AUTISMO
DISCUSSÕES E COMENTÁRIOS
Inicio | Temas

Ajuda p/ Nildete e seu Filho Leandro (autista)


Data: 14/9/2006 comentário 1/46

São Paulo 12 de Setembro 2006

Soraya Aggege, tenho um filho autista que se chama Leandro Pereira Moraís e tem 20 anos, estou lhe pedindo socorro eu não estou aguentando mas viver essa situação, o caso do meu filho estar se agravando cada vez mais.Já fui em vários lugares procurar ajuda como por expl: Secretária da Saúde, jovem , políticos e varias instituições; mas não obtive ajuda de nenhum desses lugares.Ele estar muito agressivo ele já quebrou vários movéis, ele me bate muito grita a noite toda , guando ele tem as crises eu tenho que chamar a ambulância. No começo desse ano ele teve uma crise muito forte eu chamei o SAMU e vários viaturas de polícia eles o levaram para o pinel de Pirituba e nesse lugar ele permaneceu apenas uma semana por que lá não aceita autista, mesmo ele estando agitado e agressivo eles deram alta, fopi eu mais dois vizinhos buscar ele de carro no caminho o meu filho agrediu o motorista, arrancou sangre do braço da minha vizinha,me deu mais de dez cabeçadas fazendo com que eu desmaiasse dentro do carro, viemos pedindo socorro de pirituba até sto amaro e não apareceu nenhuma viatura para nos ajudar.Ao chegar em casa no mesmo ele chegou pior e tivemos que chamar o SAMU outra vez e a polícia.Eles levaram meu filho par o Hospital Jabaquara,neste hospital ele permaneceu por dez dias amarrado depois eles transferiram ele para o hospital Charcot eu pensei que este lugar fosse uma clínica, mas lá é um Manicomio, ele ficou internado junto com esquizofrênico, dependente químico, depressivo todos bastante agressivos eles guase mataram meu filho, segundo a assistente social, Lucila, os internos estavam batendo muito no Leandro e eles disseram que iriam sedar ele para eu trazer -lo para casa, mas recusei fazer isso , a higiêne desse lugar era péssima, meu filho ficou quatro meses nesse lugar sem escovar os dentes ,sujo antes dele ser internado nesse lugar ele tinha a pele limpa, sem manchas .O pai dele foi busca-lo no dia da alta (somos separados) Quando ele chegou em casa eu dei banho nele e percebi ematomas e várias queimaduras de cigarro no corpo dele e com a pele horrível.
Ele chegou em casa pior e eu tive q isola-lo em um quarto porque antes ele ficava quase o tempo todo amarrado na cama ele me batia muito e mordia. Ele griata muito a noite e não deixa nimguém dormi a noite eu estou bastante doente tenho depressão, labirintite, pressão alta, diabetyes, sinto dormência nos braços, nsa pernas e no lado esquerdo da cabeça tenho perda de memória as vezes devido a situação e o sofrimento.
Meu filho de 16 anos teve que sair da escola para pôde me ajudar e ele esta ficando agitado e bastante nervoso.

POR FAVOR EU IMPLORO ME AJUDEM POIS EU JÁ NÃO TENHO A QUEM RECORRER
Meu nome é Nildete Pereira de Brito
End:Rua Dezimbargador Olavo Ferreira Prado,746
Americanópolis Cep: 04427-000 São Paulo
Telefones: 5626-3112/ 8459-3996/ 9342-6703.


MUITO OBRIGADA. NILDETE PEREIRA DE BRITO


Data: 14/9/2006 comentário 2/46

Eduardo,

Por favor transmita esta mensagem
A mãe do autista que está preso por causa da agressividade precisa de um
tempo pra ela. E o menino precisa ser avaliado e tratado por profissionais,
seria interessante ele ficar numa casa lar pra que as relações sejam
reconstruídas : dela com ele, e ele com o mundo que o cerca em condições de
ocupá-lo com atividades que o satisfaçam.

Angélica
Mãe de Ygor (20 anos),


Data: 14/9/2006 comentário 3/46

Eduardo,

Eu creio que o que falta é acompanhamento de um psiquiatra.

Acho que falta medicação, e o rapaz deve estar sofrendo muito.

A familia precisa de apoio e esclarecimento sobre o caso. O melhor no meu ponto de vista, seria encaminhar o caso urgentemente a um psiquiatra que entenda de TID, em São Paulo.

Coitado desse rapaz...

Valéria


Data: 14/9/2006 comentário 4/46


Acredito que ela poderia ir ao Ministério Público ( Rua Riachuelo no Centro, perto da Estação Sé do Metrô ) ,tentar falar ou ainda deixar uma carta
para o Promotor França Piva.
Tem que tentar de tudo ... as vezes fica difícil para algumas mães conseguir alguma coisa , devido a falta de informação e tbém de acesso a essas informações.
Nas faculdades que tem Assistência Jurídica Gratuita , a Unibero tem e fica lá na Brig Luis Antonio , pertinho da Pça da Sé ela poderia dar entrada no pedido de cumprimento da Ação Civil Pública , muita gente
conseguiu o cumprimento dessa Ação , ainda mais agora em ano de eleição.
As vezes , Eduardo , algumas informações chegam desencontradas para algumas mães , conheço mães que não quiseram entrar com essa Ação com medo de perder o remédio !!! Vc acha que pode ?
Não pode , né ?
Se eu fosse ela procuraria tbém o Conselho Tutelar , o Curador das Pessoas Portadoras de Necessidades Especiais ,eles talvez possam fazer alguma coisa
, dar alguma informação , enfim ...quem quer os fins dá os meios mas não pode desistir e tem que tentar separar o joio do trigo.
Abaixo , colei alguns telefones do prédio do Ministério Público mesmo !!!
Mais tarde , ligarei para ela ...


A propósito , alguém sabe quantos autistas temos na cidade de S.Paulo ?
Tem algum dado a esse respeito ?


Abraços fraternos, Cintia ( Bernardo e Heitor )
SP SP



Recepção (Riachuelo)
Térreo
3119-9015/9016



CAO - Cíveis, Acidente do Trabalho, do Idoso e Pessoa Portadora de
Deficiência
7ª /sala 715
3119-9596/9597/9841


GAESP - Grupo de Atuação Especial da Saúde Pública
3ª /sala 335
3119-9088/9090/9089



GAE - Proteção Pessoas Portadoras de Deficiência
1ª /sala 114
(3119-9055-Fax)
3119-9054/9053/9052


Data: 14/9/2006 comentário 5/46

O problema é que o Governo de São Paulo tinha entrado com recurso, quando a
Áurea conseguiu a tutela antecipada - Áurea precisou até fazer greve de fome,
fizemos um abaixo-assinado na época. Duvido que Cláudio Lembo seja mais
bonzinho que o "Geraldo".

