu e-mail: rosane@pampa.com.br


Data: 12/9/2007 comentário 26/69

Oi!
Tenho uma filha de 2anos e 9meses que nunca experimentou arroz,feijão,massas e carne vermelha,ela faz ansia apenas por sentir o cheiro,quando era menor pensamos que com o tempo passaria mas nada adiantou,a pediatra diz ser normal mas me preocupo muito com isso,pois ela já esta com quase 3anos e nada mudou. Se alguem tiver alguma sugestão ou souber de algum especialista que possa ajudar à resolver o problema entre em contato por favor.
le@vivax.com.br


Data: 10/10/2007 comentário 27/69

Data: 10/10/2007

Tenho um filho de 18 anos, diagnosticado como autista, a sua alimentação é normal, mas verifiquei que quando ele come banana, biscoito recheado de chocolate o seu comportamento piora bastante, ele fica agitado e repetindo várias vezes. Gostaria de se alguma pessoa estiver passando pelo mesmo problema entrasse em contato comigo, pelo meu email: sfeiras@hotmail. com


Data: 24/1/2008 comentário 28/69

OLA,
TENHO UMA FILHA DE 3 E UM MES DE IDADE, E SUPER AGITADA ,MAS PARA COMER ,NAO COME QUASE NADA. ELA ESTA NO ASPECTRUM DO ALTISMO, POIS FALAVA E AGORA SO APONTA.
DESCOBRIR UM REMEDIO CHAMADO THREELAC E GOSTARIA DE DIVIDIR COM VOCES. E SOBRE CANDIDA QUE FICA DEPOSITADA NO ORGANISMO, E VAI CRESCENDO E SE TORNA ALGO QUE DEVE TRATAR , PRINCIPALMENTE NOS AUTISTAS QUE TEM A IMUNIDADE BAIXA.
THREELAC, PESQUISEM E JAPONES E ESTA A VENDA NO ESTADOS UNIDOS.\ WWW.CANDIDASUPPORT.COM
TUDA DARA CERTO, ACREDITEM.


Data: 8/2/2008 comentário 29/69

Olá,
Meu filho tem 9 anos de desde que tinha 02 anos parou de comer comida de sal e ficou até os 05, depois voltou a comer somente sopa de feijão, arroz, carne e legumes porém tem que ser batida no mix, não sei até quando isso pode durar.
Já fez um ano de psicóloga nada mudou, peço uma orientação, meu e-mail joanapbc@terra.com.br
Obrigada.


Data: 8/2/2008 comentário 30/69

Olá,
Meu filho tem 9 anos, desde que tinha 02 anos parou de comer comida de sal e ficou até os 05, depois voltou a comer somente sopa de feijão, arroz, carne e legumes porém tem que ser batida no mix, não sei até quando isso pode durar.
Já fez um ano de psicóloga nada mudou, peço uma orientação, meu e-mail joanapbc@terra.com.br
Obrigada.


Data: 21/2/2008 comentário 31/69


Olá !
Meu filho acabou de completar 5 anos e tem caracteristicas de autista, até os três anos de idade ele só se alimentava de leite e iogurte e vivia doente,com sinusite ou estomatite. Foi quando eu o levei em uma pediatra que me disse que era para eu tirar o leite de vaca, pois o leite prolifera catarro, abaixa a imunidade e tira o paladar. Pensei que fosse ser muito difícil. Mas quando substituí para leite de soja ele começou a comer de tudo...primeiramente ele só comia sopa liquidificada, comecei a colocar um grãozinho de arroz, ele cospia, mas insistí, quando ele começou a aceitar, eu comecei a colocar mais, passei para comida amassada, hoje em dia ele come de tudo. Todas verduras,carnes, etc. Mas até hoje ele não come doce, pão, ou qualquer alimento que tenha que puxar com a boca. Ele está começando a mastigar agora, mas para mim isto já foi uma vitória.

meu email flaviacq@terra.com.br
obrigada.


Data: 25/2/2008 comentário 32/69

Tenho uma filha de 5 anos que se alimentava muito bem.Comia de tudo!De repente só quer batatas e fica só querendo isto durante semanas.Batata e milho verde!Estou tão preocupada!!!Ela já vai fazer seis anos e pesa 16 quilos!Tem microcefalia,atraso no desenvolvimento e caracteristicas de autista.Me sinto praticamente sozinha para entendê-la e cuidar dela.Mas tenho certeza que vai dar tudo certo,porque ela é a razão da minha vida!!!


Data: 14/3/2008 comentário 33/69

Olá,

Eu também me sentia muito só! Até que uma amgiga me falou sobre um programa chamado son-rise, Ele é simplesmente fantástico entre no site www.inspiradospeloautismo.com.br. Aqui em Brasília teve um workshop e eu aprendi bastante. Olha estas crianças são maravilhosas e são muito mais forte que podemos imaginar.


Data: 22/3/2008 comentário 34/69

oi pessoal.tenho uma filha autista de 6
anos,o nome dela e ana clara.ela come de tudo o dia todo se deixar.tento controlar as vezes se torna facil mas,quando esta muito anciosa fica mais dificil.nessas horas procuro dar coisas mais nutritivas.agora eu entendo que o autista e assim mesmo.procuro ficar tranquila pois um dia tudo passa.eles ganham manias muito rapido.beijos adenilce .