Meu medo é que o Ministério Público acabe encaminhando o Leandro para outro
internamento torturante.

Será que a AMA e a ABRA não poderiam entrar na jogada e intermediar esse contato
com o MP? Explicar as especificidades do autista? O sítio da AMA poderia
acolhê-lo, mas seria preciso um período de adaptação. Duvido que o Leandro
aceite de bom grado mudar de lugar. Ele deve estar desesperado para fugir.

Alguém poderia ligar para a Ana Maria, a Mariana ou a Marisa.

AMA: (11)3376-4400, 3272-8822 ou (fax)3376-4403

O Sítio de Parelheiros tem telefone, também:
(11)5920-8018
o call center é 6222-2107

Poderíamos também fazer uma corrente nacional de apoio, mandando
abaixo-assinado, por exemplo, ou até arrecadando dinheiro. Mas os primeiros
passos têm de ser dados pelo pessoal que mora em Sampa.

Argemiro

---------
Citando Cintia:

Acredito que ela poderia ir ao Ministério Público ( Rua Riachuelo no Centro,
perto da Estação Sé do Metrô ) ,tentar falar ou ainda deixar uma carta
para o Promotor França Piva.

--
Argemiro Garcia
Salvador, Bahia
pai de Gabriel


Data: 14/9/2006 comentário 6/46

Diva,

Quem sabe o Centro Pro Autista não poderia viabilizar um tratamento e apoio a esta família???

Laura


Data: 14/9/2006 comentário 7/46

Eduardo e amigos:

Eu sugeriria que o depoimento fosse encaminhado à produção do programa da Sonia Abrão ou de outro programa da TV, pois caso a pauta resolva fazer uma reportagem, aparecerão muitas organizações que poderão ajudar.
Embora esses programas visem mais para o lado sensacionalista, explorando o lado dramático das matérias, sempre se colhem resultados positivos.

Abraços:

Silvio


Data: 14/9/2006 comentário 8/46

Sem dúvida, Helena!

Eu ainda não tinha tido tempo de ler com atenção esta mensagem.

O médico neuro-psiquiatra que acompanha meu filho há mais de 10 anos, também atende no CPA. Além disso, há uma equipe multidisciplinar que avalia os pacientes.
Vou encaminhar esta mensagem à Coordenadora do CPA agora mesmo.

Transcrevo abaixo os dados sobre o CPA, caso possam ser passados a esta família.
Centro Pró-Autista

Rua da Azaléas, 78 Mirandópolis Capital - São Paulo - CEP: 04049-010
[Próximo à Estação Praça da Árvore do Metrô - Linha norte-sul; próximo à Av. Jabaquara]
TEL: 5595 8553
www.centroproautista.org.br
cpa@centroproautista.org.br


Data: 14/9/2006 comentário 9/46

Oi pessoal.

A Cintia me ligou hoje á tarde se referindo ao caso do filho da Nilcete, aliás, a Cintia é uma menina incrível, tem uma vida super corrida e ainda encontra tempo para procurar ajudar os demais.
Menina boa essa Cintia!
Conforme a Cintia já havia adiantado o assunto, eu iniciei os meus contatos.
Penso dá encontrar uma solução a curto prazo para o caso do Leandro, então vamos por partes como dizia o velho Jack.
1º) Pela narrativa abaixo o rapaz precisa de uma internação em residência hospitalar adequada às suas necessidades especiais, são poucas mas, tem uma em Atibaia onde estão o Antonio Celso e Neto (Aurea), tem uma onde está aquela menina ou menino da familia do ex ministro Ségio Motta e tem a Aldeia da Esperança.
2º) É necessário que o rapaz já tenha um diagnóstico e também um pedido de internação, não sei se é bem esse o termo, mas, dá para entender nê?
3º) A familia vai precisar de um advogado, se não tem condições de contratar é só procurar a procuradoria e pedir a nomeação de um advogado para cuidar dos interesses do Leandro.
4º) É quase certo que a mãe não está em condições de fazer isso sózinha,não dá para imaginar o desespero dessa mãe e o esgotamento em que ela se encontra, então seria ideal que alguém pudesse estar dando pelo menos apoio moral.
5º) A boa notícia é que a Ação Civil Pública já foi julgada e então não cabe discussão sobre o mérito.
6º) A mãe deve estar em frangalhos.
E, o Leandro, imaginem a angustia que deve estar vivendo o rapaz.
Por favor gente, vamos nos unir para ajudar essa família, vamos dar cada um de nós um pouco do nosso tempo, de Jundiaí, tentem ligar para o fórum mais próximo da residência do Leandro e descubram qual o forum competente é só ligar e pedir para falar no distribuidor eles informam.
Se conseguirem descobrir qual a competência me comuniquem e me informem o número do telefone, nós vamos tentar fazer um contatro com o curador dos interesses dos deficientes, para ver uma forma de viabilizar o tratamento do Leandro.

Felicidades

Maria Bueno


Data: 14/9/2006 comentário 10/46

Sílvio,

Eu concordo com vc....Acho que até agora é a única solução para ela...Essa mãe já está até doente de tanto lutar e de tanto sofrimento..Temos que ver se ela terá forças suficiente e vai saber como levar isso á programas de televisão, igual vc falou, são programas sensacionalistas, mas dão resultado,ajudam muitas pessoas.

Eduardo,

Vc que teve contato com essa mãe, entre em contato novamente á ela, dando essa sugestão. Qualquer coisa, se pudermos ajudá-la a fazer com que esse caso chegue em algum programa de televisão, podemos fazer o possível........

Um grande abraço.

Maisa


Data: 14/9/2006 comentário 11/46

Sra Nildete.

Bom dia. Aqui tem uma lista de locais / Instituiçoes para tratamento com AUTISTAS... caso interesse, entre em contato... quem sabe em alguma dessas seu filho pode iniciar um tratamento adequado... boa sorte!

Bjs Adriana (SP)

************************************

SÃO PAULO

Escola Indianópolis
Rua Antonio de Macedo Soares, 414 - Campo Belo
São Paulo, SP
Tel: (11) 5543-6333
www.indianopolis.com.br

ADAPAM - Associação de Amigos e Pais de Autistas
Rua Carioba, 516 - Americana
Tel: (19) 3462-8706 / 3470-5285

ADIANTE - Associação de Incentivo ao Núcleo de Trabalhos Especiais
Rua Benedito Ferreira da Silva, 40 - Jardim Adalgisa
Osasco
Tel: (11) 3682-5499 Fax: 3685-0474

Associação de Amigos do Autista de SP
Rua Lavapés, 1123 - Cambuci
CEP 01519-000 - São Paulo - SP
Tel: (11) 242 88 22 / 270-2363
E-mail
www.ama.org.br

Associação de Amigos do Autista do ABC
Rua Oratório, 299 - Bangu
Santo André
Tel: (11) 4996-1146

Associação de Pais, Amigos e Educadores de Autistas
Rua Almeida de Moraes,17 - Vila Matias
Santos - 11015-450
Tel: (13) 3235-6985
autistasantos@ig.com.br
www.autistasantos.hpg.com.br

APACDA - Associação de Profissionais e Amigos de Autistas
Rua Monsenhor Ascânio Brandão, 215 - Vila das Graças - Taubaté
12060-540
Tel: (12) 3631-4539
sinapsetaubate@ig.com.br

APEMESP
Associação de Profissionais e Estudantes de Musicoterapia do Estado de São Paulo
Rua Abel Seixas, 135 (Sto Amaro), S.Paulo, SP - 04754-030
Tel: (11) 5521-9339
E-mail
www.apemesp.org

INSTITUTO S.E.R.
Rua Arnaldo Barreto, 681 - São Bernardo
CEP 13030-420 - Campinas - SP
Tel:/Fax (19) 272 25 20
Email: institutoser@bitline.com.br

AUMA
Rua Félix Pacheco, 91
Caixa Postal 59005
02099-970
Tel: (11) 6950-4914


Escola Paulista de Educação Especial
Rua José Monteiro Filho, 184 - Jardim do Mar
São Bernardo do Campo - SP
E-mail: contato@escolapaulista.com
Tel: (11) 4330-2547

LUCCA - UNIDADE DE CONVIVENCIA DA CRIANÇA AUTISTA
Rua Pássaros e Flores,336
Tel: (11) 532-0368

ADACAMP
Rua Pe. Francisco Abreu Sampaio, 349
Pq. Itália 13030-350
Tel: (19) 235-3073
Campinas - SP

Associação Amigos dos Autistas de Itu - AMAI
Av. Carolina Piunti, 250 - Jardim Padre Bento
CEP: 13300000, Cidade: Itu
Tel: (11) 4022-6698 Fax: 4022-6698
amai@thewaynet.com.br

Associação de Pais, Amigos e Educadores do Autista de Jaú
Av. Brasil, 206 - Vila Brasil - Jaú
17202-300
Tel: (14) 3626-1079
eeautistajau@ig.com.br

Associação de Pais e Amigos dos Autistas do Guarujá
Rua Álvaro Nunes da Silva, 110 B - Jardim Conceiçãozinha - Guarujá
11472-010
Tel: (13) 3355-4717 Fax: 3383-1179

CAJU - Centro de Aprendizagem Judaiense
Rua Comandante Fidelmo Munhoz, 33, bairro Anhangabau - Jundiai
Tel: (11) 434-5338

CEMA - Centro Municipal do Autista
Rua Barão de Campinas, 247 - Centro
Limeira
Tel: (19) 3442-8726

CIRVA - Centro de Integração, Reabilitação e Vivência dos Autistas
Rua Granada, 46 - Vila Teles
Indaiatuba
Tel: (19) 3834-6295

Casa do Autista
Rua Joaquim Antunes, 819 1º andar apto. 12
São Paulo

Centro Municipal de Habilitação e Reabilitação - Arco-Íris
Rua Treze de Maio, 206 - Centro
Itapecerica da Serra
Tel: (11) 4667-4679

Escola Municipal Maria Lúcia de Oliveira - AMA São José do Rio Preto - 24
Av Brasilusa, 500 - Jardim Redentor
São José do Rio Preto
Tel: (17) 226-1780
E-mail: emapm@ig.com.br

Fundação Mercedes de Andrade Martins
Av. Mercedes de Andrade Martins, 777, bairro Gramado
CEP: 06710060, Cidade: Cotia
Telefone: (11)4612250

Associação de Amigos do Autista de Ribeirão Preto
Rua Nélio Guimarães, 184 - Alto da Boa Vista
Ribeirão Preto
Tel: (16) 623-4905 Fax: 623-4905
ama.rp@covex.com.br
http://www.amaribeirao.org.br

ASSOCIAÇÃO DOS AMIGOS DO AUTISTA - SJRP
Rua Antonio Lopes dos Santos, 947
Vila Toninho 15077-200
Tel: (17) 238-1256
São José do Rio Preto

Associação Multidisciplinar de Educação Especializada Regiane Affonso
Rua Eloy Ortega Munhoz, 5 - Jardim Colina do Sol
Presidente Alves - 16670-000
Tel: (14) 3587-1136

APAEA - ASSOCIAÇÃO DE PAIS, AMIGOS E EDUCADORES DE AUTISTA
Alameda de Moraes,17 , Santos - SP
Cep: 11045-450
Tel: (0xx13) 235-6985

CEDAP - CENTRO DE ESTUDOS E DESENVOLVIMENTO DO AUTISMO E PATOLOGIAS ASSOCIADAS - APAE UNIDADE II
Avenida Capitão Antonio Mendes 661
Centro 13630-000
Tel: (0xx19) 561-1268 / 561-2966
Pirassununga - SP
Metodologia usada: TEACCH

CRESCE - Centro de Reabilitação Educacional e Social para Crianças Especiais
Parque Domingos Luiz, 77 - Jardim São Paulo (Estação Jardim São Paulo do metrô)
São Paulo - SP
CEP: 02043-081
Fone/Fax: (0xx11) 6959-3551
E-mail
www.educacaoespecial.com.br


LUMI - Centro Terapêutico Educacional
Rua Campos do Jordão, 150
Butantã
05516-040
São Paulo
Tel: (0xx11) 3722-2256
Metodologia usada: TEACCH
E-mail
www.centrolumi.com.br

Nosso Lar - Jundiaí
Uma instituição muito séria situada em Jundiaí/SP. É uma casa simples, porém muito dedicada e com excelentes profissionais. Atende diversas crianças portadoras de múltiplas deficiências. (nota: não confundir com a Nosso Lar de SP)
Web site
E-mail nossolar@zaz.com.br

ABRA - Associação Brasileira de Autismo
(Obs: Associação fechada, não atende famílias)
Rua do Lavapés, 1123, bairro Cambuci
São Paulo 01519-000
Tel: (0xx11) 3207-2363 Fax: 3272-8822

www.autismo.org.br


Data: 14/9/2006 comentário 12/46

Eduardo,

Minha filha até o ano passado era considerada uma paciente severa, apresentando muita agressividade, auto e hetero. Sua última crise, dia 18 de agosto de 2005 foi violenta...me agrediu com cabeçadas, me imobilizou pelos cabelos o que me obrigou a pedir ajuda aos vizinhos, machucou muito sua orelha, o que provocou tumorações e etc...
Bem, eu já não sabia o que fazer e muito menos seu médico...falou-se em internação, mas como não concordei, ela ficou sedada em casa mesmo durante alguns dias.
Sua pele apresentava muitas descamações, assim como o ouvido, os órgãos genitais e etc...entrei em contato c/ a dra. Geórgia e c/ o dr Fábio. Foi feito uma medicação de organoterapia (que ela vem usando ) e um tratamento para candidíase, um fungo normal em pacientes autistas.
Minha filha (hj c/ 16 anos e 1/2) começou a estabilizar, e desde então não apresentou mais surtos ¨psicóticos¨. Atualmente, é considerada uma autista, como tantas pessoas que conheço. Não é um autismo leve, mas com certeza podemos conviver c/ ela com toda a tranquilidade.
Gostaria vc repassasse p/ essa mãe o meu depoimento e, se ela quiser, meu telefone tb (24-22317663.