Data: 25/3/2008 comentário 35/69

Oi queridas mamães como eu, que fiquem em pânico,
só Jesus
sabe que Deus tem me dado sabedoria, meu filho tem dois anos e seis meses e quem cuidou dele até hoje foi minha mãe, dando sopa de miojo com legumes, ela só faltava colocar fogo na casa para ele se alimentar e eu já não tenho esta paciência
então o que faço, coloco frutas na mamadeira, bato maça, banana, cenoura uma de cada vez claro, até cara ou inhame há coloquei e dou para ele tomar, criei a pizza caseira, com pão de forma sem casca bem fininha, bato o molho com tomate e todos os legumes ou vario para ele não enjoar coloco uma fatia bem fina de queijo e levo no formo, realmente nós mães temos que pedir muita sabedoria para sermos criativas, comprei um monte de suco de soja, e guardo a caixinha faço sucos caseiros e colocou na caixinha para ele pensar que é o suco que ele gosta, Deus irá dar no nome de Jesus muita sabedoria á vocês, dentro de cada idade de cada criança, pois sabemos que quanto maior mais dificil de enganar mas Deus irá dar esta sabedoria á vocês, pois Deus usa das coisas loucas para confundir as sábias, minhas queridas, eu pouco ascesso este site, entrei nele por acaso, pois estou olha só procurando fazer batatas com legumes para fritar, pois ele as vezês somente come batatas fritas hehehe e assim vai a vida, outra coisa escolinha, é maravilha eles vêem as crianças comendo e tem vontade ou querem competir, se vocês quiserem continuar a falar comigo, mande no meu e-mail marcia.miguel@superig.com.br e nos falamos grande beijo de mãe carinhoso em vocês que Deus as abençoe


Data: 29/3/2008 comentário 36/69

meu filho de 7 anos nao come comida de sal ,nem frutas,nem verduras.a comida dele e ; arroz branco e batatinhas fritas e ele tem anemia. algums pediatras dizem para eu nao me preocupar mas eu me preocupo e muito,e sempre dou estimulantes de apetite pra ele; mesmo assim; nao vejo resultado. por favor me ajude.obrigado;ligia; rio g do sul


Data: 16/4/2008 comentário 37/69

Olá,

Realmente é desesperador, eu já passei isso com o meu filho,só que ele só tomava leite de vaca e não comia nada, ele vivia doente. No caso dele eu troquei o leite de vaca, pelo de soja, assim ele foi variando o paladar. Mas não comia nada sem ser liquidificado, então começei por um grão de arroz no resto da sopa, mas mesmo assim ele cospia,mas eu não desisti. quem sabe você não faça o caminho inverso? coloque um cisco de verdurinha, mas um cisco mesmo só para molhar a faca ou garfo e vai aumentando aos poucos, assim ele irá se acosutmar com o gosto da verdura. Não coloque um pedaço grande, não,coloque um pedaçao quase que imperceptível para ele. depois de uma semana, aumente este cisco até virar um pedaço....

boa sorte e muita paciencia.


Data: 23/4/2008 comentário 38/69

Olá

Tenho um filho com 4 anos, com autismo moderado, gostaria de ter informações de algumas mães, com relação a higiêne, estou com muitas dificuldades com meu filho na hora de cortar as unhas e cabelos, ele fica muito nervoso, ao ponto de querer morder a gente. Existe alguma tecnica para diminuir este nervoso?

Grata
vanilda
e-mail: vanilda@markaseguros.com.br


Data: 23/5/2008 comentário 39/69

é engraçado esses comentarios que essas crianças autistas não comam tenho um filho que é autista tem sete anos e come de tudo so que tem refluxo so de liquido ele é bem agitado quando esta com fome tem mania de bater a cabeça na parede tenho que estar com tudo pronto para ele se passou da hora meu deus ele fica muito bravo.


Data: 23/5/2008 comentário 40/69

nossa eu como mãe de uma menina autista e de 4 anos e meio leio aqui que todas as mães procuram fazer os filhos comerem o q nós mães queremos por saber q é o melhor para eles, mas temos que ter limites tb e procurar entendê-los e trabalhar com eles lentamente e conversar bastante mostrando sempre uma comida com algo q ele tb goste. Nós q somos adultos tb não comemos certas coisas e hj respeito cada dia de minha filha. Atualmente ela não come nd, eu deixo até ela pedir ou as vezes nem pede mas eu coloco a sua frente e deixo ali até ela ir na busca e beliscar, mas se é comida tem q ser td na temperatura dela e td bem separadinho onde ela aponta o q ela quer q eu ddê e eu repito o q é aquilo q ela apontou para procurar associar o q vê com q ela deve falar. Assim vou intercalando, dou o q ela quer e não deixo de oferecer o q eu quero q ela como, mesmo q ela não coma dou a cada 3 a 3 horas algo assim ela come várias vezes ao dia mas de td um pouco e tb as vezes deixo com fome até pedir e dou o q eu quero pq aí ela tá com bastante fome, mas feijão,verduras, frutas, sucos naturais não consigo fazer ela comer. QTO MAIS VC FICAR TENSA MENOS ELA VAI COMER, AS VEZES VC SE DESLIGANDO AÍ Q VEM A SURPRESA DELES PEDIREM, NÃO PRESTA FICAR MUITO EM CIMA MAS SEI Q FICAMOS ALI ESPERANDO PRA VER COMER COMO SE FOSSE A GENTE SATISFEITA...RELAXA E DE LIMITES TB AS VEZES VC ACREDITA Q ELES NÃO ENTENDAM? VC Q TÁ SENDO ENGANADA...ELES SABEM Q CONSEGUEM O Q QUEREM, SENTEM SUA FRAGILIDADE, MAS NÃO SUFOQUE TODA HORA EM CIMA.
mINHA FILHA COME TD DIA AS MESMAS COISAS : bolo nega maluca, morango com açucar, milho,salgado muito dificil mas eu ofereço sempre e testo até eu ver q ficou mto tempo sem comer dou o q ela quer, acredito q uma hora ela vai enjoar daquela repetição de cardápio e assim vai pulando pra um pão e fica mais uma semana nisso depois é outra coisa e mais uma semana só nisso e sussecivamente.
beijos se não fico aqui só falando dela pq eu me mato tb e digo pra vcs relaxarem? quem diria eu ...isso é td normal, mãe é mãe quer sempre o melhor o amor q vai vencer td, faça sempre com amor q td fluirá,mas não desista, persista vc vai ver q vai valer a pena um dia e terás a vitória mamães aí vc vai se preocupar de dizer q come demais...boa sorte a tds nós e muita força e amor pq somos fortes e presenteadas por DEUS, se ele nos deu esse filho(a) é pq vc tem capacidade de criar e ajudar e DEUS sabe sua capacidade mamãe ele acredita em vc e te conhece.
A NÓS MÃES : A PLAUSOS E PARABÉNS A TDAS NÓS !
TEMOS Q NOS UNIR E TROCARMOS CONHECIMENTOS E EXPERIENCIAS PARA NOS AJUDAR E A NOSSOS FILHOS TB. (AOS PAIS DEDICADOS TB)
CARINE GARCEZ MACHADO (CARINE_GARCEZ@HOTMAIL.COM)
sempre bom a gente conversar sobre nossos filhos e dificuldades para nos confortar diante de situações semelhantes.
Abraço a tds (terceira vez q me despeço viu o q é uma mãe preocupada em querer ajudar e se confortar? acho lindo essa atitude de nos unirmos e ter essa oportunidae) vou lá dar atenção (enssentivo) a minha preciosa filha (única filha, minha vida)
de novo....beijos a tds amigos(as)


Data: 23/5/2008 comentário 41/69

nossa eu como mãe de uma menina autista e de 4 anos e meio leio aqui que todas as mães procuram fazer os filhos comerem o q nós mães queremos por saber q é o melhor para eles, mas temos que ter limites tb e procurar entendê-los e trabalhar com eles lentamente e conversar bastante mostrando sempre uma comida com algo q ele tb goste. Nós q somos adultos tb não comemos certas coisas e hj respeito cada dia de minha filha. Atualmente ela não come nd, eu deixo até ela pedir ou as vezes nem pede mas eu coloco a sua frente e deixo ali até ela ir na busca e beliscar, mas se é comida tem q ser td na temperatura dela e td bem separadinho onde ela aponta o q ela quer q eu ddê e eu repito o q é aquilo q ela apontou para procurar associar o q vê com q ela deve falar. Assim vou intercalando, dou o q ela quer e não deixo de oferecer o q eu quero q ela como, mesmo q ela não coma dou a cada 3 a 3 horas algo assim ela come várias vezes ao dia mas de td um pouco e tb as vezes deixo com fome até pedir e dou o q eu quero pq aí ela tá com bastante fome, mas feijão,verduras, frutas, sucos naturais não consigo fazer ela comer. QTO MAIS VC FICAR TENSA MENOS ELA VAI COMER, AS VEZES VC SE DESLIGANDO AÍ Q VEM A SURPRESA DELES PEDIREM, NÃO PRESTA FICAR MUITO EM CIMA MAS SEI Q FICAMOS ALI ESPERANDO PRA VER COMER COMO SE FOSSE A GENTE SATISFEITA...RELAXA E DE LIMITES TB AS VEZES VC ACREDITA Q ELES NÃO ENTENDAM? VC Q TÁ SENDO ENGANADA...ELES SABEM Q CONSEGUEM O Q QUEREM, SENTEM SUA FRAGILIDADE, MAS NÃO SUFOQUE TODA HORA EM CIMA.
mINHA FILHA COME TD DIA AS MESMAS COISAS : bolo nega maluca, morango com açucar, milho,salgado muito dificil mas eu ofereço sempre e testo até eu ver q ficou mto tempo sem comer dou o q ela quer, acredito q uma hora ela vai enjoar daquela repetição de cardápio e assim vai pulando pra um pão e fica mais uma semana nisso depois é outra coisa e mais uma semana só nisso e sussecivamente.
beijos se não fico aqui só falando dela pq eu me mato tb e digo pra vcs relaxarem? quem diria eu ...isso é td normal, mãe é mãe quer sempre o melhor o amor q vai vencer td, faça sempre com amor q td fluirá,mas não desista, persista vc vai ver q vai valer a pena um dia e terás a vitória mamães aí vc vai se preocupar de dizer q come demais...boa sorte a tds nós e muita força e amor pq somos fortes e presenteadas por DEUS, se ele nos deu esse filho(a) é pq vc tem capacidade de criar e ajudar e DEUS sabe sua capacidade mamãe ele acredita em vc e te conhece.
A NÓS MÃES : A PLAUSOS E PARABÉNS A TDAS NÓS !
TEMOS Q NOS UNIR E TROCARMOS CONHECIMENTOS E EXPERIENCIAS PARA NOS AJUDAR E A NOSSOS FILHOS TB. (AOS PAIS DEDICADOS TB)
CARINE GARCEZ MACHADO (CARINE_GARCEZ@HOTMAIL.COM)
sempre bom a gente conversar sobre nossos filhos e dificuldades para nos confortar diante de situações semelhantes.
Abraço a tds (terceira vez q me despeço viu o q é uma mãe preocupada em querer ajudar e se confortar? acho lindo essa atitude de nos unirmos e ter essa oportunidae) vou lá dar atenção (enssentivo) a minha preciosa filha (única filha, minha vida)
de novo....beijos a tds amigos(as)


Data: 9/7/2008 comentário 42/69

Bem pessoal tenho um filho que hoje esta com Oito meses e meio e pesa 6,800K, esta abaixo do peso, minha esposa tem muita dificuldade para que o mesmo se alimente principamente de alimentos salgados, pois as papinhas doces e leite o mesmo toma sem resmungar, mas sabemos que o mesmo necessita de alimentos salgados até mesmo para chegar ao seu peso ideal, já fizemos todos os exames no mesmo e não encontramos anormalidade nenhuma, já fomos em neuropediatra, Gastropediatra, Endopediatra e nada. gostaria que me ajudacem, caso alguem tenha um caso parecido e o que foi feito para reverter este quadro.