Não disse que minha filha já estava ficando contida ao leito.

Um abraço
Graça


Graça - Petrópolis - mãe de Caroline - 14 anos


Data: 15/9/2006 comentário 13/46

Boa noite pessoal.

Pelo quadro que o Leandro apresenta ele precisa o local mais indicado para ele é Fênix onde está o filho da Aurea.
Ele precisa de um advogado para ontem, entrem em contato com a OAB e peçam a nomeação de um advogado, ou se alguém conhecer um advogado que possa acompanhar o processo para ele ai em São Paulo, por favor me comuniquem, se tiver quem possa ver o processo o que para mim é inviável eu faço o pedido, consegui uma liminar para o meu filho, o Leandro também pode conseguir.
O Leandro precia obter uma liminar determinando que o estado (município, estado membro ou a união) custei o seu tratamento é direito dele e dever do estado.
A mídia no momento só vai causar especulação, o que ele precisa é de justiça e de alguém possa tirar as nádegas da cadeira e estender a mã para essa família.
Por Deus gente, vamos nos unir para fazer algo em benfício do Leandro, ficar teclando só não resolve, se estivesse aí em São Paulo já teria ido até a casa dessa família prestar minha solidariedade.
Maria Bueno


Data: 19/11/2006 comentário 14/46

Epois de ver relatos uma lista enormes de instituicoes que trabalham com individuos com autismo. sera que nem uma se ofereceu para trabalhar com o autista e com essa mae que pede agua . E voces politicos o que tem feito para ajudar a amenizar essa tortura , essa total falta de compromissos com esses individuos tao necessitados tambem de vcs.

GRAça .............


Data: 26/9/2007 comentário 15/46

O que aconteceu a esse rapaz, já teve algum atendimento especializado?


Data: 20/3/2008 comentário 16/46

eu sei que e dificil mas o unico que pode ajudar e o senhor jesus.que deus lhe de forças e creia pois jesus e o unico que pode trazer a cura.ele mesmo diz que aquele que crer veras a gloria de deus.força,fe e muita vontade de lutar pelo leandro.jesus te abençoe


Data: 17/4/2008 comentário 17/46

BAO TARDE!!! sou amiga de uma mão que tem um filho portador de autismo, mas infelismente essa mãe ainda não encontrou um tratamento adequado para o garoto e para ela também , pois ela ainda não aceita muito bem o situação do filho. O garoto em questão se chama Vinícius e tem 4 anos. Ele até quase um ano apresentava comportamento normal compatível com outras crianças da mesma idade, mas daí pra frente ele passou a fazer gestos repetitivos, não fala nada apenas grita quase que o tempo todo , não brinca , e agora está se tornando um pouco agresivo. Apesar da mãe já ter procurado tratamento neurológico a criança parece não estar respondendo ao tratamento medicamentoso, pois ela toma 3x ao dia um remédio para a acalmá-la e ele está ficando cada vez mais agitado, olha e só ver pra quer , ele durante o dia não para um segundo e nada chama a atençao dele(tv, brinquedos, ) as vezes a gente chama e ele parece estar em outro mundo. A mãe e o pai não tem condições financeiras para um tratamento adequado para essa criança e para piorar a situação a mãe do Vinícius está com problemas pulmonares e sempre está ficando internada. Não sei se existe alguma escola que ele possa frequentar, se for possível nos ajude indicando os locais onde eles possam ser ajudados. Desde já agradeço o espaço e que deus abençõe a todos. Se desejarem manter contato o meu tel é 4335-4794, essa mãe e essa criança estão precisando muito de ajuda. OBRIGAGA


Data: 13/10/2008 comentário 18/46

A mãe do Leandro deveria procurar um médico que pudesse prescrever um remédio chamado Olanzapina, que é indicado para esquizofrenia. Meu filho tomou vários medicamentos e o único que deu resultado foi esse. Controlou a auto e hetero agressão e agora ele pode conviver em sociedade, embora um pouco controlado. Ele trata com a Dra. Juliana Grando (19) 3405-4418.
Ela é especialista em autistas.
Meu filho também frequenta a escola Tempo de Viver, em Americana, que é voltada para autistas.
Meu nome é Maria Cristina.


Data: 22/11/2008 comentário 19/46

Maria Bueno, faço uma retificação à sua mensagem, informando que sou sobrinha do ex-Ministro Sergio Motta mas,meu filho Rodrigo não está na Clínica Fênix,desde,2003. Encontra-se,desde 2004, na Associação de Convivência Novo Tempo, em Araçoiaba da Serra, interior de São Paulo.


Data: 22/11/2008 comentário 20/46

O Leandro está na Casa de David, desde a semana passada.


Data: 22/11/2008 comentário 21/46

Um grupo de 35 pais de autistas fará Manifesto Público, no dia 26/11, quarta-feira,às 9:00 horas, em frente a Secretaria de Estado da Saúde (Hospital das Clínicas),na cidade de São Paulo,pedindo o cumprimento da Ação Civil Pública dos Autistas.
Foram suspensos os pagamentos, pela Fazenda Pública Estadual, dos tratamentos dos autistas, desde abril de 2008.
Por favor, pais, parentes, amigos e profissionais, compareçam a este Manifesto pois, este foi um direito adquirido porém, perdido, pelos autistas. Vamos todos ajudar!