Data: 9/7/2008 comentário 43/69

Bem pessoal tenho um filho que hoje esta com Oito meses e meio e pesa 6,800K, esta abaixo do peso, minha esposa tem muita dificuldade para que o mesmo se alimente principamente de alimentos salgados, pois as papinhas doces e leite o mesmo toma sem resmungar, mas sabemos que o mesmo necessita de alimentos salgados até mesmo para chegar ao seu peso ideal, já fizemos todos os exames no mesmo e não encontramos anormalidade nenhuma, já fomos em neuropediatra, Gastropediatra, Endopediatra e nada. gostaria que me ajudacem, caso alguem tenha um caso parecido e o que foi feito para reverter este quadro.
Pessoal meu E-mail e comercialserra@terra.com.br


Data: 29/8/2008 comentário 44/69

Eu moro em volta redonda,tenho um filho de tres anos autista,meu marido nao tem renda regular,pois nao tem trabalho de carteira assinada,temos muitas lutas,pois somos de familia simples,nao temos casa propria,e temos um filho mais velho de oito anos,prescisamos de uma asistencia do governo,pra prosseguir com o tratamento do nosso filho,pois dos remedios ate,as terapias das quais ele prescisa,nos nao temos nada na rede publica,nada pago pelo sistema unico de saude,que inclui,varios profissionais,desde neuro,ate terapeuta comportamental,para ajudar na inclusao social,no colegio.vimos teus casos,e a assistencia que vc da,as familias,é de mais,estamos tao cansados de lutar,desanimados nao cansados somente,é uma jornada ardua,desde já agradeço,a atenção,familia pimentel de barros.


Data: 14/9/2008 comentário 45/69

Achei engraçado ler os vossos comentários, pois tenho uma filha de oito anos que é autista e não tenho problema algum com a alimentação dela. Come muito bem e de tudo.


Data: 7/1/2009 comentário 46/69

Olá, pessoal!Tenho uma filha de 12 anos que é autista com um grau consireravel de retardo mental. Adora comer e come de tudo. Tenho lido sobre a dieta SGSC ( sem glúten e sem caseína), ela não dorme muito bem a noite, se mexe muito e acorda 4, 5 h da manhã todo dia. No dia seguinte temos que trabalhar e cuidar dela, mas o corpo já não está aguentando muito.Gostaria de receber ajuda e sugestões sobre essa dieta e de um pediatra ou neurologista que siga essa linha. Agradeço desde e fico a disposição para ajudar também vocês de alguma forma.
e-mail: nanda.eliias@hotmail.com


Data: Tenho uma princesinha de 3 anos e 5 meses, diagnosticada com espectros autistas, já está fazendo vários tratamentos biomédicos, psicóloga;fono, escola regular.Estou pesquisando formas de ajudá-la também em casa. Já li várias apostilas do método son-rise e estou montando o quarto. Gostaria de pedir, por favor, se alguém tiver exemplos de atividades para serem trabalhadas no quarto de brincar que me enviem, por favor.Saber do problema é desesperador, deixar ele vencer é cruel.Contato:m-angelica7@hotmail.comcomentário 47/69

olá, tenho um filho de 4 anos e desde de 1 ano de idade que ele deixou de comer arros,feijão não comi nada cozido, só come empanado e Cereal. ele tem nojo de tudo. COMEÇOU A FALAR AH 2 MESES... PASSA O DIA PICANDO PAPE63


Data: 18/9/2009 comentário 48/69

Tenho um filho de 04 anos, comia macarrao, iorgute, mingau, agora só come batata crocante e suco, as vezes um pouco de arroz, mas raro, e difícil para todos nós da família, tentamos de tudo para ve-lo bem, ele as vezes fica irritado (ainda não fala), peço ajuda


elianericardo2009@hotmail.com

joao pessoa/pb 8883.5780


Data: 18/9/2009 comentário 49/69

Tenho um filho de 04 anos, comia macarrao, iorgute, mingau, agora só come batata crocante e suco, as vezes um pouco de arroz, mas raro, e difícil para todos nós da família, tentamos de tudo para ve-lo bem, ele as vezes fica irritado (ainda não fala), peço ajuda
tem dificuldades para dormir

elianericardo2009@hotmail.com

joao pessoa/pb 8883.5780


Data: 24/11/2009 comentário 50/69

Olá. Tenho 29 anos e um único filho de 3 anos, o Gabriel. Descobri que le é autista a +ou- um ano e meio. Ele só estava querendo tomar mingau, e na mamadeira. Antes comia de tudo um pouco, aí ele foi restringindo a dieta até ficar só no bemdito mingau. Nervosa, decidi não dear o tal mingau, foi uma experiência muito ruim. Fiquei três dias oferecendo outros tipos de alimentos, mas ele é duro na queda, mas ia cedendo aos poucos, derrepente ele ficou gripado então cedi: DEI O MINGAU que ele tanto queria. Porém, nesses três dias percebi que ele quase falou, coisa que até então não existia, chegou mesmo a empregar palavras dando sentido real a elas, mas depois que voltei a dar o mingau tudo voltou ao que era antes, acho que até pior. Vou elaborar uma nova estratégia e oferecer a dieta sem glútem. Espero que funcione.