Data: 12/1/2009 comentário 22/46

Boa noite a todos,que buscam que os direitos de nossos filhos sejam respeitado.Tenho um filho com auto e hetero agressão,com grandes comportamentos agressivos que colocam em risco sua vida e de nos familiares.Precisa estar contido para sua proteção.Esta foi nossa unica alternativa;São mais de oito anos que entrei com processo e so agora esta sendo verdadeiramente julgado.O que quero dizer para todos que buscam pelos direitos humanos desses nossos deficientes,chorem, sinta-se humilhada,mas jamais deixem de lutar Pelo vejo a situação e a mesma em todo o pais,é vocês dai e eu aqui,distante mas juntos com nossas forças estamos caminhando para a vitoria tenham essa certesa.Que Deus abençoe a todos nos. Maria de VR RJ


Data: 15/1/2009 comentário 23/46

Boa noite, pessoal
Li comovida todos esses depoimentos e infelizmente me encontro na mesma situação que a mãe do Leandro.
Minha filha Karina tem 15 anos é autista e se encontra num periodo muito dificil.
Posso falar que ate seus 12 anos ela era tranquila e muito docil.Frequentou a APAE até o ano passado. Ela estava indo muito bem, mas veio a adolencencia e tudo mudou. Minha filha que era tao tranquila hoje esta agressiva, passa o dia todo irritada. Sem condições de ficar com outras pessoas ou crianças por que isso a deixam muito irritada e ela então bate...A APAE, por incrivel que pareça afastou ela e disse que não tinha nada o que fazer por ela, pois ela ja estava la ha 8 anos e nao tinham mais salas onde pudesse deixa-la. Eu a coloquei numa escola estadual onde tinha uma sala especial, mas, ao menor sinal de agitação e agressividade, a escola me ligava e me mandava levar embora, nem tentavam reverter o quadro...no fim do ano fui informada por essa escola que o Governo mandou fechar todas as salas especias e que essas crianças seriam distribuidas em salas "normais", a minha filha por ser agressiva e agitada teria que ser encaminhada para uma Instituição. É dificil pois,ao meu ver, os professores nao tem preparação e principalmente, interesse de trabalhar com uma criança especial.
Agora nos encontramos assim, minha filha sem escola, um lugar adequado pra ela poder ser trabalhada, esta sem poder sair de casa, por se encontrar constantemente agressiva. A situação aqui está muito complicada, as vezes acho que vou ficar louca, pois fugiu completamente do meu controle. Ela toma 3 tipos de remedios controlados, mas nada parece fazer efeito. Ao mesmo tempo que parece que ela esta bem, dali a pouco ela muda completamente, é incrivel.Pra piorar um pouco mais, eu vivo sozinha com ela, não conto com a ajuda de ninguem, só de Deus. Eu preciso trabalhar para manter minha casa, eu estava levando ela pra trabalhar comigo, ja que ela estava sem escola, mas nao da mais pra ser assim, é cansativo e estressante pra ela, e pra mim...estou de ferias agora, mas dia 1º vem ai e nao sei o que fazer...Repito as palavras da amiga: POR FAVOR ME AJUDEM, NÃO TENHO MAIS A QUEM RECORRER !

Pedrina
Jandira - São Paulo
e-mail: pedrina_ba@yahoo.com.br


Data: 16/3/2009 comentário 24/46

bom dia a todos,

Retificando o endereço da CAJU - Centro de Aprendizagem Autistas Jundiaí

Por gentileza tomem nota os interessados:

Rua Rodrigo Soares de Oliveira, 262
Anhangabaú - Jundiaí/SP
tel: (11) 4521-2248
Psicóloga Responsável Dra. Vera Gomes

Obrigada!

Psicóloga Renata


Data: 11/4/2009 comentário 25/46

Poderia ter uma relaçao de locais e profissionais que atendessem Crianças e adolescentes aqui no Rio de Janeiro tambem pois o numero esta cada vez maior.


Data: 27/4/2009 comentário 26/46

OI ,MEU É NILDETE PEREIRA DE BRITO ,,, LUTO SEMPRE POR UM TRATAMENTO DIGNO PARA O MEU FILHO LEANDRO PERREIRA MORAS ,,NO MOMENTO ESTOU DESEMPREGADA E PRECISO TRABALHO PQ É MUITO GASTO PARA PODER VISITÁ-LO,,nO MOMENTO ELE ESTÁ NA CASA DE DAVI,, SE ALGUÉM PUDER ME AJUDA,PEÇO QUE ENTRE EM CTT COMIGO ATRAVÉS DESTA PAGINA,,OU PELO EMAIL...
FLAVIA_PRISCILA@YAHOO.COM.BR.
DESDE JÁ AGRADEÇO....OBRIGADA


Data: 29/7/2009 comentário 27/46

boa noite ,meu nome e Cristina tambem tenho um filho k é autista e como vi esses relatos a cima o dilema é o mesmo, k a +ou- um ano k eu venho passando por problemas com meu filho, Matteus 12 anos ele esta muito agressivo ,tenho + 2 filhos pequenos,k ñ podem ficar perto dele pois ele agride mt mordendo puchamdo cabelo beliscando batendo ,tem noites k ñ dorme ,alem do k ele faz xixi na cama cocô na roupa a todo momento e isso esta ficando mt estressante esta acabando comigo e com minha familia ,meu marido ñ estA TRABALHANDO e cuida deles para eu poder trabalhar ,nos estamos passano por momentos mt dificeis pois ja ñ sabemos mais o k fazer , aki onde moro ñ tem uma clinica especifica para o autismo,eu preciso mt da ajuda de vcs por favor me de uma ajuda eu estou ficando estafada ,tenho depreção e so tenho forças porque tenho que trabalhar pela minha familia ,meus filhos menores precisam de crescer em um ambiente mais tranquilo pois eles estão ficando agressivos e revoltados por verem o comportamento do Matteus , me deem resposta pele e-mail da minha amiga, ines_castro29@hotmail.com , agradeço pela atenção.


Data: 28/8/2009 comentário 28/46

tenho minha filha Sabrina de 7 anos,que esta numa fase muito dificil,esta muito agressiva,quebra tudo que tem em casa,aliás ja num tenho quase mais nada em minha casa,remedios não fazem efeitos,é um troca troca e sempre na esperança de resolver.Estou exausta,to ficando doente e triste,pq não consigo ajudar minha filha a ter uma vida digna,e meus outros filhos ,ja não querem ficar dentro de casa,pedem pra ficar na casa de amigos e parentes,e isso me dói pq sei que é muito pra cabeça deles,meu casamento faliu,mas estamos juntos eu e meu marido ainda,pra tentarmos ajudar a Sabrina.A APAe de minha cidade tem uma ajuda fraca,eles me pediram pra eu acompanhar ela nas aulas pq eles não estavam dando conta de controlar ela,participei e la pude ver que o tratamento num é o que ela precisa é muito vago.Queria saber se existe alguma clinica que internação,onde eu possa me internar junto,e ate ajudar nos serviços,de limpeza,cozinha o que precisar pra que eu possa estar perto da minha filha e acompanhar,pq jamais deixaria ela só.Vi o relato da mae de Leandro e tenho medo da Sabrina ficar mais velha e a situação ainda piorar,mais do que ja ta,e ela é muito forte ,embora pequena.Aos 5 anos qd ela foi fazer exame de sangue pra genetica,precisou de 6 adultos pra segurala e ainda assim foi dificil segurla pra tirar sangue.Me ajudem eu tb estou me desesperando!