Data: 24/2/2010 comentário 51/69

MEU NOME E ROSELI E TENHO UM FILHO DE 2 ANOS ELE TEM MICROCEFALIA O NOME DELE E RYAN E E O MENINO MAIS MARAVILHOSO QUE DEUS PODERIA TER ME DADO DE PRESENTE. ELE COME DE TUDO UM POUCO, MAS TAMBEM JA PASSEI POR ISSO, MAS COM MUITO CARINHO E AMOR E MUITA DEDICAÇÃO ELES SUPERAM ESTA FASE.SEU FILHO HOJE JA TEM 11 ANOS GOSTARIA DE SABER COMO ELE ESTA MEU MSM roseryan2010@hotmail.com


Data: 11/4/2010 comentário 52/69

Olá. Trabalho em uma creche a 5 anos e pela primeira vez em meu grupo tem uma criança autista. Sem recebermos nenhuma orientação, tivemos que aprender a lidar com a diferença e necessidades especiais dele, pois temos um grupo de 29 crianças e muitas vezes o autista dá trabalho igual as 28 crianças juntas.. rsrs tivemos que nos adaptar qdo ele ficava mt nervoso, o melhor é tirá-lo do ambiente e deixá-lo sozinho. Nas alimentações e para fazê-lo dormir nós usamos um carrinho, se não, ele não para no colchão e nem na mesa para aguardar as demais crianças comerem. Ele não come nenhuma fruta, no almoço gosta de arroz e feijão com bastante caldo. Não toma leite se for só puro, tem que ter algo junto como achocolatado ou café. Ele adora bolachas e pão e as vezes come sopa as vezes não, gosta de beber muita água e alguns sabores de suco. Nos chama atenção que ele parece após 3 meses na creche notar mesmo que um pouco a presença das demais crianças,pois antes se sentava longe e se irritavam se chegassem perto,agora ele brinca próximo a elas, e tambem no mesmo brinquedo, aos 2 anos e 8 meses ele fala 3 palavras: não, não que, mã. Notamos que ao oferecer agua ele quase falou: quer. Temos que ter muita paciencia, pois tem muitos dias em que ele não dorme na escola, em um período de 10 horas na creche das 7h30 as 17h30 e quando isso acontece temos muita dificuldade em acalmá-lo balançando o carrinho e nos revezando durante mais de 2 horas, pois as demais crianças estão dormindo.O nosso trabalho se tornou muito mais cansativo com essa inclusão e ainda estamos em abril, temos até o fim do ano ...rsrs Ele fará acompanhamento em breve com um escola, mas vai continuar na creche. Se ele apanha ou é contrariado por outra criança vem em nossa direção pedir atenção. Ele reconhece a voz da avó e da mãe no fim do dia e vai ao encontro delas com um sorriso no rosto. Quem sabe um dia nos dirá tchao ou acenará com a mão. Gostamos muito dele e fazemos sempre o possível para ajudá-lo. Desejamos a ele e a todas as familias que tem crianças especiais, autistas, que sejam felizes e que Deus os abençõe.


Data: 11/4/2010 comentário 53/69

Resposta ao comentário 51

..."quando ele ficava nervoso"...
Voces tem de avaliar o motivo do "nervoso", que pode ser uma irritação por algum fator ambiental, barulho, excesso de estímulos, etccc. , pode estar sentindo alguma dor, e por último descartadas as 2 possibilidades antereiores, ele está se comunicando da forma que consegue, ou seja, quando fica "nervoso" de alguma forma ele acaba recebendo o que quer.
..."nervoso"... apenas comportamental é comunicação imprópria.
Voces devem observar quando o "nervoso". Por exemplo: Ficou nervoso quando o leite veio sem o achocolatado. Claramente ele está querendo o achocolatado, forma de comunicação: fica "nervoso". Esta é a receita p/ obter o que quer, aliás a única forma que conhece.
O trabalho de voces é observar o comportamento, e o que provocou o comportamento.
Comer só isso ou só aquilo, normalmente é coisa de criança mesmo, e com abordagem comportamental voces conseguirão reverter o quadro, "enquanto criança".
Aliás a abordagem comportamental vale para qualquer criança. Tudo o que voces aprenderem com o autista, certamente vai funcionar com as outras crianaças.
Meu filho era hiperseletivo com alimentos, a nossa empregada que dava comida p/ ele não dava conta de faze-lo comer apropriadamente. Um dia cheguei na cozinha e ele estava com a boca no prato, comendo, a partir dai assumi o dar o almoço. Com 2 semanas ele estava comendo tudo com colher, e comendo de tudo. Alguns alimentos quase provocavam vômito, mas com paciência e persistência, ele ia aceitando.
Somente 2 alimentos ele definitivamente não comia, palmito e ovo, e se insitisse, era vômito. Não desistimos, hoje com quase 16 anos, ele come até palmito e ovo frito. Ontem mesmo ele comeu um sanduiche com queijo (que também não gosta muito), ovo frito, hamburguer, tomate alface.
Sorvete que todo mundo gosta, teve de aprender, gostava do gosto, mas não suportava o frio.
Com persistência, em pequenas doses, para minimizar o efeito do frio, ele foi suportando mais e mais. Hoje ele adora sorvete, picolé, de tudo quanto é sabor.
També tivemos que controlar a compulsividade por certos alimentos, para evitar a obesidade, para o que já tem carga genética, e chegamos a colocar cadeado na geladeira e freezer.
Hoje ele está alfabetizado, faz equitação, todos os domingos ela anda de bicicleta de 21 marhcas (passando); para e volta para a escola sozinho, inclusive tem a chave da casa; usa o computador, jogando e navegando na internet; é muito independente.
Como a criança que voce descreve, ele falou poucas palavras como papai, mamãe, algumas vezes e parou completamente. Hoje ele fala, ainda mal, mas está melhorando.
Vou indicar um material p/ voces, que é facil de usar e é muito eficiente:
A seguir vou passar conhselhos que sempre passo para todos que vem ao AUTISMO-BR:

Os conselhos que vou dar, são na condição de pai de um garoto, 15 anos, com autismo de alto funcionamento, que está hoje na 9ª série.