Data: 21/9/2009 comentário 29/46

Preciso urgente de uma boa clinica para meu filho pois está dificil de lidar com essa situação preciso de um tempo para mim e para ele.anafabiajulia@hotmail.com


Data: 26/9/2009 comentário 30/46

o autista necessita de uma rotina e um ambiente mais tranquilo. considero que ele precise de um acompanhamento médico para o uso de medicamentos e a mãe pode procurar uma casa lar, pois estes estabelecimentos costumam manter uma rotina e com isso os autistas ficam mais tranquilos.o autista gosta de música, mas não pode ser muita alta.


Data: 15/11/2009 comentário 31/46

preciso de ajuda!!!
Descobri que meu filho esta autista,me disseram q e leve,mas eu fico na duvida.....Onde
moro infelizmente nao tem nada p autista!Nem nas cidades vizinhas...Ele ainda nao completou 4 anos!!Penso em dar um tratamento bom agora p dois tres anos p isso deve me mudar p sao paulo,
pagar aluguel....nao sei nem qual cidade devo ir pois nao tenho referencias....Conhecem alguma instituicoes q trabalhe bem com autistas?E muito dificil de conseguir vaga? envie email p mim,por favor
desde ja agradeco p atencao
marisalemos@yahoo.com.br


Data: 24/12/2009 comentário 32/46

Meu nome é regina e sou mãe de uma altista , ela se chama crislane e tem 15 anos é bastante AGRESSIVA tbem eu sei muito bem o que essas mães sentem pois sofro muito com essa doença dela no pais em que vivemos se naum tivermos uma condição financeira melhor nossos filhos padecem...e a minha filha esta nesse meio tbem... gostaria de me comunicar com essas mães para trocarmos alguma esperienciae cde vida... mail:silvagina32@hotmail.com que deus abençoe a todos nos...


Data: 13/1/2010 comentário 33/46

Sou ana maria carvalho, a mãe desesperada...
Divorciada, cuido há vinte anos de meu filho Fábio vitima de meningite bacterian~, com sequelas como hiperatividade, carcteristicas autistas, assiste os mesmos filmes há 20 anos
não aceita mudanças
Eduquei criei sózinha
hoje encontro-me doente com quatro hernias de disco e uma doença ra de nome acroangiodermatite
Não estou conseguindo cuidar de meu filho
Falta algo que não sei não tenho...
técnicas..
A tecnica exercida até hoje fora o amor e Deus
Agora que necessito de ajuda para que meu filho seja readaptado reeducado, nem sei mais o que...
Ele quebrou só este mes tres dvds Aparelhos e duas tvs
Não é agressivo com as pessoas
Mas bate em sua própria cabeça
Este son afeta minha alma coração fica doido...
Eu me sinto completamente impotente.
Preciso levá-lo a algum entidade que poderia ser paga, para que ele e eu pudessemos crescer
eu e ele recomeçar
não sei o que é vida
minha vida é a dele
e vice versa
Ele tem duas irmãs do meu primeiro casamento
juliana adv
bruna eng.
que me disseram assim:
S e vc coloca-lo em uma entidade, eu interno é voce..
voce é louca
voce é sem coração..
escrevo a voces em cima de uma cama
por ter hernia de disco e nunca poder cuidadar de minha propria saude, pois meu filho depende de mim até para se limpar e tomar banho
Eu tenho ciencia e consciencia de que fiz o que sabia e podia meus amigos
Agora, só com meu filho, as filhas me julgam
Propus ajudar-me então com ele
negado
prioridade
trabalho ambas responderam
tambem responderam: o filho é seu
Tem que ir até o fim
fim de que?
me ajudem meus amigos
vou enlouquecer assim...
qualquer ajuda
qualquer conselho
indicação
serão abençoadas para mim
Fiquem com Deus
meu end e-mail mendes-carvalho2005@ig.com.br
ana maria

0


Data: 16/8/2010 comentário 34/46

Meu nome é Norma dos Santos Nogueira, e tenho 02 filhos, Lidiane de 17 anos e Mateus de 16.... Mateus tem Sindrome de West com espectro de autismo. E tem 01 mes que para controlar a agressividade, fora Rivotril, Neozine e Gadernal, ficou incluso o Respiridon. O Respiridon deixou o Mateus calmo. Além da Sindrome Mateus tb tem lesão cerebral, o que o deixa depende para a vida quanto a sua higienização. Trabalho 08 Hs por dia, e fica dificil em muitos momentos da vida normal tratar do Mateus. Pois a Escola Especial Nogueira não fica com ele nem meio periodo, e está sem nenhuma terapia no momento. Carecemos tb de ajuda de uma casa lar, pois quem fica com ele á tarde é minha filha, não temos ajuda de ninguem. Já fizemos tentativas com acompanhantes, mais não deu certo,as experiências foram forte, pois uma delas até tentou disvirtuar minha filha...foi uma barra. E volta e meia Lidiane está com uma ou duas notas vermelhas no boletim. O que mais me preocupa é com o nosso futuro , se eu não conseguir ajuda especializada Terapia Muldisciplinar). Por favor quem puder me ajudar, entre em contacto comigo pelo telefone 021-86220572. Resido em Petrópolis


Data: 16/8/2010 comentário 35/46

Meu nome é Norma dos Santos Nogueira, e tenho 02 filhos, Lidiane de 17 anos e Mateus de 16.... Mateus tem Sindrome de West com espectro de autismo. E tem 01 mes que para controlar a agressividade, fora Rivotril, Neozine e Gadernal, ficou incluso o Respiridon. O Respiridon deixou o Mateus calmo. Além da Sindrome Mateus tb tem lesão cerebral, o que o deixa depende para a vida quanto a sua higienização. Trabalho 08 Hs por dia, e fica dificil em muitos momentos da vida normal tratar do Mateus. Pois a Escola Especial Nogueira não fica com ele nem meio periodo, e está sem nenhuma terapia no momento. Carecemos tb de ajuda de uma casa lar, pois quem fica com ele á tarde é minha filha, não temos ajuda de ninguem. Já fizemos tentativas com acompanhantes, mais não deu certo,as experiências foram forte, pois uma delas até tentou disvirtuar minha filha...foi uma barra. E volta e meia Lidiane está com uma ou duas notas vermelhas no boletim. O que mais me preocupa é com o nosso futuro , se eu não conseguir ajuda especializada (Terapia Muldisciplinar). Por favor quem puder me ajudar, entre em contacto comigo pelo telefone 021-86220572. Resido em Petrópolis


Data: 12/12/2010 comentário 36/46

EU ESTOU NA MESMA SITUAÇÃO DE TODAS ESSAS MÃES QUE FIZERAM OS DEPOIMENTOS. tALVEZ ATÉ PIOR.