Além de estudar e ler bastante, sugiro que voce entre para grupos de discussão sobre autismo:
autismo-subscribe@yahoogrupos.com.br
amigosdoautista-subscribe@yahoogrupos.com.br
autismo_qualidade_vida-subscribe@yahoogrupos.com.br
educautismo-subscribe@yahoogrupos.com.br
material_pedgagógico@yahoogrupos.com.br
dis-subscribe@yahoogrupos.com.br

Para entrar para qualquer uma das listas acima, basta enviar e-mail para o endereço desejado, sem assunto, nem mensagem. Feito isto, voce receberá e-mail da(s) lista(s) escolhida(s) com instruções de como completar a inscrição.

Nestas lista você encontrará profissionais, pais e parentes de autistas, autistas, asperger, e outros interessados no assunto. Encontrará também nas áreas de arquivos muitas informações úteis.

O material que vou sugerir é muito importante para uma abordagem eficaz.
ABA - Análise Aplicada do Comportamento (Applied Behavior Analisys), é uma abordagem comportamental, muito útil para quaisquer pessoas, independentemente de ter ou não alguma deficiência.
Com a metodologia, utilizada na ABA, pode-se cientificamente determinar a causa de uma série de comportamentos comuns em salas de aula, e no dia a dia em geral. Se todos os educadores se utilizassem da ABA, o mundo seria outro.
Não vou dizer que é fácil, mas é muito eficaz.

Informe-se sobre a ABA, leia o material que se encontra em:
http://www.autismo-br.com.br/home/Aprender_aba.pdf
http://www.autismo-br.com.br/home/Aba.pdf

Veja também a cartilha de inclusão em http://www.autismo-br.com.br/home/Incl-Cart1.pdf .

Use o PECS (Picture Exchange Comunication System), que é um sistema de comunicação por troca de figuras.
É um método simples e fácil de aplicar, que melhora muito o nível de comunicação. Se ele conseguir se comunicar de forma funcional, o comportamento dele irá melhorar muito, mesmo que ele não chegue a falar.
Em http://www.autismo-br.com.br/home/pecs.htm ,
você encontrará uma série de figuras que já servem para começar um trabalho. Nesse endereço você encontrará o manual de como usar o PECS.

Para a alfabetização, se ele já não estiver alfabetizado, tente inicialmente o convencional. Se ele aprender assim, muito bom, mas senão, significa que o seu aluno pode ter características visuais. O que é ser visual? Com uma grande capacidade de memorização, eles possuem um raciocínio "sintético" e não o comumente "analítico".
No raciocínio analítico o que se vê é fragmentado, analisado, e entendido.
No raciocínio sintético, não há fragmentação, a informação é armazenada como um todo, ou seja, palavra, sílaba, ou letra, têm o mesmo status de figura. É como olhar p/ uma foto, e voce lembrar de tudo que aconteceu relacionado à foto, ou seja, cada imagem corresponde a um pacote de informações.
Não creio que uma forma de raciocinar seja melhor que outra, exceto por particularidades, o problema é que a maioria das pessoas, pra não dizer a totalidade, pensam analiticamente, e se uma pessoa pensa sinteticamente no meio desta pessoas, é como se de repente, aparecêssemos no meio da China, seríamos como um ET.
No caso do meu filho, ele se alfabetizou tardiamente, somente depois de entendermos como ele funcionava, e desenvolvermos uma forma para a alfabetização.
Em http://www.autismo-br.com.br/home/alfabetizacao.htm descrevemos como conseguimos a alfabetização.

Por fim, não é fácil, mas muita paciência, amor e firmeza e coerência com ele.

Sem mais para o momento, sinta-se à vontade para futuros contatos.

Atenciosamente,

Eduardo HCS
www.autismo-br.com.br


Data: 16/4/2010 comentário 54/69

Fiz o comentário 51. Agradeço as informações prestadas, certamente serão de grande valia para muitos, inclusive eu.


Infelizmente em meu serviço, não recebemos orientações referentes à inclusão de autistas, ou quarquer outro, pois o nosso trabalho é com o cuidar, alimentação, as crianças passam o dia enquanto seus pais trabalham, recebem aula com a professora e brincam muito. Ele terá uma atenção especializada, um aprendizado especializado através de uma escola especial, mas por enquanto o diagnóstico ainda não foi concluído. Mas gosto muito do que faço, amo crianças e por interesse próprio que estou sempre pesquisando referente o autismo, crianças....
Entrarei em contato sim com os emails no qual você descreveu e aos livros. Fico feliz em saber que seu filho está tão bem, essa informação irá trazer alegria também às pessoas que trabalham comigo, pois saberemos que ao ser estimulado nosso menino especial terá uma vida futura muito boa.
Já percebemos que o contato conosco é através do grito, do nervosismo, quando ele é contrariado, ou quer algo, dessa forma já melhorou muito o relacionamento com os adultos da creche e com as crianças do grupo. Essa semana ele deu as mãos a uma menina e soriiu bastante, como que para brincar de roda, pois antes ele não aceitava que outra criança segurassem na mão dele e aceitou carinho de outros coleguinhas também. Ele já está até fazendo travessuras e quando dizemos não ele logo foge e obedece.Ele também quase falou carro ao ver na rua. Notamos que ele nos olha rapidamente quando falamos com ele, inclusive ao perguntar se ele quer papar, pois nos responde com um sorriso.
Até a próxima.


Data: 30/6/2010 comentário 55/69

Aos pais... Leio e releio aqui os seus comentários... Choro e fico constrangida... Sou surda e mãe de 2 meninas... Uma de 6 anos (normal) e a outra de 11 meses... A de 11 meses, noto que é muito diferente da de 6 anos quando bebê... Ela tem um atraso na parte motora (não engatinha, demorou pra sentar, fica de pé com ajuda) e na parte cognitiva (não conecta quem é a mãe, a babá, não dá tchau, sabe onde está a luz olhando pra ela, e quando eu pergunto "cadê a mamâe?", ela responde olhando pra luz. Agora tudo é a luz), e tem MUUUITA dificuldade na alimentação (SÓ COME 3 coisas: danoninho, sopa e leite... E tudo batido no liquidificador porque estranha comidas esmagadas, não sente muita fome). Desde que nasceu, foi muuuito calma e tranquila, Nunca teve dificuldade pra dormir, dorme até hoje MUITO bem a noite... Queria saber mais de como eram o bebê de vocês... Se passou alguma coisa parecida com a minha? Ela é engraçadinha, alegre, brinca, gosta de ouvir musica do desenho animado, gosta de carinho, abraço... Ela está fazendo fisioterapia para ter ajuda na parte motora, mas ODEIA a fisioterapeuta mexa nela para fazer exercicios... Isso também acontecia com vocês na fisioterapia, na limentação quando BEBÊ??? Isso é um traço de autismo??? Me ajudem a descobrir se bate com o caso de vocês... Agradeço muito se puder me dar possiveis respostas para as minhas dúvidas aqui.... ou pelo meu email se quiser que é paweissri@gmail.com Abraços e muito obrigada! Paula


Data: 14/7/2010 comentário 56/69

preciso de algumas dicas de alimentação ,meu filho de 3 anos tem autismo e eu queria saber qual alimentaçãoé a mais adequada para ele ,por favor simplifiquem não entendo muito a respeito de dietas sem certas oisa estou meia que perdida,mas não suporto essas auterações de humor acredito que seje pela alimentação ,ele adora refri e não pode mas ele só grita e me vence quase que todas as vezs,gosta de salsicha ,salame presunto eoutros derivados.Já tentei dar a ele o leite de soja mas não aceitou eu não sei ao certo o que eu poderia ofereer a ele que o fizesse se sentir bem.Mas não é tudo que ele come.Meu email é jean_e_luciana@hotmail.com.br


Data: 29/7/2010 comentário 57/69

Oi,tenho um filho de 4 anos e 11 meses,e a 5 meses foi diagnosticado o autismo eu já desconfiava mais não tinha certeza,ele até 1 ano e meio comia de tudo,depois teve pneumonia e não quiz mais ver comida,não consigo fazer ele comer comida e nem fruta alguma,ele só toma mamadeira de mucilon e biscoito só club social,fico desesperada por ele não comer e ainda não fala,ele é muito carinhoso,muito agitado mais é uma criança maravilhosa.
Vivo depressiva,me culpo o tempo todo,me acho incapaz de ajuda-lo,ele vai pra uma escola especial,muito raramente ele ameaça falar alguma coisa,mais depois para,gostaria de saber mais sobre o autismo e aprender a como lidar com ele. Amo meu filho e quero ajudá-lo,só posso ser feliz se meu filho tb estiver feliz!


Data: 4/9/2010 comentário 58/69

Oi,meu nome é Emerson e sou pai de uma menina de 3 anos e 8 meses, com características de autismo. Ela no momento faz terapia ocupacional no AME da prefeitura de SP e passa em Psiquiatra tbém. Gostaria de tirar uma dúvida sobre a alimentação. Eu tenho tentado convencer os médicos a ela fazer exame de urina e fezes pra ver se ela possui alergia a glúten e caseína(do leite), mas eles vivem dizendo que há controvérsias sobre isso no autismo. Mas mesmo assim eu gostaria mto de tentar. Como não consigo convencê-los eu tenho dado leite de soja pra ela, que têm aceitado mto bem. Mas no caso do glúten, é bem complicado, pois td que vai farinha tem e ela adora bolo, biscoito de polvilho, bisnaga...
Queria que me dessem uma idéia de como fazer a dieta nesse caso. O que substitui esses alimentos?
Se puderem me ajudar com algumas dicas agradeço.
Minha filha toma risperidona e floral infantil, pois é mto nervosa e agressiva.Teve regressão na fala(quase não fala) e comportamento super-hiper-ativo. Não pára quieta um minuto, a não ser na hora de comer.

Grato pela atenção
Emerson Lopes
mersonet@hotmail.com


Data: 12/6/2012 comentário 59/69

Olá

sou mae de um menino autista de cinco anos ele se chama Gabriel e eu tenho muita dificuldade de fazer ele comer pois a 1 mes atras ele so comia purê de batata com caldo de feijao e mamava mamadeira de cremogema so q agora nem isso ele quer eu estou disisperada por nao saber como lidar com ele


Data: 2/9/2012 comentário 60/69

oi,sou mae de um lindo menino de 2 anos e 10 meses,meu filho a quase um mes parou de comer comida,so come batata frita,pedaços de carne,bolinho de carne,suco ,mt leite ,frutas,bolhacha,qd tento dar comida ele grita ,fica mt nervoso,empurra,ja tentei comida batida,amassada,papinha pronta( q ele adora antes) mas não quer nada,gostaria de alguma dica,ajuda se alguem souber de algo,grata: ANDREIA,
meu emai :deiamomentum@hotmail.com