SOFRI UM ACIDENTE DE CARRO, QUEBREI O BRACO, AS COSTELAS, A PERNA, E O QUADRIL, TENHO UM FILHO AUTISTA TOTALMENTE DEPENDENTE QUE TEM 38 ANOS FORTE, MAS DEPENDE DE MIM PARA TUDO, E EU NÃO ESTOU EM CONDIÇÕES DE SAÚDE PARA CUIDAR DELE. PRECISO ENCONTRAR UM LUGAR tipo CASA LAR PARA ELE, QUEM PUDER POR FAVOR ME PASSE OS ENDEREÇOS. FUI VER EM ARAÇOABA DA SERRA PORÉM ESTA FORA DE MINHAS POSSIBILIDADES O VALOR QUE ELES COBRAM PARA NÓS É MUITO CARO.

ENTREM EM CONTATO COMIGO POR FAVOR.

email gcelentano@uol.com.br

graziele


Data: 12/4/2011 comentário 37/46

MEU NOME É ROSEMEIRE, SOU MORADORA DE SANTA LUZIA_ MG, SOU MÃE DE AUTISTA QUE HOJE ESTÁ´COM 25 ANOS. ASSIM COMO O DEPOIMENTO DE ALGUMAS MÃES, TAMBÉM ESTOU TENDO MUITOS PROBLEMAS COM RELAÇÃO AO TRATAMENTO ESPECIALIZADO PARA O MEU FILHO, ELE JA´FREQUENTOU ESCOLA ESPECIAL EM BELO HORIZONTE. NA ÉPOCA TÍNHAMOS CONSEGUIDO UMA BOLSA DA PREFEITURA DE BELO HORIZONTE PARA MEIO PERIÓDO. EU O LEVAVA DE ONIBUS, MAS CHEGOU UM DIA QUE NÃO CONSEGUI MAIS LEVÁ_LO.ELE ESTAVA FICANDO HIPERAGITADO E CHEGOU A SOLTAR MINHA COM FORÇA E CORRER PELAS RUAS DE BELO HORIZONTE, ISSO ME ASSUSTOU MUITO,ACHO QUE ELE TEM UM ANJO DE GUARDA QUE O ACOMPANHA, JA PASSEI POR MUITOS SUSTOS COMO ESSE.CONCLUINDO, A DIRETORA DA ESCOLA ACHOU POR BEM ENCAMINHÁ_LO PARA UMA ESCOLA EM PERIODO INTEGRAL,ATÉ´NOS INDICOU ALGUMAS, FOMOS CONHECER AS ESCOLAS, MAS INFELIZMENTE NÃO PODEMOS PAGAR OS VALORES QUE ELAS COBRAM, NOSSO PODER AQUISITIVO É MUITO BAIXO.TEM UNS DEZ ANOS QUE MEU FILHO NÃO FREQUENTA ESCOLA E ISSO É PÉSSIMO POIS ELE FICA MUITO OCIOSO,EU COSTUMO DIZER QUE ELE SÓ CONJUGA O VERBO QUERER,PORQUE TUDO DELE É EU QUERO E É´SEMPRE RELACIONADO COM ALGO DE COMER OU BEBER, ALIÁS ELE É VICIADO EM CAFÉ COM LEITE.TÁ DIFÍCIL TRABALHAR A AGITAÇÃO DELE EM CASA,ELE GRITA,MORDE A MÃO E COME O DIA TODO. SÓUMA ESCOLA ESPECIAL PARA TRABALHAR ESSE COMPORTAMENTO.JA PENSEI EM PROCURAR AJUDA DE EMPRESAS E EM TROCA FAZERIA MARKETING, USARIA CAMISAS E BONÉS COM O NOME DA EMPRESA E PINTARIA MEU CARRO TAMBÉM COM A PROPAGANDA DA EMPRESA. SÓ QUE NÃO SEI POR ONDE COMEÇAR. ESTOU TÃO SEM CHÃO.SE ALGUÉM PUDER ME AJUDAR OU ME DAR UMAS IDÉIAS LIGUE OU ENVIE MSG PARA ESSE TELEFONE 31 96646562 OU E_ PARA DASILVAREISROSEMEIREANGELA@YAHOO.COM.BR


Data: 8/8/2011 comentário 38/46

TAMBEM SOU MAE DE UMA MENINA DE 11 ANOS E ESTOU FICANDO LOUCA POIS TENHO MAIS DUAS E MEU MARIDO ESTA COM DEPRESSAO E A TODO MOMENTO PENSA EM MATAR A MENINA E SE MATAR TAMBEM ,ESTOU PRECISANDO DE INTERNA-LA PARA DAR UM TEMPO PARA MEU MARIDO MELHORAR ,POREM MEU CORAÇÃO CHORA DE DO DE INTERNA ELA ,ELA NAO FALA,FAZ XIXI E COCO NA ROUPA E É TOTALMENTE DEPENDENTE,GRITA MUITO O TEMPO TODOE ESTA NOS DEIANDO LOUCOS FAÇO USO DE ANTIDEPRESSIVOS ,ESTOU COM DIFICULDADES FINANCEIRAS E A CIDADE QUE MORO NÃO HA NADA PRAR ME AJUDAR POR FAVOR ME AJUDEM .PRECISO DE VCS .ADAISI MARIA (33) 88039391 OU 30892777.PRECISO MUITO DE FRALDAS E DINHEIRO PARA COMPRAR E PAGAR AS TERAPIAS


Data: 5/9/2011 comentário 39/46

MEU NOME É SONIA CRISTINA, LI OS RELATOS DE TODOS E VOU LHES DISSER QUE PASSO PELA MESMA SITUAÇÃO COM MEU FILHO GUILHERME COM 15 ANOS, ONDE MORO NÃO TENHO RECURSOS PARA TRATAR ESSA SINDROME, EU E MEU MARIDO ESTAMOS ESGOTADOS, NÃO SABEMOS O QUE FAZER, ESTOU TOMANDO ANTIDEPRESSIVOS E ESTOU COM A PRESSÃO ARTERIAL SEMPRE ALTA,SE ALGUEM PODER ME AJUDAR COM ALGUMA COISA OU INFORMAÇÃO MEU EMAIL:sonia.freitas72@hotmail.com.Desde DE JÁ AGRADEÇO E QUE DEUS ESTEJE COM TODOS NÓS


Data: 13/9/2011 comentário 40/46

MEU NOME E MARCIANE,LI TODOS OS RELATOS ACIMA E MIN COMOVI MUITO...TB TENHO UMA CRIANCA DE 8 ANOS AUTISTA.O GABRIEL...ELE ERA MUITO AGRESSIVO ,JA PASSOU POR VARIAS ESCOLAS,EU TB ERA DEPRESSIVA,COM TANTO SOFRIMENTO...SEI QUE É MUITO DIFICIL EM LIDAR COM ESSAS CRIANCAS...MAS HOJE POSSO DIZER QUE TO ANDANDO NO CAMINHO CERTO,DEPOIS QUE LEVEI ELE PRA IGREJA MUNDIAL DO PODER DE DEUS, MEU FILHO MELHOROU MUITO...E SUPER CALMO...AINDA TOMA O MEDICAMENTO O RESPIRIDAL E FAZ ACOMPANHAMENDO COM TERAPEUTAS,MAS FOI DEPOIS QUE FUI PRA ESSA IGREJA QUE MINHA VIDA E A DELE TA MUDANDO...DEIXO UM CONSELHO PARA AQUELES QUE ACREDITA NO PODER DA FE,LEVEM SEUS FILHOS PRA ESSA IGREJA...COM CERTEZA VAI HAVER MUDANCAS...MEU EMAIL MARCIANEJG@HOTMAIL.COM QUEM FIZER TROCAR EXPERIENCIA.....


Data: 25/9/2011 comentário 41/46

MEU NOME É RENATA, MORO EM SANTA CATARINA E TENHO UM FILHO AUTISTA SEVERO DE 11 ANOS. EU LI TODOS OS RELATOS E COMENTÁRIOS E CHORANDO ME COLOQUEI NO LUGAR DE TODAS AS MÀES, PORQUE VIVO ESTE DRAMA EXATAMENTE IGUAL A TODAS VOCES. MEU FILHO FELIPE É EXTREMAMENTE AGRESSIVO E AUTO-AGRESSICO TBM. SOU DIVORCIADA E O PAI DELE NAO PRESTA NENHUMA AJUDA E ASSISTENCIA PARA ELE, SOU COMPLETAMENTE SOZINHA. ESTOU DESEMPREGADA POR TER QUE CUIDAR DELE. TENHO MUITA FÉ QUE UM DIA ENCONTRAREI UMA CASA LAR AUTISTA, UMA INSTITUICAO PARA QUE EU POSSA ESTAR PERTO DELE E VER ELE SENDO TRATADO E CUIDADO COMO ELE PRECISA. EU NAO TENHO MAIS FORCAS FISICA E PSICOLOGICA PARA LIGAR COM ESTA SITUACAO. SOU REFEM DELE DENTRO DE CASA.TENHO UMA DEPRESSAO CRONICA E UM SENTIMENTO DE IMPOTENCIA DE NAO SABER MAIS O QUE FAZER. SE ALGUEM TIVER ALGUMA NOTICIA DE UM LUGAR ADEQUADO ONDDE EU POSSA INTERNA-LO PARA ELE SE TRATAR E EU TBM PODER CUIDAR UM POUCO DE MIM, PORFAVOR ENTRE EM CONTATO COMIGO PELO TELEFONE (48) 3433 7450 OU (48)9909 9003, EMAIL RVMEDEIROS@HOTMAIL.COM. MUITO OBRIGADO!!!! POR FAVOR ME AJUDEM!!!!!!!!!


Data: 3/11/2011 comentário 42/46

MINHA AMIGA QUERO PEDIR QUE JESUS ENTRE COM PROVIDENCIA EM SUA VIDA QUE POSSA ABRIR UMA PORTA PARA QUE SEU PROBLEMA SEJA RESOLVIDO POIS ELE É UM DEUS DO IMPOSSIVEL E SEI QUE JAMAIS VAI DEICHAR DESAMPARADA.TENHO UM FILHO AUTISTA MAIS GRAÇAS AO SENHOR JESUS ELE É UMA BENÇAO QUE TODOS QUE LERAM SUA HISTORIA POSSA PRIMEIRO INTERCEDER AO SENHOR JESUS E QUE DEPOIS VC POSSA TER O APOIO DE ALGUMA ENTIDADE QUE POSSA AJUDA-LA MAIS QUERO DIZER UMA COISA POR EXPERIENCIA PROPRIA A MELHOR MANEIRA DE VC RESOLVER ESSE PROBLEMA É DOBRAR O SEU JOELHO E PEDIR A JESUS QUE TE DE O GRANDE DOM DO AOR POIS QUANDO SEU FILHO RESEBER ESSE AMOR DE DEUS JAMIS TERA CRISE POIS ENQUANTO
EU VIA MEU FILHO COMO UM GRANDE FARDO E ATÉ UM ESTORVO EM MINHA VIDA POIS OS POLITICO NADA FAZEM AO NOSSO FAVOR ISSO CRIOU DENTRO DE MIM UMA REVOLTA ISSO VEZ DELE UMA CRIANÇA REVOLTADA E INFELIZ COMO EU MAIS GRAÇAS A DEUS EU ENCHERGUEI A TEMPO QUE VALERIA ABRIR MAO DE TUDO NESTA VIDA E DEDICAR A ELE COM MUITO AMOR E SER FELIZ DENTRO DAQUILO QUE EU POSSO HOJE POSSO DIZER QUE EU MEU FILHO AUTISTA DE 16 ANOS E MEU FILHO DE 7 ANOS SOMOS UMA FAMILIA FELIZ ELE É CARINHOSO AMAVEL POR MIM E POR TODOS QUE TEM A OPORTUNIDADE DE NOS CONHECER ...QUE DEUS DERRAME SOB SEU LAR O AMOR POIS ELE SIM TEM O PODER DE SUPERAR QUALQUER BARREIRA.


Data: 4/11/2011 comentário 43/46

Tenho um filho de 14 anos que e autista utimamente ele esta muito agressivo nao sei quem procurar o nome dele e leandro estou pedindo ajuda


Data: 4/11/2011 comentário 44/46

Tenho um filho de 14 anos que e autista utimamente ele esta muito agressivo nao sei quem procurar o nome dele e leandro estou pedindo ajuda
eu me chamo Amalia morro em sao mateus sao paulo capital telefone 011 20108694


Data: 11/5/2013 comentário 45/46

Li todos os comentários e me enquadro na maioria deles, sou mãe de um jovem autista de 20 anos e também estou exausta, triste, deprimida e revoltada com o descaso do poder público. Diante disso acho que a melhor arma que temos é a informação. Estou disponível para trocar informações (inclusiva na minha área: sou advogada) e acredito que juntos poderemos fazer alguma coisa em prol dos nossos filhos. Meu e-mail é jojuridico@ig.com.br


Data: 21/7/2013 comentário 46/46

Fiquei sensibilizada com a historia dessa mãe,e me identifico com ela.Também tenho um filho autista com 4 anos.
Na cidade em que moro não tem tratamento para autista.è muito triste ver as nossas crianças sem tratamento adequado.
Estou disponível para pensarmos juntos em como fazer com que o poder público tome alguma providência com relação a tratamentos adequados para nosssos filhos.
Meu e-mai:ana_samue@.com.br


Faça o seu comentário

Para validação, copie a palavra AUTISMO, exatamente como está escrita, no campo a seguir:









Esta página foi construída em 19/09/99, última atualização 20/03/2009.
Créditos: Eduardo Henrique Corrêa da Silva