Data: 12/9/2012 comentário 61/69

Olá, gostei muito dos comentários! Meu filhinho é autista e tem 4 anos. também com muita dificuldade para comer, e eu tento fazer muitas coisas com legumes disfarçados nas comidas que ele gosta... por exemplo bolo com legumes já fiz com : abobrinha, cenoura, ervilha, beterraba, espinafre ( com as cascas também) eu passo na centrífuga e aproveito o suco e a casca dos legumes) uso casca de frutas para os bolos (casca de manga, casca de banana e casca de laranja)e os legumes para os pães também... também dá para fazer massa de pizza e molho de macarrão passando no liquidificador com todos os legumes... Há, também faço tipo pão de queijo com o polvilho azedo e já coloquei até feijão ( cozido - caldo) na massa e ele comeu...
Eu tento fazer o máximo de coisas saldáveis, uso o açucar mascavo para adoçar o chá ( as vezes com um pouco do branco), e já que as vezes ele não quer comer quase nada naquele dia , não fico dando guloseimas , e nem coisas muito doces, pois ele é mais difícil aceitar coisas salgadas do que doces... Aconselho a todas as mães terem muita calma e amor , que tudo vai caminhar e pedir muita a direção de Jesus para suas vidas , e Ele irá acalmar seus corações e lhes dará a direção certa para a vida de vocês , um grande abraço a todas!
Patricia (festadigital@hotmail.com)

Deleita-te também no SENHOR, e te concederá os desejos do teu coração.
Entrega o teu caminho ao SENHOR; confia nele, e ele o fará.
Salmos 37:4-5
Posso todas as coisas em Cristo que me fortalece.
Filipenses 4:13


Data: 1/12/2012 comentário 62/69

olá,meninas, meu nome é Marta e tenho um filho autista de 3anos e 7meses, ele não come muito e quando come é seletivo ao extremo, fico muito angustiada pelo fato dele não se alimentar corretamente, mas se que faz parte de suas características e que normalmente coloco no leite dele sustagem para dar uma forcinha.


Data: 1/12/2012 comentário 63/69

olá,meninas, meu nome é Marta e tenho um filho autista de 3anos e 7meses, ele não come muito e quando come é seletivo ao extremo, fico muito angustiada pelo fato dele não se alimentar corretamente, mas sei que faz parte de suas características e para ajudá-lo coloco no leite sustagem para dar uma forcinha.


Data: 1/12/2012 comentário 64/69

TENHO UM FILHO DE TRES ANOS E NOVE MESES ELE ANTES COMIA SOPINHA FEIJAO CARNE MAIS AGORA SO QUER MAMADEIRA ACHOCOLATADO E DANONE FICO PREOCUPADA POIS TENHO MEDO DELE FICAR AANEMICO POR FALTA DE NUTRIENTES DAS COMIDAS DE PANELA E É LUTA ATE PARA TOMAR AGUA


Data: 27/12/2012 comentário 65/69

Meu filho tem 3a 10m amamentei ate 1a6m foi muito difícil fazer aceitar a mamadeira,fiquei sabendo que era autista a alguns meses, é seletivo,da ânsia com tudo,so come arroz,farofa caldo de feijão e legumes variando,mama mamadeira 2 a 3vezes ao dia,qdo não se alimenta fico muito chateada,mas tento enterder ,agora o que causava isso,o autismo,levei muita bronca de médicos ,por as vezes acrescentar mucilion ou sustagem,mas não sabia o que fazer,quase ficou com anemia esta tomando sulfato ferroso,e muito difícil...


Data: 14/1/2013 comentário 66/69

autismot trabalhei como cuidadora em uma escola com duas criancas autistas e descobrir que realmente estas criancas tem preferencias por alguns alimentos como era uma escola da prefeitura e amerenda so e servida as dez e vinte ac a crianca que frequentava o quinto ano que por muitas vezes ia sem tomar cafe por recusar o alimento que a mae lhe oferecia ao che gar na escola mais tarde sentia fome emuitas vezes recusava a merenda da escola gritando e chorando na sala sinto muita tristeza porque fui criticada pela direitora pelas vezes que tentei acalmar esta crianca com algum alimento da sua preferencia sei que na teoria tudo e mais facil mas na pratica tudo muda


Data: 19/2/2013 comentário 67/69

Olá boa tarde, meu filho tem 4 anos e embora ainda nao tenha diagnostico tudo indica que tenha perturbaçao do espectro autista, ele come de tudo só que tem que ser passado nao quer nada solido ou que tenha que mastigar. o que eu faço para o convencer?
Meu email é,
rosamalhao@live.com.pt
Muito obrigado.


Data: 11/4/2013 comentário 68/69

Olá para todos, meu filho tem 5 anos e foi dignosticado como autista aos 2 anos. sempre fez todas as terapias disponíveis, porém o problema com a alimentação continua. Ele só tomava frutas batidas com leite e uma vez por dia Pediasure. Ha uma semana vomitou após uma refeição dessas (frutas batidas com leite) e agora acha que sempre vai vomitar se comer. Estamos, aos poucos, conseguindo que ele coma (muito difícil) quando ele está dormindo. sugestões marlonedf@yahoo.com.br


Data: 9/8/2013 comentário 69/69

MEU FILHO TEM 7 ANOS , ELE SO COME BISCOITAO, QUANDO ENJOA COMO PAO E BEBE SOMENTE SUCO DE ADES DE MAÇA, NAO EXPERIMENTA OUTROS TIPOS DE ALIMENTOS DIZ TER NOJO PENSO QUE PODE SER A CONSISTENCIA DOS ALIMENTOS , AS VEZES ELE PEDE PASTEL DE VENTO OU PIPOCA , SE VOCES REPARAREM SAO ALIMENTOS SECOS. TAMBEM PRECISO DE AJUDA.
CRISTINA - ITAJUBÁ - MG.
EMAIL - cristinapgpeixoto@gmail.com


Faça o seu comentário

Para validação, copie a palavra AUTISMO, exatamente como está escrita, no campo a seguir:









Esta página foi construída em 19/09/99, última atualização 20/03/2009.
Créditos: Eduardo Henrique Corrêa da Silva